Brasil segue sina, perde para Croácia nos pênaltis e está fora da Copa

Foto: Adrian Dennis/AFP

O Brasil está eliminado da Copa do Mundo do Qatar 2022. A seleção perdeu para a Croácia nos pênaltis após empate em 1 a 1 na prorrogação na tarde de hoje (9), no estádio Cidade da Educação. Os gols foram marcados por Neymar e Petkovic, ambos já na prorrogação.

A derrota representou a continuidade de um jejum que já dura desde a Copa de 2002: o Brasil não consegue passar por adversários europeus nas quartas de final do Mundial. A seleção caiu para a Holanda em 2006, para a França em 2010 e para a Bélgica em 2018.

A partida foi bastante disputada durante, com a Croácia dando poucos espaços para o Brasil e conseguindo sair na criação de jogadas, sobretudo pelo lado direito com Juranovic ou com Modric recuando para armar. O Brasil encontrou poucos espaços e parou no goleiro Livakovic ao longo dos 90 minutos.

Na prorrogação, brilhou a genialidade do craque do time: Neymar tabelou duas vezes, invadiu a área, driblou o goleiro e marcou o gol do 1 a 0 no fim do primeiro tempo da prorrogação. A Croácia seguiu lutando e empatou perto do fim da segunda etapa da prorrogação: Petkovic finalizou em cruzamento de Orsic, a bola desviou no joelho de Marquinhos e matou Alisson.

Com o resultado, a Croácia avançou para a semifinal da Copa do Mundo do Qatar 2022 e terá pela frente o vencedor entre Argentina e Holanda, que se enfrentam hoje (9), às 16h. Os croatas voltam a campo na próxima terça-feira (13), às 16h.

Muita dificuldade

O primeiro tempo do Brasil foi aquém do esperado. A Croácia teve domínio no meio-campo, dividiu a posse de bola e cedeu poucos espaços ao time de Tite. Em compensação, o goleiro Alisson também não trabalhou na etapa inicial.

O Brasil teve Casemiro abaixo do desempenho ideal. Em contrapartida, Modric brilhou pela Croácia e ditou o ritmo. O jogador do Real Madrid recuou para buscar a bola e abriu terreno para os croatas.

Vini Jr foi o melhor do Brasil e travou duelo pessoal com Juranovic, lateral-direito da Croácia. Juranovic tentou segurar Vini indo muito ao fundo, mas o atacante ganhou alguns embates individuais e foi a válvula de escape.

UOL

Do Blog: Somos cinco vezes campeão do mundo, porém ficamos pelo meio do caminho de novo. Já são 20 anos sem o título da Copa do Mundo. Encontrar culpados, seja Tite, Neymar… ou quem quer que seja, não nos leva a lugar nenhum. É preciso bater a poeira, dar a volta por cima, e se preparar melhor pra daqui a quatro anos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *