TSE vai investigar se houve propaganda antecipada e abuso de poder em ato do 7 de Setembro

O corregedor-geral da Justiça Eleitoral, ministro Luis Felipe Salomão, vai apurar se houve propaganda antecipada e abuso de poder em manifestações bolsonaristas de raiz golpista no 7 de Setembro.

Decidida nesta quarta-feira (15), a investigação é decorrente de indícios de que a mobilização em apoio ao presidente Jair Bolsonaro pode ter sido financiada por empresários ou políticos.

O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) reuniu informações que incluem um vídeo e notícias veiculadas pela imprensa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.