Governadora diz que vai dialogar com sindicato para cumprir o novo piso salarial

O Governo do Estado vai cumprir o novo piso salarial dos professores do ensino básico. A garantia foi dada pela governadora Fátima Bezerra (PT) na leitura da mensagem anual, que abriu nesta quarta-feira, 2, a última sessão da 62ª Legislatura da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte. O magistério teve destaque na mensagem do Executivo. Horas depois da mensagem da governadora, os professores aprovaram indicativo de greve.

A governadora disse que iniciou diálogo com o Sindicato dos Trabalhadores da Educação (SINTE/RN) sobre o piso nacional do magistério 2022, com vistas a efetivar o cumprimento. “A intenção do governo é mais uma vez cumprir o piso, garantindo paridade entre ativos e aposentados e contemplando toda a carreira”, afirmou, sem, contudo, revelar como será efetivo o reajuste de 33,24%, anunciado pelo Governo Federal.

Fátima destacou que ao longo de três anos de gestão, sempre respeitou e aplicou a Lei do Piso, com reajustes salariais acumulados em 17,5%. “Implantamos as progressões verticais – uma luta histórica da categoria que, somadas às progressões horizontais que também implantamos, beneficiando 10 mil professoras e professores. Um investimento de R$ 47 milhões/ano. Direito que era negado há quase uma década.”

Na última vez que o piso dos professores foi reajustado, em 2020, o governo estadual cumpriu os 12,84% de reajuste em quatro parcelas entre abril e dezembro do mesmo ano, e o retroativo foi quitado ao longo de 2021. O governo ainda não tem uma proposta clara de implantação do piso 2022, uma vez que a Secretaria de Educação e a equipe econômica ainda estão estudando o impacto na folha salarial dos servidores. No entanto, é provável que o governo sugira implantar o novo piso de forma parcelada.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.