Silêncio de Bolsonaro diante de ameaças golpistas gera alerta internacional

Foto: Alan Santos/PR

Entidades e governos estrangeiros estão preocupados com a posse de Luiz Inácio Lula da Silva (PT), no dia 1º de janeiro de 2023, que deve contar com mais de 50 delegações de alto nível do exterior. Segundo a coluna apurou, o principal motivo do alerta é o silêncio do presidente Jair Bolsonaro (PL) e de seus aliados e de seus aliados diante das ameaças contra a cerimônia e indícios de atentados de extrema direita.

A reportagem do UOL apurou que as notícias sobre a prisão de suspeitos de estarem planejando um ataque, assim como a organização de manifestações violentas, estão sendo acompanhadas de perto pelos organismos estrangeiros. Alguns, ainda sob a condição de anonimato, indicaram que estudam emitir alertas internacionais às autoridades nacionais, com o objetivo de cobrar garantias de que golpistas sejam processados e de que a posse de Lula possa ocorrer.

Entre embaixadas estrangeiras em Brasília, o Natal foi em parte interrompido para que os postos enviassem às capitais pelo mundo alertas sobre a prisão de George Washington Souza, suspeito de atos terroristas.

UOL

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *