Bolsonaristas radicais invadem Congresso Nacional, em Brasília

Bolsonaristas sobem no Congresso Nacional, em Brasília — Foto: Afonso Ferreira/TV Globo

Bolsonaristas radicais invadiram o Congresso Nacional, neste domingo (8), após entrar em confronto com a Polícia Militar na Esplanada dos Ministérios, em Brasília, Os participantes de atos antidemocráticos estavam com pedaços de paus e pedras.

Policiais militares tentaram conter os bolsonaristas com uso de spray de pimenta, no entanto, eles invadiram a área de contenção que cercava o Congresso Nacional. Imagens do local mostram que um veículo da Força Nacional caiu no espelho d’água do monumento.

Os policiais também usaram bombas de efeito moral na tentativa de conter os participantes do ato antidemocrático. Até a última atualização desta publicação, a Polícia Militar ainda não havia se manifestado sobre a invasão.

No local, há pontos com fumaça. Além disso, vidraças do munomento foram quebradas.

Após a invasão, o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco disse em uma rede social que em uma conversa por telefone, o governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, afirmou que “está concentrando os esforços de todo o aparato policial, no sentido de controlar a situação”. Pacheco disse ainda que repudia os atos antidemocráticos e que eles devem “sofrer o rigor da lei com urgência”.

G1

Do Blog: A situação em Brasília, segundo informações vindas da capital federal é grave, pois extremistas bolsonaristas estão repetindo o que aconteceu nos Estados Unidos, quando radicais liderados por Donad Trump invadiram o Capitólio, em 6 de janeiro de 2021. Ou seja, aqui no Brasil invadiram o Congresso Nacional com atos de vandalismo, destruição e desrespeito gritante à Democracia.

As autoridades competentes deste país, na forma da Lei precisam tomar providências enérgicas e urgentes para combater esses atos perversos de baderna e terrorismo contra a Democracia.

Outras informações a qualquer momento.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *