Ratos maconheiros: Polícia acusa ratos por sumiço de quase meia tonelada de maconha apreendida na Índia

A polícia indiana afirmou que mais de meia tonelada de maconha apreendida havia desaparecido após uma “infestação de ratos” em uma delegacia no norte do país. A alegação foi dada ao tribunal na cidade de Mathura, em Uttar Pradesh, depois que o que um juiz cobrou explicações sobre o sumiço da droga que deveria ser apresentada como evidência em um caso recente.

“Os ratos são animais pequenos e não têm medo da polícia”, disse um promotor de polícia. De acordo com documentos do tribunal, a polícia foi solicitada a fornecer 386 kg de maconha, mas a promotoria informou ao tribunal que mais de 700 quilos armazenados em várias estações em Mathura poderiam ser afetados pela infestação de ratos.

O tribunal estabeleceu diretrizes para a polícia leiloar ou descartar a maconha.

Extra

Atirador mata 6 em supermercado da Vírginia, nos EUA

Foto: Kendall Warner / The Virginian-Pilot

Um ataque armado dentro de um supermercado Walmart de Chesapeake, no Estado norte-americano da Virgínia, deixou ao menos 7 mortos na noite de 3ª feira (22.nov.2022), incluindo o atirador, segundo autoridades locais. A polícia não deu informações sobre a identidade do agressor. Os disparos teriam sido feitos em uma sala de descanso para funcionários por volta das 22h12 no horário local (00h12 em Brasília), segundo o jornal Washington Post. 

O atentado é realizado às vésperas do Dia de Ação de Graças, feriado nos Estados Unidos comemorado na última 5ª feira de novembro. Em um vídeo postado nas redes sociais, uma das testemunhas no local disse que o atirador era o gerente da loja do Walmart, mas a polícia não confirmou a informação. 

“Estou arrasado pelo ato de violência sem propósito que ocorreu na noite de ontem em nossa cidade. Minhas orações estão com todos os afetados –as vítimas, seus familiares, amigos e colegas de trabalho”, disse o prefeito de Chesapeake, Rick West, do Partido Republicano.

O porta-voz do departamento de polícia da cidade, Leo Kosinski, disse que a polícia chegou ao local momentos depois dos relatos de tiros. Ele não confirmou se o atirador atirou contra si próprio no local, mas disse acreditar que o tiro que o matou não tenha partido da polícia. 

Portal 360

Copa do Mundo: Fifa proíbe Inglaterra de usar braçadeira arco-íris em apoio a causa LGBTQIA+

A Fifa proibiu que Harry Kane use a braçadeira “One Love”, em apoio a causa LGBTQIA+ na Copa do Mundo. O jogador e o técnico inglês afirmaram em coletiva neste domingo que ainda pretendiam usar mas aguardavam o retorno da entidade. Outros oito capitães de seleções participantes da Copa também participariam da ação.

A seleção inglesa já haviam feito uma primeira ação, ao chegar no Qatar com avião chamado Rainbow, que significa arco-íris e levava o símbolo na sua pintura.

No Qatar, a prática homossexual é considerada infração à lei e as penas variam entre prisão e até morte, em algumas regiões e por conta disso, à comunidade LGBTQIA+, não poderá demonstrar gestos de afeto no país ou usar a bandeira do movimento.

A Inglaterra estreia no Mundial nesta segunda-feira, contra o Irã, às 10h (de Brasília).

LANCE!

Maratonista chinês corre 42 quilômetros fumando um cigarro atrás do outro

Imagina se a moda pega? Um maratonista chinês resolveu percorrer os 42 quilômetros do percurso fumando cigarros durante a corrida. A história ganhou repercussão internacional como reporta o Daily Mail.

Tio Chen, como é conhecido, acendia um cigarro atrás do outro enquanto se exercitava e terminou a etapa em 574º dentre quase 1.500 corredores. O tempo dele até a chegada foi bom, com pouco menos de três horas e meia.

O corredor tem 50 anos e participava da Maratona de Xin’anjiang em Jiande, na China. Segundo o Canadian Running Magazine, essa não foi a primeira vez que Chen resolveu fumar enquanto corre. Ele já fez isso na Maratona de Guangzhou de 2018 e na Maratona de Xiamen de 2019.

De acordo com o Daily Mail, as opiniões sobre o hábito do maratonista são distintas entre os amantes da modalidade. Enquanto muitos acreditam que isso seja um exemplo ruim para o esporte, há aqueles que valorizam a habilidade e o fôlego do competidor.

F5 – Folha de S. Paulo

Explosão na Polônia por míssil de fabricação russa põe Otan sob tensão

Foto: Reuters

A Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) enfrenta algumas decisões difíceis depois que a Polônia disse, nesta terça-feira, que uma explosão perto de sua fronteira com a Ucrânia foi causada por um míssil produzido na Rússia, dependendo criticamente da hipótese de um acidente.

A aliança militar informou que realizará uma reunião de emergência de seus embaixadores nesta quarta-feira para discutir os últimos desenvolvimentos após o suposto míssil russo ter caído sobre uma vila polonesa a cerca de seis quilômetros da fronteira, matando duas pessoas.

Qualquer tipo de passo dado pela aliança militar exigiria não apenas uma verificação cuidadosa dos fatos, mas também um desejo coletivo de não escalar as tensões. Por exemplo, o presidente polonês, Andrzej Duda, afirmou que não estava claro quem lançou o míssil que causou a explosão.

As opções vão desde o esperado, uma discussão formal com aliados, até algo que ninguém sequer está sugerindo, invocar o Artigo 5 — algo que foi feito apenas uma vez, com os ataques terroristas de 11 de setembro de 2001.

O Globo

Na cúpula do G20, Presidente da FIFA pede ‘cessar-fogo temporário’ entre Ucrânia e Rússia durante a Copa do Mundo

Foto: Achmad Ibrahim /EFE

O presidente da Fifa, Gianni Infantino, fez um apelo aos líderes mundiais e pediu um “cessar-fogo temporário” entre Ucrânia e Rússia durante a Copa do Mundo do Catar, que começará no domingo, 20.

A declaração foi feita nesta terça-feira, 15, na 17ª cúpula do G20, em Bali, na Indonésia, e ocorre dias depois da entidade máxima do futebol pedir que temas políticos sejam evitados no Mundial deste ano.

Talvez, a atual Copa do Mundo, que começa em cinco dias, possa realmente ser esse gatilho positivo. Então, meu apelo, a todos vocês, é que pensem em um cessar-fogo temporário, por um mês, durante a Copa do Mundo, ou pelo menos na implantação de corredores humanitários, ou qualquer coisa que possa levar à retomada do diálogo como um primeiro passo para a paz. Vocês são os líderes mundiais; você tem a capacidade de influenciar o curso da história”, disse Infantino.

Por causa da invasão da Ucrânia, em fevereiro deste ano, a Rússia foi excluída das Eliminatórias para a Copa do Mundo. Os ucranianos, por outro lado, chegaram à última fase da repescagem, mas perdeu para País de Gales, do craque Gareth Bale, que está no grupo B do Mundial, ao lado dos Estados Unidos, da Inglaterra e do Irã. O Mundial começará no domingo, 20, com a partida entre Catar, anfitrião, e Equador, no Estádio Al Bayt, às 13h.

Com informações da Jovem Pan

Mais de 400 jatinhos levam ativistas pró-clima para COP27

Foto: Wikimedia Commons

Cerca de 400 jatos particulares pousaram no Egito durante a COP27 (Conferência das Partes das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas), informaram as autoridades egípcias à agência de notícias AFP. O uso de aviões particulares pelos ativistas do clima tem sido criticado porque a média de emissões por passageiro é maior que os voos comerciais.

A emissão média de gases do efeito estufa por passageiro em aviões particulares é de 5 a 14 vezes maior que a média por passageiro em aviões de carreira, de acordo com o grupo de defesa europeu Transporte e Meio Ambiente. A liberação de gases estufa, a partir da queima do combustível, é cerca de duas toneladas.

De acordo com a BBC, a partir de dados da FlightRadar24, 36 jatos pousaram em Sharm el-Sheikh entre 4 e 6 de novembro. Outros 64 aviões particulares chegaram no Cairo, dos quais 24 voaram até Sharm el-Sheikh. A emissora britânica também verificou voos privados partindo do Reino Unido, Estados Unidos, Itália, França e Holanda.

O presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT) também viaja para o evento em um avião particular, pertencente ao ex-dono da Qualicorp. O petista irá em um modelo Gulfstream G650.

Poder360

Mundo chega a 8 bilhões de habitantes, diz ONU

O planeta Terra atingirá nesta terça-feira (15) a marca de 8 bilhões de habitantes, segundo estimativa da Organização das Nações Unidas (ONU). O mundo chega ao patamar com tendência de diminuição no ritmo de crescimento e expansão das populações idosas de diferentes nações. 

De acordo com o relatório World Population Prospects 2022 da ONU, a expectativa de vida no mundo atingiu 72,8 anos em 2019, o que representa um aumento de quase nove anos desde 1990. Ainda que tenha caído para 71,0 anos em 2021, como reflexo da pandemia, a projeção é de que a longevidade média global chegue a 77,2 anos em 2050.

Até a metade do século, as Nações Unidas estimam que o número de pessoas com mais de 65 anos será maior do que o dobro do número de crianças com menos de 5 anos de idade.

“Hoje, nós temos 1,1 bilhão de idosos, de 60 anos ou mais, no mundo. Em 2100 chegaremos em 3,1 bilhões. A população idosa vai triplicar”, esclarece o doutor em demografia e pesquisador aposentado do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) José Eustáquio. 

Um dos fatores que tem contribuído para a inversão da pirâmide etária –com encolhimento da população jovem e expansão do número de idosos– é a redução da taxa de fecundidade em diversos países. 

Segundo informações das Nações Unidas, em 2021, a fecundidade média da população mundial era de 2,3 nascimentos por mulher ao longo de uma vida. Em 1950, o número era de 5. Até 2050, a expectativa é de que a média global seja reduzida para 2,1 nascimentos por mulher. 

Os dados da ONU também demonstram que a expectativa de vida ao nascer, em 2019, era maior para as mulheres do que para os homens: 73,8 e 68,4, respectivamente. A vantagem feminina em sobreviver é observada em todos os continentes. 

Quanto ao crescimento populacional, o demógrafo explica que, embora a população mundial continue em crescimento, o ritmo é cada vez menor. 

“Vai chegar no crescimento zero em 2086 e, a partir de 2087, a população mundial começa a cair. É claro que tem países que a população já está diminuindo e tem países que a população cresce muito, como a Nigéria, por exemplo, que a previsão é de que passe os Estados Unidos e se torne a terceira maior população do mundo.” 

De acordo com as estimativas da ONU, há uma probabilidade de 95% de que, em 2100, a população global esteja entre 8,9 bilhões e 12,4 bilhões.

José Eustáquio explica que existem linhas de interpretação divergentes sobre o que representa chegar aos 8 bilhões de habitantes. Enquanto alguns veem o cenário com otimismo, outros consideram um possível colapso.

Para o demógrafo, “o meio ambiente não está aguentando essa capacidade de carga” e estamos em uma situação em que “é insustentável o tamanho da população e o tamanho da economia”. Eustáquio, no entanto, ressalta que vê com otimismo a tendência de diminuição populacional, porque assim “você pode cuidar da qualidade de vida das pessoas”. 

Desigualdades

Os dados do relatório da ONU também evidenciam a desigualdade social em diferentes países. No que se refere ao crescimento populacional, por exemplo, a projeção indica que mais da metade do aumento previsto mundialmente até 2050 deve ocorrer em oito países: República Democrática do Congo, Egito, Etiópia, Índia, Nigéria, Paquistão, Filipinas e a República Unida da Tanzânia.

Em todos os oito países, o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) é menor do que 0,8 (0,571, 0,731, 0,498, 0,633, 0,535, 0,544, 0,699 e 0,549, respectivamente), segundo relatório da ONU divulgado em setembro.

De acordo com as Nações Unidas, índices entre 0,550 e 0,699 são considerados medianos, enquanto de 0,700 a 0,799 são tido como altos. Acima de 0,8, o IDH é considerado muito alto. Para chegar ao índice, são considerados critérios de saúde, educação e padrão de vida.

“Todo país que acabou com a pobreza e com a fome também passou pela transição demográfica, que é a redução das taxas de mortalidade e de fecundidade”, destaca Eustáquio.

O especialista pontua, no entanto, que a redução de fecundidade deve acontecer naturalmente, respeitando os direitos reprodutivos.

“Reduzir a fecundidade é uma tendência geral do processo de modernização e desenvolvimento, mas isso tem que acontecer dentro de um campo democrático”, explica.

Impactos da pandemia

A pandemia da Covid-19 afetou, além da expectativa de vida, a fecundidade e mobilidade humana em diferentes países.

Em alguns locais, ondas sucessivas da doença podem ter produzido reduções de curto prazo no número de gestações e nascimentos. Em outras nações há poucas evidências do impacto nos níveis ou tendências de fecundidade, segundo a ONU.

Além disso, a pandemia restringiu todas as formas de mobilidade humana, incluindo a migração internacional.

A organização afirma, porém, que ainda é precipitado determinar a magnitude do impacto da crise sanitária, uma vez que os dados são limitados.

CNN Brasil

EUA vão às urnas definir governabilidade de Biden

Foto: Reprodução Twitter

A renovação do Congresso vai refletir o poder que os partidos Republicano e Democrata exercerão no controle da agenda do governo e nos comitês congressuais. Servirão como um termômetro para a aprovação do mandato do presidente Joe Biden, eleito em 2020 na disputa contra Donald Trump.

As eleições de meio de mandato são realizadas em anos pares, no intervalo entre os pleitos presidenciais, na 3ª feira inaugural de novembro – 23 meses depois da posse do titular da Casa Branca.

Além da eleição dos representantes – que incluem ainda congressistas estaduais, autoridades locais e parte dos prefeitos–, 37 Estados também vão consultar a população em plebiscitos e referendos sobre temas de abrangência local. Ao todo, serão 136 “ballot measures” distribuídos pelo país.

Os tópicos incluem legalização da maconha, exigências para acesso ao voto, aumento do salário mínimo e, principalmente, aborto.

Nos Estados Unidos, o voto não é obrigatório. Os maiores de 18 anos com registro estão aptos a votar, com variação de regras para cada Estado. Diferentemente do Brasil, o voto não é registrado em urna eletrônica. Os eleitores preenchem uma cédula dentro da cabine de votação. Depois, depositam na urna.

Poder360

Biden, presidente dos EUA liga para Lula e elogia força de instituições democráticas

Foto: Ângela Weiss/AFP

SÃO PAULO, 31 OUT (ANSA) – O líder dos Estados Unidos, Joe Biden, telefonou na tarde desta segunda-feira (31) para o presidente eleito do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva, e “elogiou a força das instituições democráticas brasileiras após eleições livres, justas e confiáveis”.   

Em nota, a Casa Branca informou que “os dois líderes discutiram o forte relacionamento entre os Estados Unidos e o Brasil e se comprometeram a continuar trabalhando como parceiros para enfrentar desafios comuns”.   

Entre os desafios estão “o combate às mudanças climáticas, o reforço da segurança alimentar, a promoção da inclusão e democracia, além da gestão da migração regional”.   

O governo americano reconheceu a vitória de Lula meia hora após o resultado oficial da disputa presidencial. Em comunicado, a Casa Branca disse que o pleito foi justo e ressaltou que Biden está ansioso para trabalhar com o petista. (ANSA).

ISTOÉ

Homem “mais sujo do mundo” morre no Irã, aos 94 anos, após tomar banho

irarinano Amou Haji, conhecido como “o homem mais sujo do mundo”, morreu nesse domingo (23/10) aos 94 anos. Segundo a imprensa local, ele faleceu no vilarejo de Dejah, no sul do país, após finalmente tomar um banho.

Haji não tomava banho por “medo de ficar doente” e era solteiro. Entretanto, vizinhos contaram para a agência de notícias Irna que o iraniano se lavou meses antes de morrer.

O iraniano não tomava banho desde os seus 20 anos de idade. Além disso, o idoso não possuía uma residência fixa e morava em cabanas improvisadas feitas por habitantes de Dejah.

A história de Amou Haji virou filme em 2013: o curta-metragem conta a trajetória do idoso que não tomava banho ao longo dos anos.

Metrópoles

Ataque em creche deixa pelo menos 34 mortos na Tailândia; 22 são crianças

Foto: AFPTV

Um homem matou 34 pessoas, 22 delas crianças, em um ataque a tiros a uma creche no nordeste da Tailândia nesta quinta-feira (6). O incidente ocorreu na cidade de Uthai Sawan, a 500 quilômetros à nordeste de Bangkok. De acordo com as autoridades, o atirador ainda voltou para casa para matar a esposa e o filho antes de se suicidar.

A polícia identificou o agressor como um ex-policial afastado do serviço no ano passado por uso de drogas. Ele enfrentava um julgamento por posse de drogas e havia estado na corte horas antes do ataque, disse o porta-voz da polícia, Paisan Luesomboon, à emissora Thai PBS.

Luesomboon afirmou que o atirador tinha ido à creche pegar o próprio filho, mas não o encontrou. “Ele já estava nervoso, e quando não viu o filho, ficou ainda mais estressado e começou a atirar.”

Cerca de 30 crianças estavam na creche quando o atirador chegou —menos do que o usual, em razão de uma forte chuva, segundo a funcionária pública Jidapa Boonsom, que trabalhava em um local próximo no momento do ataque.

Ela relatou que o atirador chegou por volta da hora do almoço e de início atirou em quatro ou cinco trabalhadores da creche. Um deles era uma professora que estava grávida de oito meses. A princípio, as pessoas confundiram o som dos tiros com fogos de artifício.

Folha de S. Paulo

Candidato que vencer eleições no Brasil terá reconhecimento dos EUA, diz embaixada

Foto: Pexels

A embaixada dos Estados Unidos no Brasil negou neste sábado, 24, negociações “com qualquer candidato ou partido político” e declarou que os EUA reconhecerá como presidente quem vencer o pleito ao Palácio do Planalto, em processo orquestrado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Em nota divulgada no Twitter oficial da embaixada, foi informado o seguinte: “Nossa confiança nas eleições brasileiras tem sido claramente reforçada por vários funcionários do alto escalão do governo dos EUA e permanece inalterada. O eventual reconhecimento dos EUA virá ao candidato que vencer a eleição presidencial como resultado da nossa determinação sobre a integridade do processo eleitoral liderado pelo @TSEjusbr, e não de uma negociação com qualquer candidato ou partido político”.

O posicionamento a oito dias do primeiro turno das eleições ocorreu após o encontro do encarregado de negócios, Douglas Koneff, com o candidato do PT à presidência da República, Luiz Inácio Lula da Silva, na última quarta-feira, 21. A reunião aconteceu em São Paulo e Koneff teria dito ao ex-presidente que Washington reconheceria rapidamente o resultado das eleições brasileiras.

Jovem Pan

Bolsonaro exaltará economia e governo em discurso na ONU

Foto: Alan Santos/PR

O presidente Jair Bolsonaro (PL) discursará nesta terça-feira (20.set.2022) na Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas pela 4ª vez e, de novo, pretende acenar ao público interno; desta vez, ao dar tom eleitoral ao pronunciamento.

O foco de Bolsonaro será a economia. O chefe do Executivo dirá em Nova York que o Brasil tem deflação e uma das gasolinas mais baratas do mundo. Candidato à reeleição, avalia criticar governos de esquerda de países que cerceiam a liberdade de expressão e aliados do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

Esta será a 1ª vez de Bolsonaro na ONU como candidato. O texto foi feito a muitas mãos. Além de aliados do Palácio do Planalto e de ministros, terá trechos sugeridos inclusive por integrantes da campanha, como o presidente do PL, Valdemar Costa Neto.

No entanto, é o presidente que dará o verniz final ao discurso, podendo adicionar menções mais ríspidas ou diretas a seus opositores.

Com informações de Poder360

Após longo dia de cerimônias e homenagens, rainha Elizabeth II é sepultada em Windsor

Foto: Alkis Konstantinidis/Pool/REUTERS

Foram 11 dias de adeus até que, nesta segunda-feira, o corpo de Elizabeth II, morta aos 96 anos, foi finalmente sepultado junto ao do príncipe Philip, seu marido por 74 anos, que morreu em abril do ano passado, na Capela de São Jorge, no Castelo de Windsor. O sepultamento teve a presença apenas dos parentes mais próximos, na única cerimônia do dia que não foi televisionada. Elizabeth II foi a 11ª integrante da realeza britânica enterrada na capela, ao lado de seu pai, o rei George VI; sua mãe, a rainha consorte Elizabeth; e sua irmã, a princesa Margaret.

O longo dia de cortejos e cerimônias foi marcado por um clima solene e de tristeza, e começou às 11h (7h no Brasil) em um funeral de Estado na Abadia de Westminster para quase 2 mil participantes, que incluíram centenas de governantes e monarcas de todo o mundo, como os presidentes dos EUA, Joe Biden, e do Brasil, Jair Bolsonaro, além do rei da Espanha, Felipe VI, e o imperador do Japão, Naruhito.

O sermão foi do arcebispo da Cantuária, Justin Welby, que exaltou a vida da rainha e sua liderança. A igreja é a mesma na qual a monarca se casou, em 1947, e foi coroada, cinco anos depois.

O Globo

Bolsonaro vai a velório e presta homenagem à rainha Elizabeth II em Londres

O Presidente Jair Bolsonaro (PL) chegou na manhã deste domingo (18) à cidade de Londres (Inglaterra) para acompanhar as cerimônias de despedida de Elizabeth II. Ao lado da primeira-dama, Bolsonaro visitou o caixão da rainha em Westminster Hall.

Em seguida, o presidente assina o livro de condolências.

Está previsto ainda um encontro com o rei Charles III, o soberano realiza recepção com líderes e autoridades estrangeiras como o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, e da França, Emmanuel Macron.

Bolsonaro chegou à casa do embaixador brasileiro em Londres por volta das 10h da manhã, pelo horário local, 6h em Brasília. O presidente foi recebido por um grupo de cerca de 100 apoiadores, com bandeiras do Brasil.

A comitiva do presidente inclui a primeira-dama, Michelle Bolsonaro, o pastor Silas Malafaia, o ex-secretário de Comunicação do governo Fabio Wajngarten, além dos filhos Flávio Bolsonaro e Eduardo Bolsonaro.

CNN Brasil

Posso pensar em renunciar, mas não agora, diz papa Francisco

O papa Francisco afirmou que pode chegar o momento em que ele precise avaliar a possibilidade de renúncia à chefia da Igreja Católica – e que o faria caso sua saúde o impeça de servir o cargo do modo necessário. Mas não é algo em que pense no momento, disse ele.

“A porta (à renúncia) está aberta – é uma opção normal. Mas até hoje eu não bati nessa porta. Não senti a necessidade de pensar nessa possibilidade. O que não quer dizer que daqui a dois dias eu não possa começar a pensar a respeito”, ele afirmou.

Os comentários foram feitos ao final de uma viagem ao Canadá, na qual pediu desculpas a indígenas pelo papel da Igreja em antigas escolas cuja função era assimilar povos originários e destruir suas culturas e idiomas nativos.

Foi uma viagem de programação extensa e cansativa.

Francisco, de 85 anos, reforçou que pretende seguir com suas funções – e disse que será guiado por Deus no que diz respeito à renúncia, na eventualidade de ela acontecer.

“Não é uma catástrofe mudar de papa, não é um tabu”, ele disse a jornalistas, sentado em uma cadeira de rodas, no avião papal, voltando do Canadá a Roma.

Em meses recentes, Francisco sofreu com um problema no joelho que impactou sua mobilidade. Ele passou boa parte da turnê no Canadá na cadeira de rodas.

Mas ele havia reforçado que não tem problemas de saúde mais sérios, embora reconheça as limitações impostas pela idade.

“Esta viagem foi intensa”, disse ele aos jornalistas. “Não acho que eu consiga continuar a viajar com o mesmo ritmo que antes, na minha idade, com as limitações deste joelho. Ou me poupo um pouco para continuar a servir a Igreja, ou preciso começar a considerar a possibilidade de sair.”

O papa – cujo antecessor, Bento 16, renunciou em 2013 – afirmou ainda que pretende visitar a Ucrânia, mas antes vai se aconselhar com seus médicos.

Em sua visita ao Canadá, o foco foi o pedido de desculpas aos povos nativos.

O papa se mostrou mais engajado quando interagiu com a população local – em particular sobreviventes de abusos de escolas católicas.

Mas houve momentos em que, durante os momentos mais formais da viagem, como encontros políticos, seu cansaço ficou mais evidente.

Na conversa com os jornalistas durante a viagem de volta, ele se animou ao criticar os chamados “tradicionalistas” dentro da Igreja Católica – que, por sinal, seriam os que mais celebrariam uma troca de papa.

“Uma Igreja que não evolui é uma Igreja que volta para trás”, disse Francisco. “Muitas pessoas se consideram tradicionalistas, mas não, elas apenas voltam para trás. Isso é um pecado.”

“Tradição é a fé viva nos mortos, mas sua atitude é a fé morta dos vivos. É importante entender o papel de uma tradição – um músico dizia que a tradição é a garantia de futuro, não é uma peça de museu.”

g1 com informações de BBC

OMS declara emergência global de saúde para conter surto de varíola do macaco

Foto: Denis Balibouse – 28.fev.2020 / Reuters

A OMS (Organização Mundial da Saúde) declarou emergência global neste sábado (23) para tentar conter o surto de varíola do macaco. O mais alto nível de alerta foi anunciado pelo diretor-geral, Tedros Adhanom Ghebreyesus.

A doença afeta quase 17.000 pessoas em 74 países, segundo a OMS.

“Decidi declarar uma emergência de saúde pública de alcance internacional”, disse Tedros em entrevista coletiva, afirmando que o risco no mundo é relativamente moderado, exceto na Europa, onde é alto.

“Com as ferramentas que temos agora, nós podemos controlar esse surto e parar a transmissão”, afirmou o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom, em uma coletiva de imprensa em Genebra.

Com informações de R7 e CNN Brasil

Mulher se casa com o pai de seu ex-namorado: “Melhor marido do mundo”

Um homem de 51 anos se casou com uma ex-namorada do próprio filho em Ohio, nos Estados Unidos. Paul oficializou a união com Sydney Dean, de 27, depois de altos e baixos no relacionamento dela com o filho dele. O motorista de caminhão conheceu a jovem quando ela tinha apenas 11 anos.

De acordo com o jornal britânico The Mirror, na época ela começou a se envolver com o filho de Paul. Eles ficaram bastante tempo juntos, e continuaram amigos depois do término.

Porém, Sydney viu em Paul um grande companheiro após passar meses desabafando sobre a própria vida. “Eu nunca esperei me apaixonar por Paul e nos conhecemos de uma maneira não tradicional, mas estou tão feliz por ter feito isso”, declara a jovem.

Os dois deram início ao namoro quando Sydney completou 16 anos, idade legal de consentimento em Ohio. Desde então, precisaram convencer suas famílias a aceitarem o romance. “Quando contei à minha mãe que estávamos juntos, ela não ficou feliz. A diferença de idade a deixou afetada”, disse.

Mas as coisas deram certo. Depois de um ano de relacionamento, os familiares de Sydney passaram a conviver com Paul. Sobre o ex-namorado dela e filho de Paul, Sydney contou: “Ele não concordou com o relacionamento por alguns anos, mas agora que estamos juntos e casados, ele apoia a gente”. Para a americana, Paul “é o melhor marido do mundo”.

Metrópoles

Mundo
EUA autorizam vacina contra a Covid para bebês de 6 meses

O Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) autorizou nesse sábado (18) que bebês a partir de 6 meses tomem as vacinas da Moderna e da Pfizer contra a Covid-19. Segundo a agência de notícias Reuters, é provável que a imunização desta faixa etária comece na semana que vem nos Estados Unidos.

FDA, a ‘Anvisa americana’, também liberou vacina para bebês. Na sexta-feira (17), a Administração Federal para Drogas e Alimentos dos EUA (FDA), agência de saúde americana equivalente à Anvisa, também havia aprovado a aplicação da vacina em bebês a partir de 6 meses.

‘Proteção contra casos graves’

Dr. Robert M. Califf, comissário da FDA, disse em um comunicado que, “como vimos com grupos etários mais velhos, esperamos que as vacinas para crianças mais novas forneçam proteção contra os resultados mais graves do Covid-19 , com hospitalização e óbito”.

Nos Estados Unidos, há uma forte resistência na imunização de crianças de 5 a 11 anos: menos de 40% tomaram a primeira dose. No Brasil, mais de 80% delas estão com o esquema vacinal completo.

g1