Cayla Rodrigues fala sobre situação política de Tangará e futuro do PT na região

Abaixo, entrevista concedida pela presidente do PT de Tangará/RN, Cayla Rodrigues, ao Blog do J. Netto.

1 – Qual a avaliação que você, como candidata e presidente do PT, faz do resultado obtido nas urnas na eleição de 15 de novembro de 2020?

Nossa avaliação é bastante positiva. Foi muito importante para nós, do Partido dos Trabalhadores em Tangará, ter disputado o pleito municipal. Entramos na eleição com a convicção da possibilidade de vitória, mas houve uma bipolarização que, no final das contas, levou muitos eleitores nosso a optar pelo voto útil em Dr. Ayrton, que é médico na cidade há muitos anos e havia perdido a eleição anterior. Nossa percepção é de que o eleitorado só não queria a reeleição do prefeito Jorginho.

2 – O PT (Partido dos trabalhadores) perdeu muitos aliados a sua candidatura nas proximidades do pleito eleitoral, inclusive candidatos a vereadores. Na sua visão o que provocou essa mudança de pensamento nos seus até então aliados?

Um dos fatores que enfraqueceram nossa campanha na reta final foram as fakenews. Chegaram a visitar eleitores nossos dizendo que eu havia desistido da disputa e que estava pedindo voto para outro candidato. Além disso houve uma pressão forte sobre muitos apoiadores nossos que acabaram seduzidos por uma candidatura com mais estrutura. Muitas dessas pessoas hoje se arrependem e percebem que nossa candidatura é que representava a verdadeira mudança para Tangará. O PT segue com as portas abertas para aqueles que ainda desejam melhorar a vida de nossa população e construir uma Tangará melhor.

3 – Quais são os próximos passos do partido no município de Tangará? O PT local no momento encontra-se preparado para dá um apoio a governadora Fátima Bezerra numa possível candidatura a reeleição?

O PT em Tangará é o partido da governadora. A governadora é nossa maior liderança. Estamos trabalhando para fortalecer o PT em Tangará, organizando reuniões, visitando as pessoas, ouvindo. Estamos prontos para dar à governadora todo o apoio que ela precisa e merece. E vale registrar que, a pedido nosso, Tangará foi incluída entre as doze primeiras cidades a receber os IERN, institutos de educação profissional, nos moldes do IFRN, que vão revolucionar a vida da população em nosso estado.

4 – Cayla, o seu nome sempre esteve em evidência nas eleições de 2020, além de candidata, sempre surgiu comentários de uma possível desistência e apoio a um dos demais candidatos na disputa eleitoral. Nesse início de mandato o seu nome apareceu novamente como uma possível aliada do atual prefeito, Dr. Airton Bezerra. Houve algum encontro com o prefeito? Você recebeu algum convite para fazer parte da gestão?

Em momento algum pensei em desistir. Sou movida por desafios e quando entro numa luta não entro para brincar. No começo da campanha, ficamos muito felizes com o grande crescimento de nossa candidatura nas pesquisas. Depois, enfrentamos as fakenews e o assédio das estruturas e acabamos por perder terreno. Mas pudemos mostrar a grande parte da população nossas ideias e plantar a semente da verdadeira mudança.
Em momento algum o prefeito Ayrton nos procurou ou ofereceu qualquer espaço, porque sabe que não queremos isso. Nosso compromisso é com a cidade de Tangará e seu povo. Por isso seguimos atuando em defesa da cidade, mesmo não tendo vencido as eleições. Como fazemos parte do governo da professora Fátima Bezerra e recebemos o apoio na eleição da deputada Natália Bonavides, pedimos que elas nos ajudassem a trazer benefícios ao município de Tangará, sempre pensando no bem-estar da população. Natália se prontificou a fazer uma emenda para Tangara, com o objetivo de equipar um posto de saúde para a realização de exames laboratoriais e preventivos. Por isso procuramos a prefeitura, para entregar a emenda. Nosso compromisso é com a cidade de Tangará e com o bem-estar do povo de Tangará, independente de quem esteja na prefeitura.

5 – Analisando esses sete meses da gestão do prefeito Dr. Airton, o que Cayla estaria fazendo de difente, caso tivesse sido eleita?

Nesses primeiros sete meses da gestão do prefeito, acho que ele recebeu o município destroçado. Então ele ainda não mostrou a que veio. Veremos como se comporta no restante do mandato.
Agora, nosso plano era, e ainda é, fortalecer a economia da cidade. Se eleita, eu teria reduzido as secretarias, as coordenadorias, realizado caixa para a prefeitura fazer investimentos importantes. Atrair empresas para cidade. Temos uma localização geográfica privilegiada, com acesso a várias rodovias, proximidade com portos. Precisamos dar incentivos e buscar parceiros para gerar empregos na cidade.
Tem a questão da juventude, da educação e do esporte, que merecem muita atenção. Uma diferença crucial entre nós e a administração atual está no que entendemos ser prioridade. Quando conseguimos junto à deputada Natália uma emenda de 100 mil reais para a UBS Alba Montenegro, nossa intenção foi de equipar a UBS para realizar exames preventivos e laboratoriais, para a população poder realizá-los sem sair de nossa cidade. A prefeitura, diferente de nós, sugeriu comprar um carro para a secretaria de saúde. Para nós, muito mais importante que comprar um carro é equipar a UBS para dar um atendimento de qualidade para a população. Nessas coisas se vê a diferença entre nós e a atual administração.

6 – Como será a reestruturação do Partido dos trabalhadores em Tangará para mostrar à população que o projeto do PT, ainda é o melhor para está a frente da gestão?

Estamos criando a secretaria da juventude, das mulheres, organizando os trabalhadores. O PT saiu fortalecido em Tangará, depois da eleição do ano passado. Daremos sequência a esse trabalho, organizando nossas bases e estando prontos para apoiar Fátima no ano que vem.

7 – Cayla, agradeço por nos conceder essa entrevista e deixo o nosso portal a disposição, para sempre que possível ser esse elo entre o partido e a comunidade.

Jota Neto, quero agradecer a você e a seu portal pela oportunidade que nos deu. O Partido dos Trabalhadores está sempre a disposição para novas conversas e esclarecimentos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.