Quem são os militares que estão aconselhando Lula na transição

Embora tenha desistido de anunciar oficialmente o grupo de transição da Defesa, o presidente eleito Lula vem contando, nos bastidores, com o auxílio de um grupo de conselheiros militares.

A equipe é composta por pelo menos cinco militares de alta patente que ocuparam cargos importantes durante os dois primeiros governos Lula e a gestão Dilma Rousseff, mas que já estão na reserva.

Esses militares vêm atuando como “conselheiros” do presidente eleito na Defesa, área considerada sensível para Lula, em razão da proximidade das Forças Armadas com Jair Bolsonaro.

Nessa segunda-feira (28/11), os cinco participaram da reunião em que Lula decidiu indicar o futuro ministro da Defesa na próxima semana. A ideia é que o próprio ministro comande a transição com os militares.

Veja a lista dos militares que estão aconselhando Lula:

  • General Enzo Peri – Foi comandante do Exército entre 2007 e 2015, período que compreendeu o segundo governo Lula e o primeiro governo Dilma;
  • General Marco Edson Gonçalves Dias – Atuou na segurança pessoal de Lula na campanha eleitoral de 2022 e entre 2003 e 2009, quando o petista era presidente da República. Também foi chefe da Coordenadoria de Segurança Institucional de Dilma;
  • Tenente-brigadeiro do Ar Juniti Saito – Foi comandante da Aeronáutica entre 2007 e 2015, período que compreendeu o segundo governo Lula e o primeiro governo Dilma;
  • Tenente-brigadeiro do Ar Nivaldo Rossato – Comandante da Aeronáutica entre 2015 e 2019, período que compreendeu o segundo governo Dilma e o governo Michel Temer;
  • Major-Brigadeiro do Ar Rui Chagas Mesquita – Foi ajudante de ordens de Lula.

Reunião

Além dos militares, participaram da reunião com Lula o vice-presidente eleito, Geraldo Alckmin; o ex-ministro Aloizio Mercadante; a presidente do PT, Gleisi Hoffmann; e o ex-ministro do TCU José Múcio.

“O presidente optou por só fazer a transição na área da Defesa após a escolha do ministro e dos comandantes, o que ele deve fazer na próxima semana”, afirmou à coluna Múcio, um dos nomes cotados para assumir o Ministério da Defesa no governo Lula 3.

METRÓPOLES

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *