Pandemia intensificou o consumo de álcool, em especial entre as mulheres

Para muitas pessoas, beber socialmente é um passatempo. Pelo menos era nos bons e velhos tempos — você sabe, antes de começarmos a viver a versão do pesadelo da Covid-19 como o “Dia da Marmota” de Bill Murray, em “Feitiço do Tempo (1993).

Durante a rotina repetitiva da pandemia, desfrutar de uma taça ocasional de vinho com as amigas foi substituído pela hora do vinho Zoom, ou pior, beber em confinamento solitário.

“Dados mostram que o consumo de álcool definitivamente aumentou desde o início da pandemia — cerca de 14% considerando dias de consumo por mês”, disse Sarah Wakeman, diretora médica do programa de Iniciativa de Transtornos por Uso de Substâncias do Hospital Geral de Massachusetts.

Para as mulheres, os números são ainda maiores, disse Wakeman. “Na verdade, houve um aumento de 41% nos dias de consumo excessivo de álcool entre as mulheres desde o início da pandemia”.

CNN Brasil – Foto: Pexels

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.