Figurino de Deborah Secco usado em programa da Copa gera polêmica

A estreia da atriz Deborah Secco como comentarista da Copa do Mundo do Catar no programa Tá na Copa, do SporTV, no último domingo (20/11), deu o que falar — e não foi pelo teor dos comentários da artista. Deborah se tornou um dos assuntos mais comentados no Twitter após os internautas opinarem sobre a roupa usada por ela no programa: a camisa social tradicional dos apresentadores estilizada como um cropped e uma calça de cintura baixa com parte da calcinha à mostra.

O look, publicado por Déborah antes mesmo da estreia, foi alvo de críticas e elogios. Para uma parte dos usuários do Twitter, a roupa sexualizou a imagem feminina, que luta tanto por um espaço igualitário em programas esportivos. “Obrigada Déborah Secco pelo desserviço de reforçar que mulher no futebol só serve para ser sexualizada”, escreveu uma internauta.

“Vendo agora o traje da Deborah Secco e penso: tanta mulher fod* que se desdobra de estudar e tentar conquistar espaço, pra vir alguém totalmente fora do eixo do jornalismo e tomar uma iniciativa dessa sabendo de todo contexto do que é ser mulher falando ou fazendo futebol. Cansa”, opinou outra usuária.

As críticas, no entanto, não são unânimes. Muitos internautas saíram em defesa de Deborah ao afirmar que a atriz pode usar o que quiser. “As maiores críticas que passaram aqui sobre o look da Deborah Secco foram de jovens mulheres. Durante o mesmo evento sobre o qual estamos questionando direitos humanos e principalmente, direitos das mulheres. Deprimente”, desabafou uma usuária.

Correio Braziliense

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *