Comitê da ONU conclui que Sergio Moro foi parcial em processos contra Lula

O Comitê de Direitos Humanos da ONU (Organização das Nações Unidas) concluiu que o ex-juiz Sergio Moro foi parcial no julgamento dos processos contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) no âmbito da Operação Lava Jato, e que os direitos políticos de Lula foram violados em 2018 quando houve o impedimento para disputar as eleições naquele ano. A informação foi divulgada pela coluna de Jamil Chade, no portal UOL.

A decisão acontece após seis anos de análise em Genebra, Suíça, por pedido da defesa de Lula. O anúncio oficial será feito apenas nesta quinta-feira, 28, mas tanto o ex-presidente, como os seus advogados e o governo já foram informados sobre a decisão.  

Moro disse que só irá se pronunciar sobre a decisão do comitê quando tiver acesso ao seu conteúdo.

Com informações da Coluna de Jamil Chade, portal UOL Foto: Reprodução/montagem

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.