A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) decidiu neste sábado (24) encerrar o processo sobre o pedido de uso emergencial, no Brasil, da vacina indiana Covaxin.

A decisão foi tomada de forma unânime pela diretoria colegiada da agência. Com isso, o mérito do processo – ou seja, a possibilidade de autorizar o uso emergencial das doses – não será mais avaliado.

A decisão foi tomada um dia após o laboratório indiano Bharat Biotech, que desenvolveu a vacina, anunciar a ruptura do memorando de entendimento que havia sido firmado com a empresa brasileira Precisa Medicamentos.

A Precisa atuava na intermediação do contrato de compra da Covaxin pelo Ministério da Saúde. A CPI da Covid investiga uma série de supostas irregularidades nessa triangulação.

De acordo com material divulgado pela Anvisa, a ruptura desse acordo fez com que a Covaxin ficasse sem representante nacional. Como o pedido de uso emergencial foi protocolado pela Precisa, na prática, o fim da representação formal prejudicou o avanço dos papéis.

“A negativa está ancorada ao princípio da eficiência, uma vez que seguir com uma avaliação técnica de uma petição já administrativamente corrompida implicaria em significativo desperdício de esforços e recursos da administração”, diz trecho do voto da relatora do processo e diretora da Anvisa Meiruze Freitas.

No comunicado sobre o rompimento com a Precisa, a Bharat Biotech disse que continuaria trabalhando com a Anvisa para obter as aprovações necessárias para o uso da Covaxin no país. A empresa disse que não recebeu nenhum pagamento antecipado, nem forneceu vacinas ao Ministério da Saúde.

Na noite desta sexta (23), após o anúncio da Bharat, outros técnicos da Anvisa já haviam decidido pela interrupção provisória dos testes clínicos da Covaxin em território nacional.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) decidiu neste sábado (24) encerrar o processo sobre o pedido de uso emergencial, no Brasil, da vacina indiana Covaxin. A decisão foi tomada de forma unânime pela diretoria colegiada da agência. Com isso, o mérito do processo – ou seja, a possibilidade de autorizar o uso emergencial das doses – não será mais avaliado. A decisão foi tomada um dia após o laboratório indiano Bharat Biotech, que desenvolveu a vacina, anunciar a ruptura do memorando de entendimento que havia sido firmado com a empresa brasileira Precisa Medicamentos. A Precisa atuava na intermediação do contrato de compra da Covaxin pelo Ministério da Saúde. A CPI da Covid investiga uma série de supostas irregularidades nessa triangulação. De acordo com…

A Covid-19, doença causada pelo coronavírus, não matou ninguém em Natal nas últimas 24 horas, de acordo com o boletim epidemiológico prévio divulgado na tarde deste sábado pela Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap). O estado potiguar contabiliza 7.048 mortes desde o começo da pandemia, sendo dois óbitos registrados de ontem para hoje. As mortes aconteceram em Luís Gomes e Mossoró.

Nesse período, foram 1.973 novos casos contabilizados, totalizando 357.641. Na sexta-feira 23 eram 355.668. O órgão destaca que casos notificados e confirmados nas últimas 24 horas são 23. Segundo a Sesap, foram registrados outros dois óbitos após a confirmação de exames laboratoriais de dias ou semanas anteriores. Óbitos em investigação são 1.482.

A Covid-19, doença causada pelo coronavírus, não matou ninguém em Natal nas últimas 24 horas, de acordo com o boletim epidemiológico prévio divulgado na tarde deste sábado pela Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap). O estado potiguar contabiliza 7.048 mortes desde o começo da pandemia, sendo dois óbitos registrados de ontem para hoje. As mortes aconteceram em Luís Gomes e Mossoró. Nesse período, foram 1.973 novos casos contabilizados, totalizando 357.641. Na sexta-feira 23 eram 355.668. O órgão destaca que casos notificados e confirmados nas últimas 24 horas são 23. Segundo a Sesap, foram registrados outros dois óbitos após a confirmação de exames laboratoriais de dias ou semanas anteriores. Óbitos em investigação são 1.482….

As equipes potiguares voltam a vencer pela Série D do Campeonato Brasileiro na tarde deste sábado (24).

No Frasqueirão, o ABC venceu o Campinense por 2 a 0. O primeiro gol do jogo foi marcado por Valderrama aos 16 minutos do 2º tempo. Oito minutos depois, Patrick, do Campinense marcou contra. A vitória mantém o Mais Querido na liderança isolada do Grupo 3 com 18 pontos.

O segundo colocado do Grupo 3 é o América de Natal que venceu o Sousa, jogando na casa do adversário, por 2 a 0. Gols de Erick Varão e Alvinho marcados no segundo tempo. O time americano soma 14 pontos.

