A Saúde Mental no Trabalho deve ser trabalhada com urgência nas empresas

De Eduardo Fidelis

Quando observamos empresas de grande porte e as mais consolidadas no mercado, podemos pontuar alguns programas de prevenção e Segurança do Trabalho.

Isso é diferentemente das médias e pequenas empresas – onde cultura organizacional é pouco fomentada – devido aos seus formatos – o que traz uma grande preocupação. A saúde mental no trabalho é o primeiro fator que fará o funcionário permanecer e construir carreira naquela organização, isso é a retenção.

Este cenário pode ser observado pela rotatividade de funcionários que vem crescendo ao longo dos anos de forma assustadora, por vários fatores internos do ambiente de trabalho, e que estão diretamente relacionados à falta de Saúde Mental no Trabalho – o mercado não deve “fechar os olhos para isso”.

Assim sendo, o funcionário que tem saúde mental, poderá produzir mais. A Saúde Mental no Trabalho deve ser trabalhada com urgência nas empresas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *