Delegados já falam em expulsar Anderson Torres da PF

Foto: Igo Estrela/Metrópoles.

Delegados da cúpula da Polícia Federal dão como certo que, além de preso, Anderson Torres será expulso da corporação, devido à omissão diante diante da invasão ocorrida no domingo (8/1) em Brasília.

Ex-ministro da Justiça do governo Bolsonaro e ex-secretário da Segurança Pública do Distrito Federal, Anderson Torres é delegado de carreira da PF desde 2003, ou seja, há 20 anos.

Delegados ouvidos sob reserva preveem que, após o avanço das investigações, Torres será alvo de um processo administrativo interno que culminará com sua exoneração definitiva da PF.

A previsão é compartilhada até mesmo por aliados próximos do ex-ministro da Justiça, que enxergam um desfecho bastante difícil para Anderson Torres em todo esse caso.

Com informações do Metrópoles.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *