Silvério Alves

Silvério Alves

O grande amor de Monsenhor Expedito ao Cristo Eucarístico

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on email

Numa data tão importante para os cristão católicos espalhados pelo mundo inteiro, onde celebramos o Dia de Corpus Christi, cabe lembrar o grande amor e respeito do nosso eterno sacerdote, o Profeta das Águas, Monsenhor Expedito Medeiros. Ele que durante toda sua vida pastoral ensinou aos seus paroquianos o imenso e sublime significado do Cristo Vivo na Hóstia Consagrada.

Na foto acima, publicada no facebook da professora e fotógrafa Maria Davina, feita no Dia de Corpus Christi de 1992, Monsenhor caminhando com seu rebanho, na Procissão do Corpo de Deus. O sacerdote à frente, enquanto o povo respeitosamente conduzia o Santíssimo em um andor.

No poema publicado abaixo, de autor anônimo, encontrado por Monsenhor no mural de uma paróquia, trata muito bem do amor do Apóstolo das Água pelo Cristo Sacramentado. Poema que ele pediu para colocá-lo no seu caixão, no dia do seu sepultamento. Pedido que foi atendido.

Hora Divina

(Como prova de seu amor e adoração pela Eucaristia)

Hora feliz do céu! Hora divina

Das finezas sem par do Salvador,

Na qual, à voz do padre, a pequenina

Hóstia se torna o corpo do Senhor.

Hora feliz do céu! Deus ilumina

A mente humana, e então, cheia de amor,

A alma presente e vê Deus que se inclina

No mesmo gesto amigo e redentor.

Hora feliz do céu! Hora de encantos,

De carícias, de afetos tais e tantos,

Que assaz nos dizem quanto Deus nos quer!

Meu Jesus, ao findar minha carreira,

Dai que seja a hora derradeira,

A da última missa que eu disser!

Categorias