Jovem ameaça fazer chacina em colégio por causa de baixo rendimento escolar

A operação deflagrada em três estados para desarticular o plano arquitetado por adolescentes que promoveriam massacres em escolas e áreas públicas, revelou o que motivou um dos jovens. O garoto de 13 anos pretendia matar colegas e professores a tiros após sofrer queda no rendimento escolar e ter tirado notas baixas.

Durante dias, o aluno conversou com outros adolescentes que moram em Minas Gerais e no Pará e também foram alvos de mandado de busca e apreensão, cumpridos no decorrer da ação batizada de Escola Segura.

Em um dos trechos, o garoto capixaba conversa com outro sobre o tipo de arma que pretendia usar para matar alunos e professores da escola. “Tô querendo um revólver .38 porém com bala e tudo dá uns 7k a 9k, aí acho que vou ter que usar um .32, vou ver ainda (sic)”, disse o jovem, que sofreu busca da Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes Cibernéticos do Espírito Santo.

No cumprimento do mandato de busca e apreensão, os agentes encontraram um simulacro de arma de fogo que o garoto utilizava para treinar como faria o atentado.

Metrópoles

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.