Indústria de Castanhas de São Paulo do Potengi comemora volume de produção e ressalta incentivo do Governo do RN

O empresário Júnior Praxedes comemorou hoje (1) o volume atingido na última safra de castanhas de caju in natura, matéria prima da Greenlife Cashews. A empresa foi reativada em 2020, em São Paulo do Potengi, com adesão ao Programa de Estímulo ao Desenvolvimento Industrial do RN (Proedi) após seis anos parada.

“Graças a Deus foi uma safra muito boa e fiquei emocionado, porque há três anos atrás isso era quase uma utopia”, disse o empresário em vídeo publicado em suas redes sociais nessa manhã.

Praxedes celebrou as conquistas de sua empresa desde a reabertura, com o apoio dos incentivos do Governo do Estado, e fez questão de marcar em sua postagem os perfis da governadora Fátima Bezerra, do secretário Jaime Calado (Sedec) e do adjunto Silvio Torquato (Sedec).

“Conquistamos o mercado externo, conquistamos o mercado interno e estamos trabalhando. A nossa equipe é totalmente envolvida, eu interajo totalmente com eles, vou para dentro da fábrica, enfim, graças a Deus a coisa está acontecendo e a gente está podendo manter algumas centenas de empregos aqui em São Paulo do Potengi”, disse.

Inovador, Seahub se destaca como a empresa com o melhor escritório virtual do RN

O Seahub Soluções Digitais é um escritório virtual que proporciona empresas a terem acesso a um domicílio fiscal por um valor bastante acessível. Com ele, em menos de 24 horas e sem sair de casa, o cliente já tem acesso ao escritório virtual da sua empresa, em uma localização privilegiada.

De acordo com Guilherme Oliveira, proprietário da empresa, o Seahub se destaca pelo leque de serviços oferecidos. “A partir de R$ 100 por mês o nosso cliente já tem uma empresa com endereço profissional, em um prédio comercial. Além disso, conta com gestão de correspondência e tem acesso a desconto para utilizar o nosso espaço físico para fins de reunião, palestra, treinamento”, explicou.

Dentre as vantagens de fazer parte da cartela de clientes Seahub, estão: economia de imposto, sem surpresa no IPTU; comprovante de endereço para a empresa utilizar; economia pelo não uso de espaço físico sem necessidade.
O escritório virtual é ideal para profissionais que buscam credibilidade e segurança, trabalhando home office sem perder a confiabilidade e o profissionalismo.

O Seahub garante agilidade no atendimento, documentação atualizada, localização privilegiada, valor da mensalidade revertido em horas de sala de reunião, além de diversos outros serviços e vantagens.

Serviço
Seahub Coworking – Soluções Digitais
Endereço: Seaway Center (Av. Engenheiro Roberto Freire, 1962 – Capim Macio, Natal).
Contatos: @seahubdigital | (84) 98135-2287

Câmara Municipal de São Paulo do Potengi recebe convite pra prestigiar Motofest 2023

Na última semana, o Secretário de Finanças da Câmara Municipal, Ewerton Vieira (Vetinho) recebeu de Fernandes Silva (F Silva), um convite endereçado a todos os vereadores para que eles prestigiem o Moto Fest 2023. F Silva é um dos organizadores do evento e representou o Moto Club Estradeiros do Potengi.

O Moto Fest reúne motociclistas de diversos estados brasileiros e ocorrerá entre os dias 02 e 05 de fevereiro em São Paulo do Potengi.

Dr. Edivaldo Nascimento recebe o prêmio de médico do ano em Nízia Floresta

O médico Dr. Edivaldo recebeu o prêmio de médico do ano em Nízia Floresta.

A eleição foi através de uma enquete pela internet, promovida pela A2 Marketing.

Em conversa com o blog, Dr. Edivaldo disse que essa vitória é fruto do reconhecimento da população da cidade pelo seu trabalho e sua luta diária em defesa dos mais carentes.

Em Nísia Floresta, Dr. Edvaldo (PT) tende a ser pré-candidato a prefeito pela oposição, contando com a conjuntura favorável de os governos federal e estadual estarem sendo comandados pelo PT.

Governo Lula troca chefia da Polícia Federal e PRF no RN

O governo Luiz Inácio Lula da Silva (PT) mudou nesta quinta-feira (19) a chefia da superintendência da Polícia Federal (PF) e da Polícia Rodoviária Federal (PRF) no Rio Grande do Norte. A mudança vem num pacote de troca no comando dos órgãos em 18 estados, no caso da PF, e da dispensa de 26 superintendentes para a PRF.

No Rio Grande do Norte, a Polícia Federal será comandada pela delegada Larissa Freitas Carlos Perdigão. Ela substitui Luiz Carlos Nóbrega Nelson, que estava no cargo desde 2021.

Além do RN, as trocas na PF foram feitas no Mato Grosso do Sul, Rondônia, Santa Catarina, Rio de Janeiro, Goiás, Sergipe, Pernambuco, Maranhão, Mato Grosso, Tocantins, Paraíba, Alagoas, São Paulo, Paraná, Pará, Amazonas, Minas Gerais. Todas as novas chefias já estão anunciadas.

Na PRF, quem deixa a superintendência estadual é Luiz Idalino Câmara Pinheiro, mas seu substituto não consta até o momento. No caso deste órgão, a mudança foi maior: atingiu 25 estados e o Distrito Federal. A exceção ficou para o Piauí. Os nomes dos sucessores não foram designados até o momento em nenhum desses estados.

O anúncio das trocas aparece em edição extra do Diário Oficial da União publicada na noite de quarta-feira (18). As portarias são assinadas pelo ministro da Casa Civil, Rui Costa.

Bebê que nasceu em ônibus no Rio de Janeiro é retirado da família por ordem da Justiça; ‘Tomaram meu filho’, diz mãe

Dois dias após nascer em um ônibus, na Zona Oeste do Rio de Janeiro, o bebê Miguel Santos Silva foi retirado da família e levado para um abrigo por determinação da Justiça.

Camila, a mãe do bebê, contou que foi obrigada a entregar a criança na quarta-feira (21), ainda na maternidade. A partir daí, ela afirma que não teve mais nenhuma informação.

“Tomaram meu filho, eu não sei onde ele está. Eu não tenho papel, eles não me deram nem xerox do papel de nascido vivo. Eu tô destruída, lembro do meu filho toda hora, ouço o choro dele. Eu não aceito! Queria ajuda de um advogado, alguém que pudesse me ajudar”, pede a mãe.

Os pais de Miguel, Camila e Wagner, são moradores da comunidade do Tirol, na Freguesia, também na Zona Oeste. Eles estão desempregados e são pais de mais três crianças, de 7, 5 e 2 anos – todas sem registros de nascimento.

Com isso, elas são impedidas de ter acesso a alguns direitos, como estudar. Os pais admitem que o Conselho Tutelar havia procurado a família, há cerca de três anos, para exigir a regularização da família.

“Se eu parasse para ir tirar o documento, ia faltar o almoço, a janta. Então eu escolhi o alimento à minha família. Eu vou correr atrás, eu não vou deixar minha família com fome”, explicou Wagner, que também está sem os documentos — eles teriam se incinerado em um incêndio.

Especialistas ouvidos pelo reportagem do RJ2 afirmaram que uma criança só é retirada dos pais em casos excepcionalíssimos.

O que dizem os órgãos responsáveis

A Secretaria Municipal de Saúde informou que comunicou ao Conselho Tutelar o fato de três filhos do casal não possuírem registro civil, não estarem vacinados nem matriculados em escolas.

A Secretaria Municipal de Assistência Social (SMAS) afirmou que o Conselho Tutelar da Taquara acolheu o bebê por determinação da Justiça.

A SMAS disse ainda que, em 2019, o Conselho Tutelar já tinha sido acionado por outra unidade de saúde municipal, por causa de outra criança da família. A nota afirma que, nessa época, a família foi notificada, mas não atendeu às medidas impostas.

A nota não explica se a família foi procurada novamente pelo conselho depois disso.

O Tribunal de Justiça não divulgou informações porque o caso envolve menores de idade e o processo corre em segredo de justiça.

Relembre o caso

Camila deu à luz dentro de um ônibus na última segunda-feira (16) na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio de Janeiro. Uma estudante do curso de técnico em enfermagem ajudou no parto. Wagner, o pai da criança, passar mal no meio da confusão e chegou até a desmaiar.

“A bolsa estourou e não deu tempo de chegar à unidade. Quando ela começou a sentir dor, eu vi que tinha que colocar em prática o curso que estou fazendo para o Miguelzinho vir ao mundo”, disse a estudante Gerlane Macedo dos Santos.

Percebendo a mulher em trabalho de parto, o motorista desviou a rota e levou a mãe, o bebê e o pai para o CER Barra, no Hospital Lourenço Jorge.

A Secretaria Municipal de Saúde do Rio informou que o ônibus parou na frente da unidade e a passageira, a criança e o pai foram atendidos pela equipe de plantão.

O neném nasceu com 3,6 kg e, na ocasião, Wagner explicou que o nome escolhido pela família teve uma explicação especial.

“Miguel, pois só pode ser um anjo. Miguel porque foi interessante o jeito como nasceu, além de ser interessante porque nem era a rota do piloto, e ele nos deixou na frente do hospital”, disse Wagner Júnior, pai do bebê, após se recuperar do susto.

No dia, todos foram atendidos na unidade e, depois, a mãe e o bebê foram encaminhados para a Maternidade Leila Diniz, local em que a mãe teve o último contato com o bebê, antes dele ser recolhido pelo Conselho Tutelar.

g1

Rogério diz que vai desengavetar projeto sobre maioridade penal

O senador eleito Rogério Marinho (PL-RN), candidato a presidente do Senado, afirmou nesta terça-feira 17 que, caso eleito, irá “desengavetar” algumas pautas paradas na Casa, tais como sobre a maioridade penal e defensivos agrícolas. Conforme pontua, contudo, seu objetivo não é fazer uma presidência como um “ponto de uma oposição cega ao governo federal”.

Em entrevista ao site Poder 360, Marinho teceu críticas ao atual presidente da Casa, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), com quem disputa a eleição para a presidência, que, em sua visão, engavetou pautas importantes no debate nacional.

Apesar de classificar Pacheco como uma pessoa “educada, acordada e civilizada”, Marinho disse que tal perfil, “por mais desejável que seja, precisa ter uma característica, uma pitada de proatividade no sentido de defesa de prerrogativas da Casa”.

Sem especificar posturas específicas do senador mineiro, Marinho disse que Pacheco devia ter tido uma reação incisiva aos excessos que foram cometidos nos demais Poderes, citando o Judiciário, que afetaram diretamente o Congresso Nacional. O apoiador de Bolsonaro comenta sobre parlamentares que foram “amordaçados pela censura prévia” e disse: “Essa passividade de Pacheco me incomoda”.

Dona do TikTok admite ter espionado jornalistas americanos pelo aplicativo

A ByteDance, dona da popular rede social TikTok, admitiu nesta semana que usou o aplicativo para espionar jornalistas americanos que faziam uma cobertura crítica da empresa. O gigante da tecnologia se viu obrigado a confirmar a violação após uma repórter da Forbes ter tido acesso a gravações e transcrições de reuniões internas na China em que executivos comentavam a prática.

Segundo a publicação, a empresa rastreou a própria autora da reportagem, além de profissionais do BuzzFeed News, do jornal Financial Times e de contatos próximos a eles. O objetivo era descobrir quais funcionários estavam servindo como fontes e vazando dados sigilosos para a imprensa.

A ByteDance usava dados pessoais —como local de residência, emails e endereços de IP— dos repórteres e os cruzava com os dos próprios funcionários para descobrir se eles batiam. A empresa inicialmente tentou negar as acusações, mas, diante de provas, declarou apenas estar “profundamente desapontada” com o caso, prometendo mudanças internas.

A denúncia enfureceu políticos americanos e europeus. Em viagem a Bruxelas na quarta (11), o CEO do TikTok, Shou Zi Chew, tentou tranquilizar eurodeputados afirmando que o aplicativo estava comprometido com o respeito a políticas de privacidade do bloco e o fortalecimento de medidas que garantam a segurança de crianças que acessam a plataforma.

Folha de S. Paulo

Presidente da Câmara de Santa Maria acompanha queima de Fogos de São Paulo do Potengi

O presidente da Câmara Municipal de Santa Maria, Artur Azevedo, acompanhou a queima de fogos da virada do ano em São Paulo do Potengi, acompanhado da esposa Carla Lopes e de amigos.

Arthur será o presidente daquela casa durante o biênio 2023-2024.

Influenciador potiguar Ivan Baron sobe a rampa do Palácio do Planalto ao lado de Lula

O influenciador Ivan Baron, de 24 anos, foi um dos representantes do povo brasileiro na subida da rampa do Palácio do Planalto ao lado do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) neste domingo 1 durante a sua posse. O influenciador Potiguar é referência na luta anticapacitista e considerado um dos embaixadores da Inclusão.

Baron começou a gravar conteúdo para a internet em meados de 2018 e trata temáticas como a discriminação com PcDs (pessoas com deficiência).

Polícia Federal suspende confecção de passaportes a partir deste sábado (19

A Polícia Federal informa que está suspensa a confecção de novas cadernetas de passaporte a partir deste sábado (19/11). Usuários atendidos nos postos de emissão até o dia 18/11 receberão seus passaportes normalmente, segundo a PF.

Em nota, a PF alega que “a medida decorre da insuficiência do orçamento destinado às atividades de controle migratório e emissão de documentos de viagem”. Os demais serviços prestados pela PF não serão afetados.

O órgão informou também que o agendamento online do serviço e o atendimento nos postos da PF continuarão funcionando normalmente. No entanto, não há previsão para entrega do passaporte solicitado enquanto não for normalizada a situação orçamentária.

A Polícia Federal acompanha atentamente a situação junto ao Governo Federal para o restabelecimento completo do serviço.

No comunicado divulgado, a Polícia Federal também esclareceu algumas dúvidas:

Já fui ao posto da PF fazer meu passaporte. Ele será entregue na data prevista?

Sim. Todos aqueles que foram atendidos nos postos de emissão até o dia 18/11 receberão seus passaportes normalmente.

Já fiz o pagamento da taxa. Vou receber meu passaporte?

Se você fez o pagamento da taxa, mas ainda não compareceu ao agendamento, não há prazo para entrega do passaporte.

Os postos da PF ficarão fechados? E o agendamento online?

O agendamento online do serviço e o atendimento nos postos da PF continuarão funcionando normalmente.

Tenho uma emergência. Os passaportes de emergência serão emitidos?

A emissão do passaporte de emergência segue normalmente.

O passaporte de emergência será concedido àquele que, tendo satisfeito as exigências para concessão de passaporte, necessite do documento de viagem com urgência e não possa comprovadamente aguardar o prazo de entrega. Hipóteses de catástrofes naturais; conflitos armados; necessidade de viagem imediata por motivo de saúde do requerente, do seu cônjuge ou parente até segundo grau; para a proteção do seu patrimônio; por necessidade do trabalho; por motivo de ajuda humanitária; interesse da Administração Pública ou outra situação emergencial cujo adiamento da viagem possa acarretar grave transtorno ao requerente.

Congresso age para aumentar salários dos parlamentares

A Câmara e o Senado decidiram oficializar o pedido para que os salários de parlamentares e servidores sejam reajustados. Por meio de emendas, as duas Casas pedem a reserva de R$ 370,4 milhões do Orçamento de 2023 para aumentar as remunerações da Câmara e R$ 199,3 milhões para elevar as do Senado. Se aprovado o reajuste, os salários de deputados e senadores subiriam de R$ 33,7 mil para R$ 36,8 mil.

De acordo com o Estadão, a cúpula do Congresso já estava com o pedido de aumento salarial engatilhado e planejava apresentar a proposta após a eleição, para não prejudicar deputados federais e senadores que tentavam renovar o mandato. A medida foi oficializada no meio do feriado da Proclamação da República.

A articulação para aumentar os vencimentos ocorreu após iniciativa de ministros do Supremo Tribunal Federal (STF). Em 10 de agosto, a Corte aprovou, por unanimidade, uma proposta de aumento de 18% para seus integrantes e todos os magistrados da Justiça Federal, o que representa um impacto de aproximadamente R$ 4,6 bilhões. O reajuste, se aprovado, eleva o salário dos ministros do STF de R$ 39,3 mil para R$ 46,3 mil.

Os pedidos de ampliação dos salários ainda precisam ser autorizados pelo Congresso, mas a tendência é dar aval às iniciativas com a aprovação do Orçamento para 2023.

Questionado pelo Estadão, o presidente da Comissão Mista de Orçamento do Congresso, deputado Celso Sabino (União Brasil-PA), evitou comentar o assunto. “Nem vi ainda”, afirmou.

As emendas foram apresentadas após reuniões feitas pelos presidentes da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), e do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), com as Mesas Diretoras das duas Casas. O argumento para a correção dos valores é de que há recursos no caixa e, ainda, que deputados, senadores e servidores estão há oito anos sem reajuste. O último foi dado em 2014.

Com informações de Estadão

Potengiense Flauber Matheus fica em segundo lugar na Olimpíada Estadual de Matemática

O potengiense Flauber Mateus ficou em segundo lugar na Olimpíada Estadual de Matemática, na categoria de estudantes de licenciatura (nível superior).

O acadêmico de matemática já havia recebido premiações em competições da área.

Atualmente Flauber atua como servidor cedido no Tribunal de Justiça do RN.

A oração pelos mortos, o Kadish judaico e o pedido de Paulo por Onesíforo

A oração pelos mortos consta no Antigo Testamento, em 2Mc 12:39-45. Narra-se aí que alguns soldados judeus foram encontrados mortos num campo de batalha, tendo debaixo de suas roupas objetos consagrados aos ídolos, o que era proibido pela Lei. Então Macabeus mandou fazer um sacrifício pelos pecados desses soldados, na esperança que poderiam ser perdoados. O sacrifício, conforme relata a própria Escritura, teve como pressuposto a forte crença na Ressurreição.

A oração pelos falecidos foi mantida pelo Judaísmo Rabínico, surgido após a destruição do segundo templo de Jerusalém. É chamada de kadish, e é recitada geralmente por familiares, a fim de facilitar o processo de purificação pelo qual passariam os judeus mortos. Há, nesse ponto, semelhança com o conceito católico de purgatório.

Trazendo a questão agora para o cristianismo, é possível argumentar que Paulo conhecia essa passagem de 2Mc 12, pois em I Cor 15:29 ele traça possível paralelo:

– I Cor 15:29 – “Que farão os que se batizam pelos mortos, se absolutamente os mortos não ressuscitarem?”.

– 2Mc 12,44 – “Se ele não julgasse que os mortos ressuscitariam, teria sido vão e supérfluo rezar por eles”.

De fato os apóstolos provavelmente utilizavam a Septuaginta, versão grega do antigo testamento, que continha os livros de Macabeus, conforme reconhecido pela SBB, uma das principais editoras evangélicas do país [1]. O autor da carta aos hebreus (11,35), por exemplo, narra o acontecimento citado em 2Mc 7:1-29, onde irmãos judeus são assassinados por não aceitarem a profanação grega.

Parece-nos, inclusive, que o próprio Paulo praticou a oração pelos mortos.

Em 2Tm, São Paulo lembra alguns eventos de suas viagens. Ao final do 1º capítulo, ele fala de Onesíforo, um cristão de Éfeso que ajudou o apóstolo durante a sua passagem pela cidade. O tom da passagem (2Tm 1,16-18) é de quem lembra com carinho um amigo que morreu. O apóstolo encerra o capítulo orando para que Deus tenha misericórdia da casa de Onesíforo e do próprio Onesíforo “naquele Dia”, ou seja, no dia do juízo.

Provavelmente Onesíforo estava morto, já que, no final da mesma carta, Paulo enumera as pessoas para quem Timóteo deveria levar os cumprimentos: “Prisca, Áquila e a família de Onesíforo” (2Tm 4:19). Enquanto os outros são citados pessoalmente, apenas a família de Onesíforo, e não o próprio, é citada. Não parece razoável crer que Onesífero poderia estar vivo mas em outro lugar, já que no versículo seguinte, Paulo enumera expressamente os discípulos que estavam em outras cidades, sem citar Onesíforo como sendo um deles (2Tm, 4:20).

De fato, embora esteja escrito que após a morte vem o Juízo (Hb 9:27), também está escrito que, dentre os salvos, uns passarão “pelo fogo” e outros, não (I Cor 3,11-15). Para os católicos, este fogo que atinge aqueles que são salvos não pode ser o inferno, porque no inferno não há salvos; nem pode ser no paraíso, porque no paraíso não há fogo. Logo, seria um estágio intermediário, onde os salvos que edificaram sobre “madeira, ou com feno, ou com palha” (I Cor 3,12) ainda poderiam se beneficiar da oração dos justos da terra.

Foi o que fez Macabeus em relação aos seus companheiros mortos em batalha. Foi o que provavelmente fez Paulo em relação a Onesíforo. E é o que a Igreja Católica fez desde os primeiros cristãos pós-apóstolos e fará até o final dos tempos.

ALERTA: Anvisa proíbe comercialização de 2 lotes de chocolates da Garoto; suspeita é que produtos contenham vidro

Foi publicada, nesta terça-feira (18) a Resolução-RE nº 3.420 de 17 de outubro de 2022, que determina a proibição de comercialização, distribuição e uso, além de comunicar o recolhimento voluntário de dois lotes de chocolates da marca Garoto.

A Anvisa recebeu o comunicado de recolhimento voluntário iniciado pela empresa Chocolates Garoto Ltda. referente aos lotes:

– Lote 225212941G: chocolate ao leite com Castanhas de Caju, marca Garoto, tablete 80g, validade 09/09/2023

– Lote 225312941G: chocolate ao leite com Castanhas de Caju e Uvas Passas, marca Garoto, tablete 80g, validade 09/09/2023

O procedimento de recolhimento foi iniciado pela empresa, tendo em vista a constatação de avaria em um dos equipamentos de produção da fábrica com risco de conter pequenos fragmentos de vidro em produtos dos lotes mencionados, podendo causar lesões na boca ou mucosas.

Com base nos registros da empresa, há possibilidade de contaminação apenas nos dois lotes mencionados, não havendo restrição de uso dos demais produtos da marca.

De acordo com a documentação apresentada pela empresa no comunicado de recolhimento voluntário, a maior parte dos produtos dos lotes implicados não foi comercializada, porém, alguns produtos foram distribuídos em Vila Velha/ES e no estado de Santa Catarina.

Caso você tenha adquirido chocolate ao leite da marca Garoto, em tablete de 80 g, dos sabores “Castanhas de Caju” ou “Castanhas de Caju e Uvas Passas”, verifique o lote do produto no verso do rótulo, próximo ao lacre.

Se for identificado os códigos de lote 225212941G ou 225312941G, não consuma o produto!

Guarde a embalagem e entre em contato com o Serviço ao Consumidor Garoto, pelo telefone 0800 055 95 50, de segunda a sexta, das 8h00 às 18h00, exceto feriados, ou pelo e-mail sacgaroto@garoto.com.br para troca ou reembolso.

Portal Grande Ponto

Jailson Barbosa perdeu os documentos em São Paulo do Potengi

O Potengiense Jailson Barbosa perdeu carteira com documentos em São Paulo do Potengi, entre o Bairro Assunção e o Centro da cidade.

Quem encontrar, por favor entrar em contato.

Jovem faz Santuário em serra próxima a parelhas

O jovem Arivan Lucas, de 19 anos, teve a ideia de criar um pequeno Santuário na Serra da Capelinha, nas proximidades de Parelhas.

No local, em concordância com o pároco do município, colocou uma cruz, mensagens positivas e um balanço pra crianças.

A visão é privilegiada. De lá, da para vê toda a cidade.

A beleza, que aumenta no momento do pôr do sol, tem feito do santuário um ponto turístico naquela região.

Do blog, os parabéns ao jovem Arivan pela iniciativa.

Vice-governador eleito do RN é ameaçado de morte por supostamente destituir Adjuto Dias de cargo no MDB

Em áudio atribuído ao ex-vereador de Caicó Leleu Fontes (MDB), o vice-governador eleito do Rio Grande do Norte e atual deputado federal, Walter Alves (MDB), recebe ameaças de morte. O motivo é supostamente ter destituído o deputado estadual eleito Adjuto Dias (filho do prefeito de Natal, Álvaro Dias, do PSDB) da presidência do MDB de Caicó.

“Nós vamos lhe procurar nesse estado como se caça rato”, diz Leleu a Walter Alves.

“Onde você estiver, eu vou lhe procurar, quero conversar com você cara a cara. Quero saber se você é macho a ponto de fazer o que fez com Henrique Alves e não houve nenhuma reação, mas agora com Adjuto vai ter”.

Leleu chama o Walter Alves de vagabundo, pilantra, desonesto e diz que o futuro vice-governador atraiu cobras perigosas: “Você puxou para os seus pés um serpentário de cobras venenosas capaz de acabar com sua vida. Isso eu não tenho medo de dizer não. Você repense o que fez”.

A assessoria de imprensa de Walter Alves informou nesta terça-feira (4) que o caso será levado à Polícia Federal e o partido divulgou nota em que nega a destituição de Adjuto Dias do cargo em Caicó.

“A Comissão Provisória do MDB em Caicó está ‘caduca’ desde julho passado, e não houve nenhuma alteração na direção. O presidente estadual do MDB, deputado federal e vice-governador eleito Walter Alves, classifica a informação como “boato” e informa que nenhuma decisão com relação a presidências municipais do partido foi tomada nos últimos dias”, diz o comunicado.

Criança realiza o sonho de andar em viatura da PM em São Paulo do Potengi

No último dia 25, a pequena Maria Isabel realizou o sonho de andar numa viatura da polícia militar.

Ela tem 4 anos, e é filha de Fernanda e Michel, residentes no Bairro Novo Juremal, São Paulo do Potengi.

A mãe da criança procurou a Companhia da PM, pedindo que fosse autorizado que filha fizesse uma ronda na viatura, como presente de aniversário.

A Polícia atendeu, pra a felicidade de Maria Isabel.

Matéria enviada pelo Sargento Calixto.

Deputada Carla Dickson é coautora de livro sobre o combate a violência contra mulher

A deputada federal Carla Dickson é coautora do livro “Com Quantas Marias se faz uma patrulha”, lançado esta semana em Natal. A obra traz artigos sobre o enfrentamento a violência contra mulher.

A parlamentar assina o capítulo “A violência contra mulher, o atentado contra família”. “A violência contra mulher precisa ser posta em um espectro muito maior do que o atentado de uma pessoa de um sexo contra outra. Vai muito além, cada mulher agredida representa o ataque mais cruel e duro à família. Afinal, as sequelas são sofridas por filhos, pais, parentes, amigos. Todos são vítimas do feminicídio cada vez que a mulher é agredida. Vítimas com impactos de saúde física e mental”, escreve Carla Dickson no livro.

A obra é organizada pela delegada Sheila Freitas e pela professora Udymar Pessoa.

A deputada federal, relata na obra, as muitas lutas que já travou no combate a violência doméstica. “Hoje, com certeza, ainda temos casos de subnotificação. Mas a conscientização a partir de ações empreendidas pelo Agosto Lilás muito contribuem para despertar nas mulheres e nos seus familiares e amigos a percepção de que a denúncia contribui para punir o agressor, mas também coibir outros que, eventualmente, viessem a se colocar como tal”, escreveu.A deputada federal Carla Dickson é coautora do livro “Com Quantas Marias se faz uma patrulha”, lançado esta semana em Natal. A obra traz artigos sobre o enfrentamento a violência contra mulher.A parlamentar assina o capítulo “A violência contra mulher, o atentado contra família”. “A violência contra mulher precisa ser posta em um espectro muito maior do que o atentado de uma pessoa de um sexo contra outra. Vai muito além, cada mulher agredida representa o ataque mais cruel e duro à família. Afinal, as sequelas são sofridas por filhos, pais, parentes, amigos. Todos são vítimas do feminicídio cada vez que a mulher é agredida. Vítimas com impactos de saúde física e mental”, escreve Carla Dickson no livro.A obra é organizada pela delegada Sheila Freitas e pela professora Udymar Pessoa. A deputada federal, relata na obra, as muitas lutas que já travou no combate a violência doméstica. “Hoje, com certeza, ainda temos casos de subnotificação. Mas a conscientização a partir de ações empreendidas pelo Agosto Lilás muito contribuem para despertar nas mulheres e nos seus familiares e amigos a percepção de que a denúncia contribui para punir o agressor, mas também coibir outros que, eventualmente, viessem a se colocar como tal”, escreveu.