Na próxima rodada o ABC vai até Caruaru-PE, enfrentar o Central, no domingo, dia 1º, às 16h, no Lacerdão. Já o América recebe na Arena das Dunas o time do Treze-PB, o jogo é no sábado, dia 31, às 15h.

As equipes potiguares voltam a vencer pela Série D do Campeonato Brasileiro na tarde deste sábado (24). No Frasqueirão, o ABC venceu o Campinense por 2 a 0. O primeiro gol do jogo foi marcado por Valderrama aos 16 minutos do 2º tempo. Oito minutos depois, Patrick, do Campinense marcou contra. A vitória mantém o Mais Querido na liderança isolada do Grupo 3 com 18 pontos. O segundo colocado do Grupo 3 é o América de Natal que venceu o Sousa, jogando na casa do adversário, por 2 a 0. Gols de Erick Varão e Alvinho marcados no segundo tempo. O time americano soma 14 pontos. Na próxima rodada o ABC vai até Caruaru-PE, enfrentar o Central, no domingo, dia 1º, às 16h, no…

O Ministério da Saúde divulgou os dados mais recentes sobre o coronavírus no Brasil neste sábado (24):

– O país registrou 1.108 óbitos nas últimas 24h, totalizando 549.448 mortes;

– Foram 38.091 novos casos de coronavírus registrados, no total 19.670.534.

A média móvel de óbitos nos últimos 7 dias é de 1.169 e a média móvel de novos casos é de 46.869.

O Ministério da Saúde divulgou os dados mais recentes sobre o coronavírus no Brasil neste sábado (24): – O país registrou 1.108 óbitos nas últimas 24h, totalizando 549.448 mortes; – Foram 38.091 novos casos de coronavírus registrados, no total 19.670.534. A média móvel de óbitos nos últimos 7 dias é de 1.169 e a média móvel de novos casos é de 46.869….

A vice-presidente do Supremo Tribunal Federal, ministra Rosa Weber, decidiu na sexta-feira, 23, passar para seu colega de corte, Dias Toffoli, a missão de analisar a ação que obriga o presidente Jair Bolsonaro a apresentar provas de que houve fraude nas eleições de 2018.

Rosa Weber é a responsável por atender as urgências que chegam ao STF durante o recesso, mas ela entendeu que ação pode ser analisada pelo relator original do caso em agosto — quando a corte retornar. A interpelação judicial é para esclarecer se as declarações de uma parte são ofensivas, o que pode gerar uma ação na justiça.

Mas, na interpelação, Bolsonaro não é obrigado a apresentar esclarecimentos. O presidente defende o voto impresso auditável e criticou diversas vezes as urnas eletrônicas.

Ontem, a apoiadores, ele disse que há dificuldades para a aprovação da matéria. “Estava pronto e, de repente, o Barroso foi para dentro do Congresso. Trocaram as posições dos seus representantes. Qual o interesse dele? Tinha que ser o primeiro a falar que o voto impresso é mais uma segurança. Me dá um motivo qualquer para não ter. Dinheiro quem trata sou eu, não é ele.” O presidente do Tribunal Superior Eleitoral, Luís Roberto Barroso, reforça que as urnas eletrônicas são seguras, transparentes e já auditáveis.

A vice-presidente do Supremo Tribunal Federal, ministra Rosa Weber, decidiu na sexta-feira, 23, passar para seu colega de corte, Dias Toffoli, a missão de analisar a ação que obriga o presidente Jair Bolsonaro a apresentar provas de que houve fraude nas eleições de 2018. Rosa Weber é a responsável por atender as urgências que chegam ao STF durante o recesso, mas ela entendeu que ação pode ser analisada pelo relator original do caso em agosto — quando a corte retornar. A interpelação judicial é para esclarecer se as declarações de uma parte são ofensivas, o que pode gerar uma ação na justiça. Mas, na interpelação, Bolsonaro não é obrigado a apresentar esclarecimentos. O presidente defende o voto impresso auditável e criticou diversas vezes as urnas eletrônicas. Ontem, a apoiadores, ele disse que…

O consumidor poderá ter uma conta extra de mais R$ 3,6 bilhões na conta de luz para evitar que o país sofra um apagão de energia.

Na última quinta (22), o ONS (Operador Nacional do Sistema Elétrico) acendeu um novo alerta com uma nota técnica sobre os desafios frente ao cenário de grave crise hídrica nos reservatórios de hidrelétricas, sinalizando que a capacidade de geração de energia no país poderá ser levada ao seu limite.

Se a crise continuar tão grave quanto agora, o ONS prevê que praticamente todos os recursos das hidrelétricas se esgotem até novembro.

O consumidor poderá ter uma conta extra de mais R$ 3,6 bilhões na conta de luz para evitar que o país sofra um apagão de energia. Na última quinta (22), o ONS (Operador Nacional do Sistema Elétrico) acendeu um novo alerta com uma nota técnica sobre os desafios frente ao cenário de grave crise hídrica nos reservatórios de hidrelétricas, sinalizando que a capacidade de geração de energia no país poderá ser levada ao seu limite. Se a crise continuar tão grave quanto agora, o ONS prevê que praticamente todos os recursos das hidrelétricas se esgotem até novembro….

O prazo para a contestar os pedidos de auxílio emergencial negados termina neste sábado (24), às 23h59. A data limite se aplica aos trabalhadores que se inscreveram pelos meios digitais e que tiveram a solicitação recusada na revisão mensal de julho.

Mensalmente, governo federal analisa os CPFs dos beneficiários para conferir se eles ainda se enquadram nos critérios para receber o auxílio.

De acordo com o Ministério da Cidadania, a contestação vai permitir uma nova análise com bases mais atualizadas dos dados da pessoa. O requerimento com o pedido de revisão deve ser feito pelo site da pasta (https://consultaauxilio.cidadania.gov.br).

“Após ingressar com os dados de identificação e clicar na aba correspondente ao auxílio emergencial 2021, a pessoa deve clicar no botão: contestar. A partir daí, precisa aguardar até que seja realizada uma nova análise da situação do seu benefício”, informou o ministério.

Após a contestação, o pedido será reanalisado pela Dataprev. A partir daí, é preciso aguardar até que a nova análise da situação do benefício seja concluída.

Se a razão que motivou o cancelamento permitir contestação, o trabalhador poderá voltar a receber o benefício.

O ministério disse que, caso não ocorra a aprovação por algum motivo de indeferimento definitivo, não será possível apresentar contestação, pois a situação que motivou o indeferimento não vai se alterar.

Pessoas que já tenham ficado inelegíveis para receber o auxílio antes e já tenham realizado a contestação não poderão submeter nova contestação.

Já os bloqueios feitos a pedido dos órgãos de controle não podem ser contestados ainda, pois estão sob análise do Ministério da Cidadania e da Dataprev. Esse tipo e bloqueio é feito de forma preventiva.

“Posteriormente, é definido pela liberação ou cancelamento do benefício em definitivo. Não há prazo definido para divulgação do resultado”, disse o ministério.

O prazo para a contestar os pedidos de auxílio emergencial negados termina neste sábado (24), às 23h59. A data limite se aplica aos trabalhadores que se inscreveram pelos meios digitais e que tiveram a solicitação recusada na revisão mensal de julho. Mensalmente, governo federal analisa os CPFs dos beneficiários para conferir se eles ainda se enquadram nos critérios para receber o auxílio. De acordo com o Ministério da Cidadania, a contestação vai permitir uma nova análise com bases mais atualizadas dos dados da pessoa. O requerimento com o pedido de revisão deve ser feito pelo site da pasta (https://consultaauxilio.cidadania.gov.br). “Após ingressar com os dados de identificação e clicar na aba correspondente ao auxílio emergencial 2021, a pessoa deve clicar no botão: contestar. A partir daí, precisa…

O abono salarial do PIS/Pasep ainda conta com mais de R$ 24,5 bilhões a serem sacados. Esses recursos são destinados aos trabalhadores que tiveram carteira de trabalho assinada entre as décadas de 70 e 80 .

Para além dos trabalhadores, os herdeiros também podem retirar os recursos. Desse montante, cerca de R$ 22,8 bilhões são de cotas do extinto fundo PIS/Pasep, repassados ao FGTS , e R$ 1,2 bilhão é de recursos do abono salarial não sacados em outros anos, além de R$ 448,4 milhões de abono salarial do atual calendário.

Quem pode retirar cotas do PIS? De acordo com o site Diario do Nordeste, tem direito ao saque das Cotas do PIS somente o trabalhador cadastrado como participante do Fundo PIS/PASEP até 04/10/1988 e que ainda não realizou o saque. O prazo para sacar, neste ano, o abono salarial do PIS/Pasep 2020/2021 (referente ao ano-base 2019) acabou no dia 30 de junho.

Mas, de acordo com a Resolução 838 , do Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador (Codefat), publicada em 24 de setembro de 2019, a retirada do dinheiro ainda poderá ser feita pelo trabalhador pelos cinco anos seguintes após o encerramento do cronograma de pagamentos. A questão é que será preciso esperar um pouco. O benefício só voltará a ficar disponível no calendário de pagamentos do próximo ano-base. Veja aqui como sacar.

O abono salarial do PIS/Pasep ainda conta com mais de R$ 24,5 bilhões a serem sacados. Esses recursos são destinados aos trabalhadores que tiveram carteira de trabalho assinada entre as décadas de 70 e 80 . Para além dos trabalhadores, os herdeiros também podem retirar os recursos. Desse montante, cerca de R$ 22,8 bilhões são de cotas do extinto fundo PIS/Pasep, repassados ao FGTS , e R$ 1,2 bilhão é de recursos do abono salarial não sacados em outros anos, além de R$ 448,4 milhões de abono salarial do atual calendário. Quem pode retirar cotas do PIS? De acordo com o site Diario do Nordeste, tem direito ao saque das Cotas do PIS somente o trabalhador cadastrado como participante do Fundo PIS/PASEP até 04/10/1988…

O prefeito de São Paulo do Potengi, Pacelli Souto recebeu na manhã dessa sexta-feira (23), a visita do Tenente Granges, Delegado do Serviço Militar. A finalidade do encontro foi discutir a realocação da Junta do Serviço Militar, que deixou de funcionar dentro das Centrais do Cidadão. O atendimento passará a ser a partir da próxima semana no seguinte endereço: rua Júlio Regis, nº 120, Centro.

A Junta Militar é responsável pelo serviço de alistamento dos jovens do sexo masculino que completam 18 anos, prestando todo tipo de atendimento relativo à obtenção de documentos de natureza militar.

As inscrições online podem ser feitas pelos que completam 18 anos neste ano pelo site https://alistamento.eb.mil.br, ou presencialmente na Junta Militar do município. Para se inscrever e se regularizar com o serviço militar, os jovens devem ter em mãos os seguintes documentos: CPF, certidão de nascimento original, carteira de identidade e comprovante de residência. O prazo para o alistamento encerra no dia 31 de agosto.

O prefeito de São Paulo do Potengi, Pacelli Souto recebeu na manhã dessa sexta-feira (23), a visita do Tenente Granges, Delegado do Serviço Militar. A finalidade do encontro foi discutir a realocação da Junta do Serviço Militar, que deixou de funcionar dentro das Centrais do Cidadão. O atendimento passará a ser a partir da próxima semana no seguinte endereço: rua Júlio Regis, nº 120, Centro. A Junta Militar é responsável pelo serviço de alistamento dos jovens do sexo masculino que completam 18 anos, prestando todo tipo de atendimento relativo à obtenção de documentos de natureza militar. As inscrições online podem ser feitas pelos que completam 18 anos neste ano pelo site https://alistamento.eb.mil.br, ou presencialmente na Junta Militar do município. Para se inscrever e se…

Pacientes que venceram a Covid-19 estão morrendo por infecção hospitalar por desabastecimento do principal antibiótico que mata bactérias multirresistente – a Polimixina. São pacientes que ficaram internados por um longo tempo com ventilação mecânica e outros aparelhos.

Um levantamento do Jornal Hoje mostra que o desabastecimento do antibiótico já atinge hospitais públicos e particulares de treze estados e no Distrito Federal. Um vídeo gravado por um vendedor que diz ter contato com distribuidoras de remédios de uso exclusivo em hospitais. A falta do medicamento na rede pública e privada do país tem empurrado famílias de pacientes de Covid para atravessadores, que cobram preços altos.

A encomenda era para a Fernanda Ferreira Kalil, que estava desesperada para salvar o pai Fernando, que estava intubado no Hospital Regional, em Campo Grande.

Quarenta ampolas de Poliximina estavam sendo vendidas por R$ 12 mil, quase oito vezes mais do que o preço médio pago pelos hospitais. Mas não deu tempo. No dia 13 de junho, Fernando morreu. “Infelizmente ele não conseguiu finalizar o tratamento”, conta Fernanda.

Desde maio, a Santa Casa de Matão, no interior de São Paulo, tem dificuldade para comprar o remédio. “Conseguimos, felizmente, nessas últimas semanas negociar uma compra de Polimixina B. E devemos ter estoque aí para uns 15, 20 dias”, diz Flávio Antonio Borsetti Neto, coordenador de UTI da Santa Casa de Matão.

Na capital paulista, funcionários do Hospital Geral de Guaianazes relatam que nos últimos dias, pelo menos nove pacientes da mesma UTI desenvolveram infecções que poderiam ser tratadas com a Polimixina B e que o hospital, que é do governo do estado, está sem o antibiótico. Todos os nove pacientes morreram.

No Brasil, cinco empresas têm autorização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária para comercializar a Poliximina injetável. E os laboratórios afirmam que os pedidos aumentaram muito – e que, por isso, foi preciso prorrogar os prazos de entrega.Em maio, a Sociedade Brasileira de Infectologia comunicou à Anvisa “a preocupação da classe médica com o desabastecimento da Polimixina observada em todas as regiões brasileiras há vários meses”. E pediu que os medicamentos fossem considerados prioritários para uso em serviços de saúde. Em junho, a Anvisa autorizou que o remédio fosse importado de forma excepcional e temporária. Com essa liberação, alguns hospitais particulares têm comprado o antibiótico fora do país.

O Ministério da Saúde disse que não há compra centralizada da Polimixina e que os gestores locais são responsáveis pela aquisição do medicamento.

Sobre o vídeo que mostra um atravessador vendendo o antibiótico da Mylan, a empresa disse que não vende o produto diretamente aos pacientes porque é um medicamento de uso hospitalar e que, por isso, essa venda é proibida.

G1

Pacientes que venceram a Covid-19 estão morrendo por infecção hospitalar por desabastecimento do principal antibiótico que mata bactérias multirresistente – a Polimixina. São pacientes que ficaram internados por um longo tempo com ventilação mecânica e outros aparelhos. Um levantamento do Jornal Hoje mostra que o desabastecimento do antibiótico já atinge hospitais públicos e particulares de treze estados e no Distrito Federal. Um vídeo gravado por um vendedor que diz ter contato com distribuidoras de remédios de uso exclusivo em hospitais. A falta do medicamento na rede pública e privada do país tem empurrado famílias de pacientes de Covid para atravessadores, que cobram preços altos. A encomenda era para a Fernanda Ferreira Kalil, que estava desesperada para salvar o pai Fernando, que estava intubado no Hospital Regional, em Campo Grande. Quarenta ampolas de Poliximina…

Nesta sexta-feira, 23, a prefeitura de Riachuelo noticiou em suas redes sociais a antecipação do salário dos servidores.

Segundo a publicação, a antecipação da remuneração tem como finalidade valorizar os servidores, bem como movimentar a economia municipal.

Nesta sexta-feira, 23, a prefeitura de Riachuelo noticiou em suas redes sociais a antecipação do salário dos servidores. Segundo a publicação, a antecipação da remuneração tem como finalidade valorizar os servidores, bem como movimentar a economia municipal….

A Arquidiocese de Natal divulgou nesta sexta-feira (23) uma atualização das medidas restritivas para controle da pandemia de Covid-19 na Igreja Católica. Uma circular assinada pelo arcebispo Dom Jaime Vieira Rocha foi distribuída a todas as paróquias subordinadas.

Depois de receber autorização do Governo do Estado, a arquidiocese liberou a realização de missas com a presença de público até o limite de 60% da capacidade dos templos. Trata-se de uma flexibilização em relação à norma em vigor, que permitia apenas ocupação de 50% das igrejas.

Apesar disso, seguem mantidas as demais medidas preventivas: obrigatoriedade do uso de máscaras, distanciamento, aferição da temperatura na entrada e disponibilização de álcool em gel para higienização das mãos.

A nota também já deixa pré-autorizada a entrada de mais fiéis nos próximos dias, seguindo decreto do Governo do Estado. A norma autoriza 80% do público a partir de 6 de agosto e ocupação total a partir do dia 20 de agosto.

Para garantir que nenhum fiel seja privado da comunhão, “considerando ser real o medo enfrentado por alguns fiéis para saírem de casa no atual contexto em que ainda nos encontramos”, a arquidiocese também recomendou que as missas continuem sendo transmitidas pela internet.

Além de autorizar o aumento do público, a arquidiocese também autorizou a retomada das pastorais, movimentos e serviços, “obedecendo sempre os protocolos sanitários”. Encontros do Segue-me, ECC, Ejac, EC ou similares, porém, só retornarão em janeiro de 2022.

O documento acrescenta que, a partir de 1º de novembro, volta a ser obrigatória a participação dos fiéis nas jornadas de preparação para o batismo (pais e padrinhos) e o casamento (noivos). “Até esta data, as paróquias deverão se organizar para voltar a oferecer tais preparações, podendo ser presencial ou de forma remota, de acordo com a realidade do momento e as condições locais”, ressalta a circular.

Também serão retomadas as confissões, que deverão ser realizadas preferencialmente em ambiente aberto e com ventilação natural.

Grande Ponto com informações da 98 FM – Foto acima: Interior da Matriz de São Paulo do Potengi

A Arquidiocese de Natal divulgou nesta sexta-feira (23) uma atualização das medidas restritivas para controle da pandemia de Covid-19 na Igreja Católica. Uma circular assinada pelo arcebispo Dom Jaime Vieira Rocha foi distribuída a todas as paróquias subordinadas. Depois de receber autorização do Governo do Estado, a arquidiocese liberou a realização de missas com a presença de público até o limite de 60% da capacidade dos templos. Trata-se de uma flexibilização em relação à norma em vigor, que permitia apenas ocupação de 50% das igrejas. Apesar disso, seguem mantidas as demais medidas preventivas: obrigatoriedade do uso de máscaras, distanciamento, aferição da temperatura na entrada e disponibilização de álcool em gel para higienização das mãos. A nota também já deixa pré-autorizada a entrada de mais…

Após meses de suspensão, a retomada de cirurgias eletivas no Rio Grande do Norte está começando a ser possível diante da diminuição do número de pacientes acometidos pela Covid-19. Com o  trabalho conjunto entre a gestão da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) e as direções dos hospitais regionais, a expectativa é de que a partir de agosto os hospitais regionais de todo RN alcancem a meta de realização de duas mil cirurgias por mês.

O Hospital Regional Lindolfo Gomes Vidal, em Santo Antônio, no Agreste potiguar, comemora o retorno das atividades cirúrgicas, até então suspensas em razão da pandemia da Covid-19. O hospital compõe a 1ª Região de Saúde do RN e terá papel importante na realização de procedimentos eletivos e na diminuição das filas de espera por cirurgias.

Os procedimentos serão realizadas em diferentes hospitais em todas as regionais de saúde, concentrados nas cidades de Santo Antônio, Apodi, Caraúbas, Mossoró, João Câmara, Lajes, Guamaré, Parelhas, Caicó, Currais Novos, Jardim do Seridó, São Paulo do Potengi, Alexandria, Tenente Ananias, Almino Afonso, Pau dos Ferros, Natal, Parnamirim, São Gonçalo e Assu. A retomada das cirurgias eletivas foi oficializada com a publicação da Portaria Número 1797 na edição do Diário Oficial do Estado (DOE) de 6 de julho de 2021.

As cirurgias eletivas que o estado oferece são diversas, desde cirurgias gerais como hérnia e vesícula, até cirurgias ginecológicas como a de histerectomias, reversão de ostomias, vasculares e urológicas. As mais demandadas são as gerais e ginecológicas de média complexidade, como hérniorrafias, colescistectomias, histerectomias. As de menor risco são feitas nos hospitais regionais e as de maior porte nos hospitais que possuem retaguarda de UTI.

98 FM

Após meses de suspensão, a retomada de cirurgias eletivas no Rio Grande do Norte está começando a ser possível diante da diminuição do número de pacientes acometidos pela Covid-19. Com o  trabalho conjunto entre a gestão da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) e as direções dos hospitais regionais, a expectativa é de que a partir de agosto os hospitais regionais de todo RN alcancem a meta de realização de duas mil cirurgias por mês. O Hospital Regional Lindolfo Gomes Vidal, em Santo Antônio, no Agreste potiguar, comemora o retorno das atividades cirúrgicas, até então suspensas em razão da pandemia da Covid-19. O hospital compõe a 1ª Região de Saúde do RN e terá papel importante na realização de procedimentos eletivos e na…

Com um longo histórico de mercado em São Paulo do Potengi, a floricultura do grupo Uniplan se destaca como a melhor da região, onde você encontra belíssimos buquês para eternizar momentos especiais.

Com um longo histórico de mercado em São Paulo do Potengi, a floricultura do grupo Uniplan se destaca como a melhor da região, onde você encontra belíssimos buquês para eternizar momentos especiais….

O Brasil chegou nesta quinta-feira (22) à marca de 93.225.911 pessoas vacinadas com ao menos uma dose contra a Covid-19, o equivalente a 43,49% da população total. Aqueles com imunização completa, ou seja, que receberam duas doses ou dose única, agora são 36.533.170 – valor que representa 17,25% da população. Nas últimas 24 horas, foram aplicadas 2.050.129 doses de vacinas anticovid.

Entre as pessoas que foram imunizadas nesta quinta, 1.136.590 receberam primeiras doses, 855.500 foram vacinadas com doses de reforço e outras 58.039 receberam uma vacina de aplicação única, representada no Brasil pelo imunizante da Janssen. Os dados foram reunidos pelo consórcio de veículos de imprensa junto a secretarias de 26 Estados e Distrito Federal.

Em termos proporcionais, São Paulo e o Rio Grande do Sul continuam sendo os Estados que mais vacinaram até aqui: com, respectivamente, 53,14% e 51,02% das populações parcialmente imunizadas.

Já o Mato Grosso do Sul segue na liderança como o Estado com a maior porcentagem de habitantes com imunização completa: 30,39%.

O Brasil chegou nesta quinta-feira (22) à marca de 93.225.911 pessoas vacinadas com ao menos uma dose contra a Covid-19, o equivalente a 43,49% da população total. Aqueles com imunização completa, ou seja, que receberam duas doses ou dose única, agora são 36.533.170 – valor que representa 17,25% da população. Nas últimas 24 horas, foram aplicadas 2.050.129 doses de vacinas anticovid. Entre as pessoas que foram imunizadas nesta quinta, 1.136.590 receberam primeiras doses, 855.500 foram vacinadas com doses de reforço e outras 58.039 receberam uma vacina de aplicação única, representada no Brasil pelo imunizante da Janssen. Os dados foram reunidos pelo consórcio de veículos de imprensa junto a secretarias de 26 Estados e Distrito Federal. Em termos proporcionais, São Paulo e o Rio Grande…

Na manhã desta sexta-feira, 23 de julho, por ocasião da abertura das Olimpíadas 2020, em Tóquio no Japão, batizada de Jogos da Inclusão, linda e bastante simbólica, a imagem que corre o mundo, dos atletas brasileiros Kleteyn (Judô) e Bruninho (Volei) conduzindo a Bandeira do Brasil.

No meio de tantas dificuldades políticas, econômicas, pandêmicas… que o nosso país enfrenta atualmente levando o sofrimento a milhões de brasileiros, a imagem simbólica, nos renova a esperança de que dias melhores virão.

Na manhã desta sexta-feira, 23 de julho, por ocasião da abertura das Olimpíadas 2020, em Tóquio no Japão, batizada de Jogos da Inclusão, linda e bastante simbólica, a imagem que corre o mundo, dos atletas brasileiros Kleteyn (Judô) e Bruninho (Volei) conduzindo a Bandeira do Brasil. No meio de tantas dificuldades políticas, econômicas, pandêmicas… que o nosso país enfrenta atualmente levando o sofrimento a milhões de brasileiros, a imagem simbólica, nos renova a esperança de que dias melhores virão….

Nesta quinta-feira (22), o prefeito de Riachuelo, Joca Basílio, recebeu a visita de cortesia do senador Jean Paul Prates, que esteve no município para fazer a entrega de emenda destinada à aquisição de máquinas e equipamentos.

O prefeito aproveitou o momento para entregar um ofício solicitando emenda para compra de um carro pipa, com o objetivo de suprir a demanda causada pela estiagem.

Além do prefeito e do senador, estiveram presentes neste encontro os vereadores Cleoneide e Neide de Cachoeira, Carlos Zamir, Josana Lima, Vereador João Cabral de São Paulo do Potengi, secretário de Educação de Riachuelo, Rômulo Basilio, e secretário do Gabinete Civil, Caetano Sena.

Na ocasião, o senador presenteou o prefeito com livro de sua autoria sobre questões políticas e regulatórias da energia eólica.

Nesta quinta-feira (22), o prefeito de Riachuelo, Joca Basílio, recebeu a visita de cortesia do senador Jean Paul Prates, que esteve no município para fazer a entrega de emenda destinada à aquisição de máquinas e equipamentos. O prefeito aproveitou o momento para entregar um ofício solicitando emenda para compra de um carro pipa, com o objetivo de suprir a demanda causada pela estiagem. Além do prefeito e do senador, estiveram presentes neste encontro os vereadores Cleoneide e Neide de Cachoeira, Carlos Zamir, Josana Lima, Vereador João Cabral de São Paulo do Potengi, secretário de Educação de Riachuelo, Rômulo Basilio, e secretário do Gabinete Civil, Caetano Sena. Na ocasião, o senador presenteou o prefeito com livro de sua autoria sobre questões políticas e regulatórias da…

O governo do Rio Grande do Norte liberou a realização de eventos sociais, como shows e festas com até 150 pessoas a partir desta sexta-feira (23). Apesar disso, a liberação está condicionada à situação da pandemia em cada cidade potiguar.

De acordo com as regras estabelecidas pelo governo, os eventos só estão liberados em municípios com indicador composto na cor verde.

O último levantamento semanal publicado pela Secretaria Estadual de Saúde, no dia 20 de julho, apontou que mais da metade das cidades potiguares estão na cor verde. Veja aqui.

Porém, as maiores cidades do estado, como Natal, Mossoró e Parnamirim, estavam no nível amarelo e ainda não poderiam sediar os eventos.

Essa é a primeira etapa do calendário de reabertura de eventos sociais publicado em decreto no mês de junho.

O decreto já havia permitido a realização de eventos técnicos e científicos e a reabertura de cinemas, teatros, entre outras casas culturais – esses eventos chegam nesta sexta (23) à 3ª fase de reabertura, com limitação de 60% da capacidade ou 450 pessoas.

“A gente publicou esse calendário da retomada de eventos, que começou inicialmente pelos eventos técnicos, científicos e corporativos, e agora damos inicio ao calendário de eventos sociais”, afirmou o secretário de Tributação, Carlos Eduardo Xavier, em entrevista ao Bom Dia RN, da Inter TV Cabugi.

De acordo com o decreto, os locais voltados a eventos poderão funcionar com 20% da capacidade, nessa primeira etapa, e com limite 150 pessoas, ainda que pudesse comportar mais pessoas no percentual.

“O que está está nos permitindo implementar esse calendário é o avanço da vacinação. Já temos um percentual acima de 50% da população pelo menos com a primeira dose e isso está contribuindo fundamentalmente para a redução da ocupação dos leitos críticos, principalmente”, defendeu o representante do governo.

Veja calendário de reabertura dos eventos sociais

  • Fase 1 – A partir de 23 julho de 2021, com ocupação máxima de 20% da capacidade do local, limitada à frequência máxima de 150 pessoas;
  • Fase 2 – A partir de 06 de agosto 2021, com ocupação máxima de 40% da capacidade do local, limitada à frequência máxima de 300 pessoas;
  • Fase 3 – A partir de 20 de agosto de 2021, com ocupação máxima de 60% da capacidade do local, limitada à frequência máxima de 450 pessoas;
  • Fase 4 – A partir de 03 de setembro de 2021, com ocupação máxima de 80% da capacidade do local, limitada à frequência máxima de 600 pessoas;
  • Fase 5 – A partir de 17 de setembro de 2021, permitida a ocupação de 100% da capacidade do local.

Indicador

O indicador composto é uma ferramenta que considera dados como ocupação de leitos, casos ativos e Covid-19, taxa de mortalidade, entre outros. Ele é apresentado em cinco níveis numéricos representados por três cores: verde, amarelo e vermelho.

Os eventos sociais estão condicionados a esses municípios estarem no nível verde.

O secretário ainda afirmou que os responsáveis pelos eventos devem comunicar a realização das festas à Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (SESED).

Quando eventos maiores forem autorizados, deverão ser informados à Secretaria de Saúde e receber autorização.

Ainda de acordo com o governo, os protocolos estabelecidos, como uso de máscara e distanciamento, devem ser mantidos.

G1RN

O governo do Rio Grande do Norte liberou a realização de eventos sociais, como shows e festas com até 150 pessoas a partir desta sexta-feira (23). Apesar disso, a liberação está condicionada à situação da pandemia em cada cidade potiguar. De acordo com as regras estabelecidas pelo governo, os eventos só estão liberados em municípios com indicador composto na cor verde. O último levantamento semanal publicado pela Secretaria Estadual de Saúde, no dia 20 de julho, apontou que mais da metade das cidades potiguares estão na cor verde. Veja aqui. Porém, as maiores cidades do estado, como Natal, Mossoró e Parnamirim, estavam no nível amarelo e ainda não poderiam sediar os eventos. Essa é a primeira etapa do calendário de reabertura de eventos sociais…

Na manhã desta sexta-feira, 23 de julho, aconteceu em Tóquio no Japão, a abertura das Olímpiadas, a maior competição esportiva do Planeta Terra, contando com a participação de mais de 11 mil atletas de todo o mundo.

Competição que ocorre num momento de estrema dificuldade para a humanidade inteira, pois enfrentamos a terrível pandemia do coronavírus. Num momento de tanto significado para o esporte mundial, vale citar aqui a frase pronunciada pelo narrador esportivo Galvão Bueno: ” Só o esporte tem o poder de reunir o mundo inteiro num momento como esse”.

Outro momento bonito e bastante simbólico da abertura: no desfile das delegações, um atleta e uma atleta conduzindo a bandeira do seu país.

O Brasil está presente nas Olimpíadas com 301 atletas.

Devido a pandemia, a solenidade de abertura aconteceu sem público e com um número bastante reduzido de atletas por delegação.

Na manhã desta sexta-feira, 23 de julho, aconteceu em Tóquio no Japão, a abertura das Olímpiadas, a maior competição esportiva do Planeta Terra, contando com a participação de mais de 11 mil atletas de todo o mundo. Competição que ocorre num momento de estrema dificuldade para a humanidade inteira, pois enfrentamos a terrível pandemia do coronavírus. Num momento de tanto significado para o esporte mundial, vale citar aqui a frase pronunciada pelo narrador esportivo Galvão Bueno: ” Só o esporte tem o poder de reunir o mundo inteiro num momento como esse”. Outro momento bonito e bastante simbólico da abertura: no desfile das delegações, um atleta e uma atleta conduzindo a bandeira do seu país. O Brasil está presente nas Olimpíadas com 301 atletas….
Categorias