Torcedores tomam as ruas da Argentina após conquista do tri da Copa do Mundo

Foram 36 anos de espera pelo tricampeonato. A conquista do terceiro título da Argentina em Copas do Mundo ocorreu neste domingo (18), depois que a seleção liderada pelo técnico Lionel Scaloni bateu a França nos pênaltis após um empate por 3 a 3. Com o resultado, torcedores tomaram as ruas do país para comemorar.

Em Buenos Aires, logo após o fim da disputa de pênaltis, a população tomou conta do Obelisco, ponto turístico da capital da Argentina e um dos lugares em que as pessoas se juntavam para acompanhar todas as partidas da seleção de Lionel Messi na Copa do Mundo do Catar.

“Eu estou muito feliz, a gente merecia isso. O time sofreu um pouco, mas se recuperou bem com o tempo”, disse Josefina Villalba, babá de 55 anos que celebrava na capital argentina. “Eu sinto uma alegria imensa no meu coração porque é a primeira Copa que eu aproveito de verdade”, acrescentou o segurança Hector Quinteros.

Outro lugar que teve muita festa neste domingo foi Rosário. Cidade natal de Lionel Messi e Angel Di María, responsáveis pelos gols da Argentina no empate em 3 a 3 na final deste domingo, o local foi ao delírio com a conquista da terceira estrela.

Neste domingo a cidade de Messi acordou coberta de bandeiras e camisas alviceleste. Um som de trombeta entoando os habituais hinos argentinos de campo desceu para a rua do alto de um prédio Em outras varandas alguns responderam cantando os versos. Com o tricampeonato mundial de sua história, depois da Argentina, em 1978, e do México, em 1986, a festa promete durar muito.

CNN Brasil

Ao vencer a França nos pênaltis a Argentina é tri-campeã do mundo de futebol

No tempo normal com prorrogação o placar entre França e Argentina ficou empatado em 3×3, sendo que nos pênaltis a Argentina venceu a França por 4×2.

Com a estrela Messi brilhando (dois gols na partida e um na disputa das penalidades) a Argentina merecidamente, especialmente Messi, um dos maiores atletas da história de futebol mundial, nossa maior adversária é tri-campeã do mundo. Se é que isso é consolo, nós somos penta.

“Síndrome de influencer” foi a responsável por tirar o Brasil da Copa

Todo santo dia, algo me leva a ver novamente a jogada daquele maldito gol da Croácia.

Hoje, quem me levou a ver o gol foi Griezmann, jogador que vem sendo fundamental na campanha da França.

Griezmann teve seu auge midiático em meados de 2018, quando era o craque da seleção francesa e tido por muitos como um dos melhores jogadores do mundo.

Agora, sem tanta mídia, ele vem sendo importante na Copa pelo seu comprometimento tático: roubadas de bola, assistências, atuação estratégica para que Mbappé possa correr e Giroud possa marcar gols.

Sua atuação contra o Marrocos na semi, que lhe rendeu o prêmio de melhor da partida, é a síntese do conceito de “jogar para a equipe” e não para si. Mas porque isso me levou ao maldito gol da Croácia?

Se acompanharmos o lance do gol, imediatamente antes, a câmera da Fifa pega o Tite mandando Rodrigo e os demais voltarem para o campo de defesa. Mas eles não voltam.

No lance do gol, após a reclamação de Tite, tínhamos no ataque Neymar (o único justificável), Pedro, Rodrigo, Antony, Fred (volante!!) e Casemiro. Faltavam 5 minutos, Brasil na frente. Porque estariam lá?

Não há outra explicação razoável além de “Síndrome de Influencer”. Pedro, Antony e Rodrigo queriam fazer um gol na Copa, entrar para a história. Queriam “quebrar” a internet, como Richarlisson fez com seu gol antológico (ele dobrou de seguidores no Instagram durante a Copa). Brasileiro gosta dessas coisas.

Numa seleção onde o engajamento no Instagram é mais importante do que o comprometimento tático, preferiram jogar para si, do que para o time. O oposto de Griezmann, que aceitou não marcar gols, para que o time pudesse vencer. Que aceitou sumir, para que a seleção aparecesse.

Que falta esse pensamento fez para os jogadores brasileiros.

Maldita “síndrome de influencer”.

Argentina bate Croácia, vai à final da Copa e deixa Messi a um jogo da maior conquista

A Argentina fez nesta terça-feira, contra a Croácia, aquilo que o Brasil não conseguiu: foi competitiva, teve atuação segura na defesa, aproveitou as chances que criou, contou com a inspiração de um gênio e garantiu lugar na final da Copa do Mundo do Catar.

A vitória por 3 a 0, gols de Messi (de pênalti) e Julián Álvarez (duas vezes, uma delas em linda jogada do camisa 10), deixou a equipe sul-americana a um jogo de encerrar uma espera que se arrasta desde 1986, quando conquistou o bicampeonato.

A final será contra França ou Marrocos, que se enfrentam nesta quarta. E representará a última chance de Lionel Messi, o craque de uma geração, ganhar uma Copa – a taça que falta, a maior conquista.

ge

HISTÓRICO: Marrocos elimina Portugal e é o primeiro país africano a chegar em uma semifinal de Copa do Mundo

A seleção do Marrocos eliminou Portugal com uma vitória por 1 a 0 sobre Portugal, neste sábado (10), e é a primeira equipe africana a chegar à semifinal de uma Copa do Mundo.

O gol da vitória foi marcado por Youssef En-Nesyri, de cabeça, aos 42min do primeiro tempo. Agora, o time aguarda o vencedor do confronto entre França e Inglaterra para saber quem enfrentará na penúltima fase do Mundial do Catar.

O primeiro tempo da partida foi marcado pelo equilíbrio. As seleções se estudaram durante a maior parte da etapa inicial, esperando por uma falha do adversário — e ela aconteceu.

Aos 41 minutos, Attiat-Allah cruzou na área portuguesa, Diogo Costa saiu do gol para cortar a assistência, mas não achou a bola. Antes que ele a afastasse, En-Nesyri a cabeceou para o fundo das redes.

Com a vantagem no placar, Marrocos esperou a seleção de Portugal e buscou explorar contra-ataques. No segundo tempo da partida, Cristiano Ronaldo, que iniciou no banco, entrou em campo.

A seleção portuguesa teve chances de empatar o placar, mas desperdiçou. Mesmo com uma expulsão nos acréscimos, do atacante Cheddira, Marrocos segurou a vantagem mínima e sacramentou a classificação.

CNN Brasil

Brasil segue sina, perde para Croácia nos pênaltis e está fora da Copa

Foto: Adrian Dennis/AFP

O Brasil está eliminado da Copa do Mundo do Qatar 2022. A seleção perdeu para a Croácia nos pênaltis após empate em 1 a 1 na prorrogação na tarde de hoje (9), no estádio Cidade da Educação. Os gols foram marcados por Neymar e Petkovic, ambos já na prorrogação.

A derrota representou a continuidade de um jejum que já dura desde a Copa de 2002: o Brasil não consegue passar por adversários europeus nas quartas de final do Mundial. A seleção caiu para a Holanda em 2006, para a França em 2010 e para a Bélgica em 2018.

A partida foi bastante disputada durante, com a Croácia dando poucos espaços para o Brasil e conseguindo sair na criação de jogadas, sobretudo pelo lado direito com Juranovic ou com Modric recuando para armar. O Brasil encontrou poucos espaços e parou no goleiro Livakovic ao longo dos 90 minutos.

Na prorrogação, brilhou a genialidade do craque do time: Neymar tabelou duas vezes, invadiu a área, driblou o goleiro e marcou o gol do 1 a 0 no fim do primeiro tempo da prorrogação. A Croácia seguiu lutando e empatou perto do fim da segunda etapa da prorrogação: Petkovic finalizou em cruzamento de Orsic, a bola desviou no joelho de Marquinhos e matou Alisson.

Com o resultado, a Croácia avançou para a semifinal da Copa do Mundo do Qatar 2022 e terá pela frente o vencedor entre Argentina e Holanda, que se enfrentam hoje (9), às 16h. Os croatas voltam a campo na próxima terça-feira (13), às 16h.

Muita dificuldade

O primeiro tempo do Brasil foi aquém do esperado. A Croácia teve domínio no meio-campo, dividiu a posse de bola e cedeu poucos espaços ao time de Tite. Em compensação, o goleiro Alisson também não trabalhou na etapa inicial.

O Brasil teve Casemiro abaixo do desempenho ideal. Em contrapartida, Modric brilhou pela Croácia e ditou o ritmo. O jogador do Real Madrid recuou para buscar a bola e abriu terreno para os croatas.

Vini Jr foi o melhor do Brasil e travou duelo pessoal com Juranovic, lateral-direito da Croácia. Juranovic tentou segurar Vini indo muito ao fundo, mas o atacante ganhou alguns embates individuais e foi a válvula de escape.

UOL

Do Blog: Somos cinco vezes campeão do mundo, porém ficamos pelo meio do caminho de novo. Já são 20 anos sem o título da Copa do Mundo. Encontrar culpados, seja Tite, Neymar… ou quem quer que seja, não nos leva a lugar nenhum. É preciso bater a poeira, dar a volta por cima, e se preparar melhor pra daqui a quatro anos.

Tite explica por que pediu para jogadores esconderem sua ‘Dança do Pombo’

Tite comemorou o terceiro gol da seleção brasileira na goleada de hoje (5) por 4 a 1 sobre a Coreia do Sul, pelas oitavas de final da Copa do Mundo, de forma inusitada: cercado pelos jogadores, ele fez passinhos da “Dança do Pombo”, criada em homenagem ao atacante Richarlison, que foi o autor do gol. 

Foto: Twitter FIFA

O vídeo da dancinha se tornou um dos assuntos mais comentados na internet nas últimas horas, mas o técnico tinha medo de que repercutisse como desrespeito à seleção adversária e ao técnico Paulo Bento.

“Tenho muito cuidado, porque sempre tem os maldosos que vão entender como desrespeito. Pedi para me esconderem um pouquinho e não queria que tivesse outra interpretação a não ser o sentido de alegria pelo gol, pela equipe, pela performance. Alegria por isso e não desrespeito pelo adversário ou pelo Paulo Bento, que conheço e admiro desde o Cruzeiro. Mas aí não deu para esconder [a dancinha] (risos)”, disse o treinador, que ainda explicou de onde partiu a ideia da dancinha:

UOL

Brasil encara a Coreia do Sul nesta segunda (5) pelas oitavas de final da Copa

Foto ilustrativa

Passado o susto, é hora de voltar ao plano original. Nesta segunda-feira (5/12), a Seleção Brasileira entra em campo no estádio 974, em Doha, no Catar, para a partida de oitavas de final da Copa do Mundo 2022 contra a Coreia do Sul. Quem vencer, passa para as quartas e mantém vivo o sonho do título.

Para o jogo desta segunda, Tite voltará a utilizar a equipe que iniciou as partidas contra Sérvia e Suíça. No último compromisso, diante de Camarões, o treinador optou por uma equipe de reservas e o resultado foi amargo: derrota por 1 x 0.

A principal notícia para o jogo dessa segunda é o possível retorno de Neymar, após sair mancando logo na estreia diante da Suíça com uma lesão no tornozelo. Em entrevista coletiva, o treinador do Brasil condicionou a volta do jogador em caso de boa apresentação no treino realizado nesse domingo (4/12).

Metrópoles

Tite confirma retorno de Neymar para o jogo contra a Coreia do Sul

Neymar está de volta. O técnico Tite não confirmou se o atacante será titular da seleção brasileira nesta segunda-feira contra a Coreia do Sul, mas disse que o craque está pronto para disputar o jogo válido pelas oitavas de final da Copa do Mundo 2022, no estádio 974.

O treinador concedeu coletiva ao lado de Thiago Silva neste domingo. A primeira pergunta foi voltada para o zagueiro, que foi questionado se Neymar jogaria. Thiago riu e olhou para Tite, que disse:

– Sim!

Na sequência, Thiago Silva falou sobre o retorno dos lesionados. Além de Neymar, existe a expectativa para a volta ao time dos laterais Danilo e Alex Sandro. O zagueiro também lamentou os cortes de Alex Telles e Gabriel Jesus, ambos com lesões no joelho.

ge

Tite diz que Brasil tem que se recuperar rápido da derrota para Camarões: “Copa do Mundo não dá uma segunda chance”

Foto: Bruno Cassuci

O técnico Tite afirmou, em entrevista coletiva concedida nesta sexta-feira (2), após derrota de 1 a 0 do Brasil para Camarões, que a “Copa do Mundo não dá uma segunda chance”. Segundo o comandante da seleção brasileira, os jogadores têm que se recuperar rápido do revés, pois a equipe canarinho volta a entrar em campo já na próxima segunda-feira (5), quando enfrentará a Coreia do Sul pelas oitavas de final a partir das 16h (horário de Brasília).

“Tem que sentir quando se perde, pois faz parte da vida. Porém, o futebol e a competição te proporcionam, até por termos vencido dois jogos, uma segunda chance. Mas temos que ficar sentidos até a tarde de amanhã, quando iniciarmos a preparação”, declarou o treinador do Brasil.

Segundo Tite, o mérito da vitória é todo da equipe africana, que triunfou no Estádio de Lusail graças a um gol do atacante Aboubakar: “Camarões teve mérito de marcar o gol e vencer o jogo. Todos nós perdemos, pois nossa preparação é conjunta, a vitória é conjunta e a derrota é conjunta”.

Brasil perde para Camarões com gol no fim, mas avança em primeiro no Grupo G

Com reservas, seleção brasileira perdeu a primeira na Copa do Mundo e agora vai enfrentar a Coreia do Sul nas oitavas.

A seleção brasileira perdeu para Camarões nesta quinta-feira por 1 a 0, com gol de Aboubakar, aos 46 minutos do segundo tempo, mas ainda assim terminou a fase de grupos como líder da chave G na Copa do Mundo. Escalada com reservas diante da classificação antecipada às oitavas de final, a equipe comandada por Tite foi castigada por não definir o jogo apesar de ter muito mais volume durante o jogo no estádio Lusail. O Brasil avançou com seis pontos, assim como a Suíça, mas permanece como líder do grupo por saldo de gols (dois contra um). A Coreia do Sul será a adversária no mata-mata.

G1

Eliminação da Alemanha garante ao Brasil o status de único penta campeão até 2026; chupa, Europa

Eliminação da Alemanha na primeira fase garante ao Brasil o status de único penta campeão até 2026

Em copas do mundo, o Brasil é a maior das seleções. Somos o único país penta campeão.

Logo atrás de nós, tem a Alemanha e a Itália, ambas com 4 títulos mundiais.

Itália não foi para a Copa, e a Alemanha já foi eliminada.

Desse modo, ainda que o Brasil não vença o torneio, continuará sendo o maior vencedor de todos os tempos isolado, pelo menos até a copa de 2026.

Mas o bom mesmo é garantir logo o hexa, para abrir mais vantagens sobre os papangus europeus, aqueles que segundo Killian Arrogante Mbappé tem futebol meninos do que os sul-americanos.

À espera de Neymar, Brasil vai ter Rodrygo titular na meia contra Camarões

Tite já resolveu uma das três únicas dúvidas da seleção brasileira para a partida contra Camarões, nesta sexta-feira (2), pela terceira rodada da fase de grupos da Copa do Mundo. No meio-campo, Rodrygo venceu a concorrência com Everton Ribeiro e vai começar jogando no estádio de Lusail.

Será a estreia do atacante do Real Madrid como titular do Brasil depois de nove partidas. Na rodada anterior, contra a Suíça, ele entrou no intervalo e deu passe para o gol de Casemiro na vitória por 1 a 0.

Rodrygo vai jogar no meio-campo, posição que originalmente pertence a Neymar. O camisa 10 da seleção sofreu uma lesão de ligamentos no tornozelo direito e está em tratamento para voltar nas oitavas de final da Copa do Mundo, na segunda-feira (5), contra adversário ainda indefinido. As expectativas na seleção são positivas sobre a volta de Neymar.

Na terceira rodada, os laterais Danilo e Alex Sandro também são desfalques por lesão.

UOL

Copa do Catar: Neymar treina em piscina e diz estar ‘zerado’ de lesão no tornozelo

Neymar está confiante de que retornará bem à seleção brasileira nesta Copa do Mundo. O atacante ficou fazendo atividades de fisioterapia na piscina do The Westin, hotel onde a seleção está hospedada no Catar, nesta quarta-feira. 

Em conversa com integrantes da comissão técnica da seleção, afirmou:

– Estou zerado.

O camisa 10, pelo sexto dia seguido, treinou separadamente do restante do elenco. Ele sofreu uma entorse no tornozelo direito na partida de estreia da seleção brasileira, contra a Sérvia, no último dia 24.

BG

Seleção Brasileira vai jogar de azul contra Camarões na sexta-feira (2)

Na próxima sexta-feira (2), a Seleção Brasileira entra em campo com uma novidade: a estreia do uniforme azul na Copa do Mundo do Catar. A partida contra Camarões ocorre às 16h (horário de Brasília), no Estádio Lusail.

Já classificada, a equipe comandada pelo técnico Tite busca terminar em primeiro lugar do Grupo G.

Trajado de azul, o Brasil costuma ter sorte contra seus adversários. Em 1958, por exemplo, a Seleção conquistou seu primeiro título mundial após vencer a Suécia por 5 a 2 na final.

Mais recentemente, na Copa do Mundo de 2018, o time venceu a Costa Rica por 2 a 0 em partida válida pela fase de grupos.

Vinicius Júnior diz que Neymar teve ‘um pouco de febre’

Pouco depois da vitória da seleção brasileira sobre a Suíça, por 1 a 0, na Copa do Mundo do Catar, o atacante Vinicius Júnior afirmou que Neymar teve um pouco de febre nesta segunda-feira (28).

“Estou feliz pela vitória, mas um pouco triste pelo fato de Neymar não estar aqui hoje para se alegrar conosco. Ele ficou no hotel porque não está se sentindo muito bem”, declarou o jogador na zona mista.
De acordo com o atleta, Neymar está mal, “não só por causa da lesão, mas também porque ele está com um pouco de febre”.

“Espero que ele se recupere o mais rápido possível”, concluiu.

O jogador do Paris Saint-Germain (PSG) desfalcou a seleção de Tite após lesionar o tornozelo direito no primeiro jogo do Brasil no Mundial. Hoje, ele, que está em tratamento para se recuperar, chegou a publicar uma foto em suas redes sociais vendo a partida contra a Suíça do hotel. (com agência Ansa)

Imagens da vitória do Brasil sobre a Suíça no Mirante do Potengi, em São Paulo do Potengi