Mais de 400 jatinhos levam ativistas pró-clima para COP27

Foto: Wikimedia Commons

Cerca de 400 jatos particulares pousaram no Egito durante a COP27 (Conferência das Partes das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas), informaram as autoridades egípcias à agência de notícias AFP. O uso de aviões particulares pelos ativistas do clima tem sido criticado porque a média de emissões por passageiro é maior que os voos comerciais.

A emissão média de gases do efeito estufa por passageiro em aviões particulares é de 5 a 14 vezes maior que a média por passageiro em aviões de carreira, de acordo com o grupo de defesa europeu Transporte e Meio Ambiente. A liberação de gases estufa, a partir da queima do combustível, é cerca de duas toneladas.

De acordo com a BBC, a partir de dados da FlightRadar24, 36 jatos pousaram em Sharm el-Sheikh entre 4 e 6 de novembro. Outros 64 aviões particulares chegaram no Cairo, dos quais 24 voaram até Sharm el-Sheikh. A emissora britânica também verificou voos privados partindo do Reino Unido, Estados Unidos, Itália, França e Holanda.

O presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT) também viaja para o evento em um avião particular, pertencente ao ex-dono da Qualicorp. O petista irá em um modelo Gulfstream G650.

Poder360

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *