Caravanas com PMs para Brasília e insurgências no Nordeste acendem o alerta

A organização de caravanas rumo aos protestos de Brasília com a participação de policiais militares de outros estados e o clima tenso na relação entre parte das tropas e os governos opositores ao presidente Jair Bolsonaro no Nordeste estão no centro das preocupações em relação aos protestos bolsonaristas de 7 de Setembro.

Em Mato Grosso, há relatos de policiais da ativa inscritos em caravanas que sairão de Cuiabá ara o Distrito Federal. Em grupos privados, policiais da Bahia também se organizam para ir a Brasília e para participar do ato previsto em Salvador.

Governos estaduais monitoram possíveis atos de indisciplina, mas publicamente afirmam que não há clima para preocupação.

Enquanto isso, promotores da Justiça Militar e até juízes têm se movimentado para coibir a presença de Pms da ativa nos atos, reiterando leis e regimentos que impedem manifestações de caráter político partidário.

Folha de S. Paulo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.