Silvério Alves

Silvério Alves

Com missas presenciais e protocolos contra a Covid-19, fiéis voltam a celebrar a Padroeira do Brasil na Basílica de Aparecida

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on email

Pelo primeira vez desde o início da pandemia, os fiéis poderão ir às missas de celebração ao Dia da Padroeira nesta terça-feira (12), no Santuário de Aparecida, no interior paulista. Em 2020, na data o público foi restrito a funcionários e pessoas responsáveis pela celebração no momento das missas.

O interior da Basílica, que tem capacidade de receber até 35 mil pessoas por missa, neste ano está limitado a 2,5 mil fiéis em cada celebração – e a capacidade por banco será limitada a três pessoas.

Antes da pandemia, o Santuário costumava receber em média 170 mil fiéis só no dia 12 de outubro. Em 2020 foram 30 mil fieis nos espaços em que era permitida a presença do público.

Como acompanhar às missas à distância?

As principais celebrações do dia serão transmitidas ao vivo pela TV e Rádio Aparecida, nas redes sociais do Santuário Nacional e no site da Basílica (clique aqui). As missas que serão transmitidas são:

  • Missa das 7h
  • Missa Solene das 9h
  • Missa das Crianças das 12h
  • Consagração Solene às 15h
  • Angelus 18h-18h45
  • Missa de encerramento às 19h

Qual o tema da festa em 2021?

A Novena e Festa da Padroeira te como tema “Com Maria, somos povo de Deus, unido pela aliança”. A reflexão convida os devotos a compreenderem a aliança de Deus com seu povo. Ela está ligada ao Êxodo, que marca a saída do povo do Egito, pela força de Deus e liderança de Moisés e a sua libertação.

Categorias