Silvério Alves

Silvério Alves

Bolsonaro: “Querem imputar um crime a mim de corrupção, onde uma dose sequer foi comprada da vacina“

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on email

O presidente Jair Bolsonaro rebateu as acusações de corrupção no processo de compra da vacina indiana Covaxin, do laboratório Bharat Biotech, para o combate à pandemia. Ele afirmou que, devido aos controles governamentais que o governo dele tem, as vacinas sequer foram compradas.

“Querem agora imputar um crime a mim de corrupção, onde uma dose sequer foi comprada da vacina, porque temos filtro, temos controle“, declarou.

No fim de junho, o Ministério da Saúde suspendeu temporariamente o contrato de compra da vacina indiana, por orientação da Controladoria-Geral da União (CGU), dias depois de depoimentos à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Pandemia dados pelo deputado Luís Miranda (DEM-DF) e de seu irmão, chefe de importação do Ministério da Saúde, Luís Ricardo Miranda. – BG

Categorias