Potengiense é aprovado na PRF e na Polícia Civil do RN

Muita disciplina e constância nos estudos, foi assim que o potengiense Alex Raniere, de 27 anos, conseguiu realizar seu sonho de ser aprovado na PRF (Polícia Rodoviária Federal), um dos concursos mais concorridos e difíceis do Brasil. O blog bateu um papo com ele.
Totalmente focado na aprovação na PRF, Alex contou que chegava a estudar até mais do que 8h por dia. “Eu estudava cerca de 8h por dia, as vezes sendo bem mais que isso. Passei cerca de 3 anos me preparando para o concurso da PRF, tentei a primeira vez em 2019, quase passei, e depois fiz novamente em 2021, sendo então aprovado”.

A dedicação dele em estudar para o concurso da PRF, o fez também passar em outro concurso em 2021, o da Polícia Civil do RN, que não era nem o seu foco. “Para o concurso da Polícia Civil não me preparei diretamente, mas devido a minha bagagem de estudos também passei nele em 2021”, disse Alex.

A PRF e a Polícia Civil não foram as primeiras aprovações de Alex na área policial. Em 2014, com 19 anos, ele passou no concurso da Polícia Militar da Paraíba. “Para o concurso da PM, em 2014, passei 4 meses estudando. Estudava cerca de 5h por dia”, enfatizou ele.

Alex conta que escolheu a área por influência do padrinho que era policial e do irmão que foi fuzileiro naval, e disse que a motivação inicial era a estabilidade financeira. “Comecei a estudar para os concursos motivado pela estabilidade financeira que o setor público me daria, porém com o decorrer do tempo fui tomando gosto pela profissão policial e isso sempre me motivava”.

Alex falou um pouco também sobre as suas estratégias de estudo. “Desde 2014, quando passei para PM, que fui adotando alguns métodos como videoaulas juntamente com apostilas impressas. Mas só em 2018 que meu estudo ficou baseado praticamente nos meus resumos e bastante questões. Tipo, resolvia mais de 300 questões por dia. Logo, percebi que estudar por questões é bem mais eficaz do que ficar apenas na teoria”.

Em São Paulo do Potengi, Alex estudou o ensino fundamental na Escola Estadual Dinarte Mariz e o ensino médio na Escola Estadual Maurício Freire.

Para os concurseiros que ainda estão na luta, ele deixou a dica. “Mantenham a disciplina e constância nos estudos, pois esses dois fatores superam a motivação que as vezes acaba diminuindo com o tempo. Além de elaborar um bom planejamento de estudo, visto que quando o planejamento é bem feito, os resultados positivos juntamente com a aprovação será a consequência”.

SPPNEWS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.