Wilsinho é eleito prefeito de Canguaretama/RN

Foto: Frankie Marcone

Wilsinho Ribeiro (PTB) foi eleito prefeito do município de Canguaretama neste domingo (27).

Com 100% das urnas apuradas, Wilsinho obteve 9.403 (54,74%) votos.

Os adversários na disputa, Márcio Cabelereiro (PDT) e Dra. Ana Célia (União) tiveram, respectivamente, 7.352 (42,8%) votos e 423 (2,46%) votos.

Dois municípios do RN terão eleição suplementar neste domingo (27): Canguaretama (RN) e Pedro Velho (RN)

Foto: Canguaretama

Os dois municípios pertencem à 11ª zona eleitoral. Canguaretama tem 24.006 eleitores, que devem votar em 80 seções, distribuídas em 19 locais de votação, Já Pedro Velho tem 11.605 eleitores, organizados em 43 seções eleitorais e em 9 locais de votação.

Para as eleições suplementares, o cartório eleitoral de Canguaretama registrou 3 candidaturas para o cargo de prefeito:

1) João Wilson de Andrade Ribeiro Filho

Partido: PTB

Partido/ Federação / Coligação: Trabalho e Compromisso

Vice: Maria de Fátima Moreira (Fátima do Murim)

2) Ana Célia Felipe de Oliveira

Partido: União

Partido/ Federação/ Coligação: A verdadeira mudança

Vice: Thawesley Inácio da Silva Santos (Thal)

3) Márcio de Vasconcelos )

Partido: PDT

Partido/ Federação/ Coligação: Agora é a vez do povo

Vice: Leandro Varela Santos (Leandro Varela)

Já em Pedro Velho os candidatos são os seguintes:

1) Francisca Edna de Lemos

Partido: PSB

Partido/ Federação/ Coligação: Forte é o povo

Vice: Rejane Maria de Lima Costa (Rejane Costa)

2) Pedro Gomes da Silva Júnior

Partido: UNIÃO

Partido/ Federação/ Coligação: Pedro Velho para todos

Vice: José Maurício de Souza Medeiros (Professor Maurício)

3) Cledenilson Valdevino Moreira )

Partido: Avante

Partido/ Federação/ Coligação: Avante

Vice: Maria da Conceição de Lima

4) José Wilson da Silva

Partido: PSOL

Partido/ Federação/ Coligação: Federação PSOL REDE (PSOL/ REDE)

Vice: Tito Lívio Bezerril Luz (Tito)

Eleições/22: Os professores Geílson e Jefinho são candidatos a diretor e a vice da Escola Estadual Dinarte Mariz, em São Paulo do Potengi

Na próxima quarta-feira (30/11/2022) acontecerá eleições nas escolas estaduais de todo Rio Grande do Norte, onde serão eleitos novos diretores (a) e vice-diretores (a) para o triênio de 2023 a 2025.
Na Escola Estadual Senador Dinarte Mariz, aqui de nosso município, terá chapa única, a mesma será composta pelos professores Geilson Azevedo (Candidato a Diretor) e Jefferson Augusto (Candidato a Vice-diretor).
         O eleitorado que poderá participar do pleito é composto por estudantes da instituição (a partir de 12 anos de idade), professores, servidores e pais ou responsáveis pelos alunos.
         Vamos conhecer um pouco mais sobre os candidatos a diretor e vice-diretor da Escola Estadual Senador Dinarte Mariz:
O professor Francisco Geilson de Azevedo Silva é graduado licenciatura plena em Pedagogia pela Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA), também é graduado licenciatura plena em História pela Universidade Federal do Rio Grande Norte (UFRN), e Pós-Graduado em Educação Infantil pela Faculdade Integrada de Patos (FIP). Profissional da educação desde 2005, foi professor do antigo Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (PETI), Coordenador do SINTE (Núcleo de São Paulo do Potengi-RN), e a partir do ano de 2012 ao ser aprovado e convocado em concurso público da rede estadual de ensino, professor da Escola Estadual Senador Dinarte Mariz.

Na referida Escola, além de docente, já exerceu as funções de vice-diretor e também de diretor (Triênio 2017-2019), atualmente na função de Coordenador Administrativo-financeiro da mesma.

Jefferson Augusto Santos Dantas, é licenciado em Geografia pela Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA). Começou a lecionar em 2008 na Escola Estadual Maurício Freire no segmento EJA em forma de contrato. Em 2011, prestou concurso para professor da rede estadual do RN, sendo aprovado e, consequentemente, convocado em agosto de 2012, assumindo o primeiro vínculo como titular de Geografia na Escola Estadual Manoel Severiano, localizada em Riachuelo. Em 2015 foi aprovado em mais um concurso da rede estadual do RN, sendo convocado para o segundo vínculo em abril de 2019. A 6 anos compõe o quadro de professores da Escola Estadual Senador Dinarte Mariz.

URGENTE: Ministério da Defesa entrega relatório sobre o sistema eleitoral sem apontar fraude

O Ministério da Defesa entregou nesta quarta-feira (9), ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o relatório que a pasta fez sobre o sistema eleitoral.

No documento, o ministério informa que não investigou crimes eleitorais.

“Assinalo que o trabalho restringiu-se à fiscalização do sistema eletrônico de votação, não compreendendo outras atividades, como, por exemplo, a manifestação acerca de eventuais indícios de crimes eleitoral”, diz o texto.

O ministério pede ao TSE que analise dois pontos. O primeiro é que, segundo o relatório, o acesso à rede durante a compilação do código-fonte e consequente geração dos programas — os códigos binários — pode configurar risco à segurança do processo.

O segundo ponto se refere aos testes de funcionalidade, realizados por meio do teste de integridade e do projeto-piloto com biometria.

Segundo o documento, não é possível afirmar que o sistema eletrônico de votação está isento da influência de um eventual código malicioso que possa alterar o seu funcionamento.

O ministério pediu que a Corte atenda a sugestão dos técnicos militares de realizar uma investigação técnica para melhor conhecimento da compilação do código-fonte e de seus possíveis efeitos e de promover a análise minuciosa dos códigos que efetivamente foram executados nas urnas eletrônicas.

Potiguares faturam alto com apostas nas eleições; empresário de Jucurutu/RN estima que ganhou mais de um milhão de reais

FOTO: ALEX RÉGIS/ TRIBUNA DO NORTE

A eleição presidencial mais acirrada desde a redemocratização fez com que potiguares e brasileiros espalhados em todo o Brasil ganhassem dinheiros em apostas na disputa entre Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e Jair Bolsonaro (PL). No Rio Grande do Norte, foram vários os casos de eleitores que faturaram alto com a vitória do petista. Em Jucurutu, por exemplo, um apostador estima que ganhou mais de R$ 1 milhão em apostas com carros, casa, animais, motos e dinheiro.

Segundo Junior Lourenço, 49, empresário do ramo de automóveis da cidade de Jucurutu, as apostas começaram ainda no primeiro turno e havia uma série de vídeos gravados para comprovar as negociações. Algumas das negociações eram passadas em cartório ou “casadas” nas mãos de pessoas de confiança para ninguém se “quebrar” nas apostas. Ao todo, foram 10 apostas.

“Pessoal está pagando tudo bem direitinho. Ao todo, juntando troço, dinheiro, carro, moto, gado, casa, é avaliado em mais ou menos R$ 1 milhão. Apostei carro em cima de dinheiro, joias, foram várias. Ganhei casa também, que vale ‘num sei quantos mil”. Ganhei três carros pequenos e uma D20, foram 10 motos também”, comenta Lourenço.

Tribuna do Norte

Equipe de Lula vai apresentar PEC da Transição, para liberar gastos com “despesas inadiáveis”; Alckmin fala em “agilidade”

Após reunião com a equipe de transição do governo Lula (PT), liderada pelo vice-presidente eleito Geraldo Alckmin (PSB), o senador Marcelo Castro (MDB-PI) anunciou que representantes da nova gestão apresentarão no Congresso uma PEC da Transição, para liberar o pagamento de “despesas inadiáveis” que não estão previstas no orçamento apresentado pelo governo Jair Bolsonaro (PL).

“Chegamos a um entendimento, que não cabe no orçamento atual as demandas que nós precisamos atender. Então, em comum acordo, decidimos levar aos líderes partidários, ao presidente do Senado, ao presidente da Câmara a ideia de aprovarmos uma PEC em caráter emergencial, de transição deste governo para o próximo, excepcionalizando do teto de gastos algumas despesas que são inadiáveis, como por exemplo o Bolsa Família de R$ 600, que é um compromisso público assumido pelo presidente Lula. Então houve esse entendimento”, declarou Castro.

Alckmin disse que já há novas reuniões marcadas, inclusive com Lula, para tratar do tema. “Vamos procurar o presidente da Comissão Mista de Orçamento, deputado Celso Sabino (União Brasil-PA), e conversar com os presidentes da Câmara e do Senado. Na próxima terça-feira nos encontraremos novamente para poder detalhar as necessidades. Preocupação é em manter o Bolsa Família de R$ 600. Para pagá-lo em janeiro, há a necessidade de até 15 de dezembro termos a autorização da chamada PEC da Transição e a Lei Orçamentária, para não termos a interrupção de serviços e obras. Essa é uma preocupação, garantir o orçamento para não ter a interrupção de serviços públicos ou paralisação de obras públicas. Isso não está adequado no orçamento enviado ao Congresso. Há a necessidade de haver uma suplementação para garantir os serviços, as obras e, ao mesmo tempo, por exemplo, a questão do Bolsa Família de R$ 600”.

“Nós vamos ter segunda-feira uma reunião com o presidente Lula para a gente definir os números e na terça-feira nos encontraremos novamente. A reunião foi muito proveitosa e tudo tem que ser muito rápido, porque tem que ter ainda uma série de procedimentos, então a agilidade é muito importante”, complementou. Ele disse que, na reunião, “não se discutiu nenhum valor” que serão liberados com a PEC: “é uma definição para a próxima semana”.

Treze horas após resultado, Bolsonaro mantém silêncio sobre vitória de Lula na eleição

Presidente Jair Bolsonaro do lado de fora do local de votação no Rio de Janeiro. — Foto: REUTERS/Ricardo Moraes

Treze horas após o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) ter confirmado neste domingo (30) a eleição de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) para a Presidência da República, Jair Bolsonaro, candidato derrotado do PL à reeleição, ainda não se manifestou sobre o resultado

O resultado foi confirmado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) às 19h57, quando 98,81% das urnas já tinham sido apuradas. Àquela hora, Lula, tinha 50,83% dos votos válidos e não poderia mais ser alcançado por Bolsonaro, que contabilizava 49,17% de votos válidos.

Ao todo, com 100% das urnas apuradas, Lula obteve 60,3 milhões de votos, e Bolsonaro, 58,2 milhões de votos.

Tradicionalmente, candidatos derrotados ligam para o adversário e fazem uma declaração pública reconhecendo a vitória do oponente. Em 2018, por exemplo, o então candidato do PT Fernando Haddad reconheceu a vitória de Bolsonaro ainda no domingo à noite.

G1

.

Do presidente eleito Lula: ‘Não existem dois Brasis. É hora de baixar as armas’

Foto: Fábio Tito/G1

O agora presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT) fez o discurso da vitória em São Paulo na noite deste domingo (30). Ele afirmou que o momento é de “restabelecer a paz entre os divergentes”. Lula disse que vai governar para todos os brasileiros, e não só para os que votaram nele. Para o presidente eleito, “não existem dois Brasis”.

No discurso, ele estava ao lado de aliados, como o vice-presidente eleito, Geraldo Alckmin (PSB), e a senadora e terceira colocada no primeiro turno, Simone Tebet (MDB).

“Meus amigos e minhas amigas. A partir de 1º de janeiro de 2023, vou governar para 215 milhões de brasileiros e brasileiras, e não apenas para aqueles que votaram em mim. Não existem dois Brasis, somos um único país, um único povo, uma grande nação”, afirmou Lula.

Lula defendeu a paz e a convivência harmônica no país.

“Estou aqui para governar esse país numa situação muito difícil. Mas tenho fé que com a ajuda do povo, nós vamos encontrar uma saída para que esse país volte a viver democraticamente, harmonicamente. E a gente possa, inclusive, restabelecer a paz entre as famílias, os divergentes, para que a gente possa construir o mundo que nós precisamos, e o Brasil”, completou.

Ele disse que não interessa a ninguém viver em um país em eterno estado de guerra. Lula afirmou ainda que o ódio foi propagado de forma criminosa no Brasil.

“Não interessa a ninguém viver numa família onde reina a discórdia. É hora de reunir de novo as famílias, refazer os laços de amizade rompidos pela propagação criminosa do ódio. A ninguém interessa viver em um país dividido, em permanente estado de guerra”, argumentou.

“É hora de baixar as armas, que jamais deveriam ter sido empunhadas. Armas matam. E nós escolhemos a vida”, declarou.

Portal G1

Lula é eleito pela terceira vez presidente do Brasil com cerca de 1.960.000 votos de maioria sobre Bolsonaro

Luiz Inácio Lula da Silva, 77 anos, do Partido dos Trabalhadores, foi eleito pela terceira vez (neste domingo, 30) presidente do Brasil, com 50,83% dos votos válidos contra 49,16% obtidos por Bolsonaro.

Cobertura completa aqui no Blog.

Fátima Bezerra votou na Zona Sul de Natal: “Viva a democracia”

A governadora do Rio Grande do Norte Fátima Bezerra (PT) votou neste domingo 30 por volta das 13h na Faculdade Estácio, em Capim Macio, Zona Sul da capital potiguar.

“Que alegria é viver numa democracia e poder escolher o lado certo”, escreveu a governadora reeleita no Twitter. E continuou: “Viva a democracia”.

Na saída da seção eleitoral, acompanhada de colegas de partido, Fátima disse que o esforço para a votação vale a pena e disse estar confiante na vitória de Lula (PT) para a Presidência da República. “A expectativa é positiva, Lula chega com muita solidez, diante de todas as pesquisas do segundo turno. Vamos celebrar a democracia”, pontuou.

Agora RN

Presidente do TSE Alexandre de Morais pede explicações à PRF após denúncia de blitz para intimidar eleitores

Após pipocarem denúncias de eleitores de que operações e blitze da Polícia Rodoviária Federal (PRF) estão dificultando o deslocamento de eleitores, sobretudo no Nordeste, o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Alexandre de Moraes, cobrou explicações da entidade neste domingo (30/10)

Moraes determinou que o diretor-geral da PRF, Silvinei Vasques, seja oficiado “com urgência” a “informar imediatamente sobre as razões pelas quais [estão sendo] realizadas operações policiais”.

Denúncias

Por meio de vídeos, divulgados nas redes sociais, pessoas denunciam mobilização da PRF que pode dificultar o voto neste domingo. Entre eles, o prefeito de Cuité (PB), Charles Camaraense (Cidadania). De acordo com ele, agentes da corporação estão na entrada da cidade para impedir que a população vote.

Metrópoles

Eleição muito tranquila em São Paulo do Potengi e em todo Brasil

Escola Maurício Freire hoje pela manhã. Fila em apenas uma seção

Na manhã de hoje, a reportagem do Blog percorreu vários locais de votação, em nossa cidade, maior colégio eleitoral da região potengiense com mais de 13 mil votos, bem diferente do 1º turno onde as filas eram enormes.

Na Escola Estadual Maurício Freire, local com o maior número de votantes, cerca de 3.500 eleitores, a votação está ocorrendo rapidamente, com fila em apenas uma seção. Nos outros locais de votação a tranquilidade e a rapidez é a mesma.

Pelas informações que estão chegando em tempo real a nossa redação, em todo o Brasil a Eleição em segundo turno está ocorrendo normalmente.

Outras informações a qualquer momento.

Centro de São Paulo do Potengi, hoje pela manhã.

Nunca houve virada no 2º turno para a Presidência no Brasil desde 1989

A medida em que Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e Jair Bolsonaro (PL) caminham para a reta final do segundo turno das eleições, o Brasil se aproxima do sétimo pleito em que o presidente da República será definido em uma segunda votação.

Desde a redemocratização, houve segundo turno nas eleições para presidente e vice-presidente da República em 1989, 2002, 2006, 2010, 2014 e 2018. Já nas eleições de 1994 e 1998, o pleito foi decidido no primeiro turno.

Todos os pleitos presidenciais que avançaram para o segundo turno tiveram como vencedor aquele que teve mais votos na primeira votação. Portanto, um candidato que ocupou o segundo lugar na primeira etapa das eleições nunca conseguiu virar os votos e sair vitorioso da disputa presidencial.

Metrópoles

Lula vence na Austrália, Coreia e Nova Zelândia; Bolsonaro vence no Japão

As Eleições 2022 já foram finalizadas em alguns países do exterior. Como muitos sabem, os brasileiros residentes em outros países podem participar da votação do segundo turno para definir o próximo presidente do Brasil.

Longas filas voltaram a se formar nesta manhã em diversos consulados do Brasil no mundo, diante de uma participação recorde de brasileiros que vivem no exterior votando para o segundo turno das eleições presidenciais.

Na Ásia, os primeiros resultados confirmaram as tendência no primeiro turno. Na Coreia do Sul, Luiz Inácio Lula da Silva venceu com 126 votos, contra 70 para o presidente Jair Bolsonaro. Na Austrália, os dados apontam 2970 votos para Lula, contra 1688 para Bolsonaro. No consulado brasileiro em Sidney, por exemplo, Lula ficou com 61% dos votos.

Na Nova Zelândia, Lula também venceu, com 353 votos. Bolsonaro ficou com 132.

Bolsonaro, porém, venceu no Japão. Em Nagoya, o presidente ficou com 84% dos votos, cerca de 3,4 mil.

No primeiro turno, Lula somou 138 mil votos no exterior, o que representava 47% de apoio. Bolsonaro ficou com 41%, com 122 mil votos.

A eleição no exterior, em 2022, entra para a história como o processo com a maior participação de brasileiros desde que o pleito passou a ser organizado para os nacionais pelo mundo. Estão inscritos quase 700 mil brasileiros para votar, o dobro do volume registrado em 2014.

UOL

ATLAS INTEL: Lula venceu para 51,5% dos indecisos, enquanto Bolsonaro teve 33,7% da preferência

A avaliação dentro da campanha do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) é de que seu desempenho no último debate do segundo turno, na noite de sexta-feira na TV Globo, foi o melhor até agora entre todos os que ele participou nesta eleição, mesmo com a dificuldade de encaixar falas sobre propostas.

O resultado é o mesmo do tracking feito pelo instituto Atlas Intel. Para 51,5% dos entrevistados, Lula foi o vencedor do debate, enquanto 33,7% deram a vitória a Bolsonaro.

TRE-RN prevê eleição tranquila com menos filas e votação mais rápida

A exemplo do 1º turno, as eleições presidenciais no Rio Grande do Norte devem acontecer de forma tranquila, garante o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-RN). A Justiça Eleitoral também prevê votação mais rápida e filas menores dentro das seções durante o 2º turno, diferentemente do que ocorreu no último 2 de outubro.

No Estado, o pleito do 1º turno foi marcado por horas de espera nas filas e votação após as 17h. A coordenadora de Direitos Políticos e Cadastro Eleitoral do TRE-RN, Andréa Campos diz que tanto a logística de preparação quanto a etapa de totalização dos votos serão mais ágeis neste domingo.

Um dos fatores que contribuem para isso, explica Campos, será o voto em apenas um candidato, já que o Estado resolveu a eleição para governador no 1º turno. “A operação será muito mais rápida, a carga da urna será mais ágil e a votação também porque o eleitor só vai ter uma tela para votar, diferente do 1º turno que ele também votava para governador, deputados federal e estadual e senador. Todos esses fatores que contribuíram para que os eleitores ficassem horas nas filas não aconteceram domingo”, detalha.

Tribuna do Norte

Lula e Bolsonaro fazem último debate antes de votação decisiva

Foto: Nelson Almeida

Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e Jair Bolsonaro (PL) fazem, nesta noite, o último embate antes da disputa final nas urnas no próximo domingo (30/10). Os candidatos participam de debate organizado pela Rede Globo nesta sexta-feira (28/10), marcado para às 21h30. O evento será mediado pelo jornalista William Bonner e transmitido pela emissora, na GloboNews, portal G1 e Globoplay.

O debate terá duração de uma hora e meia e será dividido em cinco blocos. O primeiro e o terceiro terão 30 minutos, com cada candidato tendo 15 minutos para administrar entre perguntas e respostas com tema livre. Bolsonaro começa questionando no primeiro bloco e Lula inicia o terceiro.

O segundo e quarto blocos terão duração de 20 minutos, divididos em dois debates com tema restrito. Os candidatos deverão escolher o assunto das perguntas em uma lista definida previamente pela produção da Globo e terão que administrar seu tempo entre as perguntas e respostas. O quinto e último bloco é reservado para as considerações finais dos participantes.

Estado de Minas