RN tem maior índice de casos suspeitos de dengue no Nordeste

O Rio Grande do Norte lidera o ranking de estados do Nordeste com maior incidência de casos suspeitos de dengue, com 1.124 casos. Na sequência, aparecem Alagoas (834,5), Piauí (738,7) e Paraíba (688,4). O estado potiguar é, também, o segundo da região com maior número de casos prováveis de dengue, contabilizando 40.039, e fica atrás apenas do Ceará que soma 42.972 casos. Os dados são do Boletim Epidemiológico sobre Arboviroses lançado pelo Ministério da Saúde e correspondem ao dia 2 de fevereiro a 5 de setembro de 2022.

No Rio Grande do Norte, Natal é a cidade com os maiores casos suspeitos da doença, contabilizando 14.727 casos, sendo a taxa de incidência de 1.642,3. No comparado a outros municípios que se enquadram no grupo com mais recorrência de casos, o estado é o segundo menor e perde apenas para Cascável (PR) que soma 13.054. Já as duas cidades com maiores registros são Brasília (DF) e Goiânia (GO) com, respectivamente, 62.265 e 49.675 casos.

No âmbito regional, segundo aponta o levantamento, o Nordeste aparece como a segunda região com menor número de incidência a cada 100 mil/hab, com 398,5 casos/100 mil hab. Já a região Centro-Oeste apresentou a maior taxa de incidência de somando 1.867,3 registros, seguida das regiões Sul (1.018,0 casos/100 mil hab.), Sudeste (494,4), Nordeste (398,5 casos) e Norte (227,6 casos).

Em números totais, de acordo com o período analisado, o Brasil somou 1.337.413 casos prováveis de dengue (taxa de incidência de 627,0 casos por 100 mil hab.). Em comparação com o ano de 2019, houve redução de 7,8% de casos registrados para o mesmo período analisado. Quando comparado com o ano de 2021, ocorreu um aumento de 189,1% de casos até a respectiva semana.

Tribuna do Norte

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.