Ex-ministro da Educação Ailton Ribeiro preso na manhã de hoje (22) pela PF será transferido para Brasília

Foto: Carina Neves/MEC

ex-ministro da Educação Milton Ribeiro, que teve a prisão preventiva decretada nesta quarta-feira (22), irá para Brasília a Superintendência da Polícia Federal em Brasília. A PF efetou os mandados de prisão da operação Acesso Pago.

Segundo a âncora da CNN Daniela Lima, o juiz federal Renato Borelli, que decretou a prisão do ex-ministro, rejeitou os pedidos da defesa de que Ribeiro não fosse transferido de Santos para Brasília, para a audiência de custódia na quinta-feira (23).

O magistrado também informou ao advogado Daniel Bialski que só dara acesso completo à sentença que embasou a ordem de prisão de Ribeiro na quinta-feira, horas antes da audiência marcada para 14h.

O advogado começou a elaborar tanto um mandado de segurança, para ter acesso aos autos do caso, como um pedido de habeas corpus.

Para Bialski, a prisão de Ribeiro é desnecessária e irregular. “Ele estava em liberdade e não representa qualquer perigo à sociedade”, disse o defensor.

Ribeiro mora em Santos, no litoral de São Paulo, onde foi preso. Ele deixou a PF pela portaria dos passaportes no início da tarde desta quarta. Ele passou por exames de corpo de delito antes de deixar a unidade.

CNN Brasil

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.