TSE faz alerta sobre golpe do Título de Eleitor

Conforme as eleições se aproximam, os golpistas digitais acabam aproveitando o momento para cometer crimes. Por conta disso, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), emitiu um alerta para um golpe que envolve o uso do título eleitor como uma isca para roubar dados dos usuários.

De acordo com o TSE, o teor dos comunicados tem um padrão: normalmente há a informação de uma suposta irregularidade cadastral junto à Justiça Eleitoral que pode causar, se já não causou, o cancelamento do título de eleitor. Depois disso a pessoa recebe um link para poder “regularizar” essa pendência, e então ela deverá informar dados como o CPF, por exemplo. E depois que os bandidos capturam essas informações eles podem usar para cometer crimes em nome da vítima.

Essas mensagens falsas podem chegar pelo WhatsApp, Instagram, e-mail, Telegram e até mesmo SMS; por isso, é bom ficar atento. Por causa disso, o TSE faz questão de ressaltar que: “a Justiça Eleitoral jamais comunica o cancelamento de títulos de eleitor ou alguma irregularidade cadastral mediante mensagens de e-mail ou aplicativos como WhatsApp ou Telegram. Além disso, nenhum dado pessoal é solicitado por esses meios”.

Normalmente os links levam até sites que simulam os canais oficiais do governo, mas eles podem ter erros ortográficos grosseiros, ou imagens distorcidas. Além disso, é importante ver se o endereço que aparece na barra do navegador termina com “jus.br”

O Tribunal informa ainda que no serviço de “Autoatendimento do Eleitor” o leitor pode consultar sua situação cadastral com segurança. O eleitor também tem a opção de entrar em contato com a Ouvidoria do TSE, caso tenha alguma dúvida sobre links recebidos.

SBT News

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *