Secretário de educação do RN diz que não haverá punição para quem continuar trabalhando remotamente

Não será aplicada qualquer punição aos trabalhadores em educação que optarem por continuar trabalhando remotamente até o fechamento do ciclo da imunização contra a Covid-19. Mas desde que essa opção seja comunicada oficialmente e as atividades virtuais registradas. É o que afirmou o secretário estadual de Educação, professor Getúlio Marques, em audiência virtual com o Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do RN (SINTE/RN) nesta segunda-feira, 26 de julho.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.