PESSOAS DO MEU POTENGI: Dona Soledade

Por Silvério Filho

Com 102 anos de vida, lúcida, sorridente, conhecendo e conversando com todos que a visitam, Dona Soledade carrega consigo uma imensidão de memórias, que poucos tem a graça de guardar.

Da última vez que a visitamos, na Vila Campo Grande, São Paulo do Potengi, a encontramos sentada na sua cadeira de rodas, assistindo a TV Canção Nova, tendo ao lado o seu oratório com as imagens de Nossa Senhora, São Miguel Arcanjo, Santa Luzia, o Crucifixo de Jesus, a foto de Monsenhor Expedito, dentro outros santos.

Mãe de uma filha, avó de inúmeros netos e bisavó de 5 bisnetos, nos falou de sua longa vida, testemunha de uma história secular, sempre respeitando e cuidando da família, com temor e fé em Deus e rezando bastante.

Nos disse que não perde o Programa Destaque Político que apresentamos na Rádio Potengi AM e que gosta muito do debate saudável entre o pai e o filho.

Nos falou também, que reza constantemente pedindo ao Pai do Céu pela paz no mundo, pelo fim da fome e da pandemia que flagelam a humanidade.

Um patrimônio histórico e vivo de São Paulo do Potengi.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.