Forças de Segurança fazem megaoperação à espera de manifestação na Esplanada

Forças de segurança do Distrito Federal e nacionais estão com um forte aparato policial e de socorro à espera de um protesto bolsonarista na Esplanada do Ministérios, nesta quarta-feira (11/1). O ato está previsto para as 18h, mas até as 16h não havia sinal de manifestantes.

A prisão de responsáveis pelos atos contra a democracia diminuiu o tom favorável a um golpe de Estado em grupos virtuais, que não fomentaram com o mesmo vigor do último domingo as pautas por novos ataques. A parcial de detidos é 1.187

Nos arredores da Esplanada, todo o efetivo da Polícia Militar do DF, parte do contingente da Polícia Federal (PF) e da Força Nacional estão a postos. Agentes da Polícia Civil do DF também foram chamados a fim de reforçar o atendimento à cidade.

Fechada para veículos, a Esplanada tem dezenas de viaturas policiais, helicóptero e reforço do Batalhão de Cães. Equipes do DF Legal também acompanham. Quase 10 vans e ônibus da PM foram posicionados. Dentro, capacetes, cassetetes e mais equipamentos de preparação contra confrontos.

A megaoperação é comandada pelo interventor federal na Segurança Pública do DF, Ricardo Cappelli. Em entrevista à imprensa, o também secretário-executivo do Ministério da Justiça e Segurança Pública garantiu que “não há hipótese de se repetir na capital o que aconteceu”.

Ele se referia ao ato antidemocrático, no qual vândalos bolsonaristas depredaram as sedes dos Três Poderes da República: o Palácio da Planalto, o Congresso Nacional e o Supremo Tribunal Federal (STF).

O interventor ainda mandou fechar a Esplanada dos Ministérios para se antecipar quanto à segurança do local.

Além de ter o tráfego fechado, houve reforço da segurança em toda a região, especialmente ao lado dos prédios dos ministérios e das sedes dos Três Poderes: Congresso Nacional (Legislativo), Palácio do Planalto (Executivo) e Supremo Tribunal Federal (Judiciário).

As vias S1 e N1, no Eixo Monumental, fecharam da altura da Rodoviária do Plano Piloto até a L4. O acesso às pistas da L2 pela Esplanada estão bloqueados. Ainda não há previsão de liberação do trânsito.

Quem quiser chegar aos prédios dos ministérios ou de órgãos e empresas na região deve passar pelas vias S2 e N2.

Segurança para manifestação

Todas as mochilas serão revistadas. Segundo a PMDF, não serão permitidos materiais perfurocortantes, carros de som, entre outros materiais que possam causar dano, como canivete e fogos de artifício.

Não serão permitidas também hastes de faixas feitas de madeira, PVC e ferro. A polícia não vai interferir em relação ao conteúdo das faixas, mesmo se for pauta inconstitucional.

Mais cedo, parte do aparato policial já estava nas ruas de Brasília que ficam perto dos órgãos oficiais.

Metrópoles 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *