TSE dá cinco dias para Bolsonaro se explicar sobre vídeo contra urnas

O ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) Benedito Gonçalves determinou que o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) se explique, no prazo de cinco dias, sobre uma publicação na internet contra o resultado da eleição feita dois dias depois da invasão ao Congresso Nacional, Palácio do Planalto e Supremo Tribunal Federal (STF).

O documento explica que Bolsonaro publicou um vídeo nas redes sociais com a seguinte frase: “Lula não foi escolhido pelo povo, ele foi escolhido e eleito pelo STF e TSE”. O ex-presidente apagou a publicação em seguida.

Segundo a defesa de Bolsonaro, eles estão preparando uma manifestação que será apresentada em breve.

A decisão foi anexada na ação do TSE contra Bolsonaro e aliados. O prazo de cinco dias começa a contar a partir da citação de Bolsonaro.

R7

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *