Papa Francisco autoriza abertura de processo de beatificação de Padre Cícero

O processo de beatificação de padre Cícero Romão Batista na igreja católica foi autorizado pelo Vaticano. A informação foi divulgada pelo bispo da diocese do Crato, Dom Magnus Henrique Lopes, durante missa realizada na manhã deste sábado (20), no Largo Capela do Socorro, no interior do Ceará.

“Queridos filhos e filhas da Diocese do Crato, romeiros de todo Brasil, é com grande alegria que eu vos comunico nesta manhã histórica que recebemos oficialmente da Santa Sé, por determinação do santo padre, o papa Francisco, uma carta do dicastério para a causa dos santos, datada do dia 24 de junho de 2022”. Disse o padre

“Recebemos a autorização para a abertura do processo de beatificação do padre Cícero Romão Batista que, a partir de agora, receberá o título de servo de Deus”, concluiu Dom Magnus Henrique Lopes durante a celebração.

No ano de 2015, o Vaticano atendeu ao pedido do bispo Dom Fernando Panico e reconciliou o padre Cícero Romão Batista com a igreja católica. Com a reconciliação, não havia mais impeditivos para a abertura do processo de beatificação do “santo popular“.

Beatificação: “Quando alguém é beatificado, essa pessoa passa a ser um exemplo das virtudes cristãs (mais ou menos como um santo), seja por martírio ou por outros exemplos, e seu culto passa a ser permitido, mas diferentemente dos santos, o culto só é permitido em sua região de origem ou onde viveu”.

TV Cultura

Do Blog: Padre Cícero Romão Batista morreu em l934 em Juazeiro do Norte, Ceará. Já em vida, milhares de romeiros de todo o Nordeste se deslocava até Juazeiro para receber conselhos do sacerdote. Depois de sua morte a romaria se intensificou ainda mais e na atualidade continua muito forte, onde os romeiros vão até Juazeiro para pagar promessas e fazer pedidos ao ‘santo popular’.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.