Potengienses desbravando o São Francisco; a visita aos milenares Cânions do “Velho Chico”

Cânions são formações rochosas esculpidas em vales profundos graças às ações dos rios e à movimentação de placas tectônicas e da erosão eólica ao longo de milhares de anos”.

Nessa sexta-feira, 20 de janeiro, dedicado a São Sebastião, a equipe potengiense desbravadora do Rio São Francisco no quinto dia de sua viagem histórica, visitou os Cânions do rio (leia definição acima) um dos mais belos espetáculos de mãe natureza. Nos cânions não existe correnteza, porém segundo, Ronaldo, piloto da lancha que viajamos por cerca de uma hora, a profundidade em determinados lugares chega aos 200 metros. Uma beleza de encher os olhos.

Nessa época do ano é grande a movimentação de barcos e lanchas conduzindo turistas vindos de todas as partes do mundo, que também aproveitam para tomar banho nos locais indicados pelos guias.

Reforçamos o convite para que você continue nos acompanhando nesta histórica viagem.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *