Balsas de garimpeiros ilegais são incendiadas pela Polícia Federal no Rio Madeira, no Amazonas

Após quatro dias de espera, a Polícia Federal iniciou, na manhã deste sábado, uma megaoperação para combater os garimpos ilegais no Rio Madeira, na altura da cidade de Autazes, a 120 quilômetros de Manaus, no Amazonas. A ação, que conta com o apoio da Força Nacional e da Marinha, vem sendo tratada em sigilo para evitar uma reação mais violenta dos garimpeiros, que já se dispersaram pelo rio em direção a Porto Velho.

Mesmo com a forte chuva na Amazônia, quatro colunas de fumaça preta podiam ser vistas sobre o rio, na tarde deste sábado. Trinta e uma balsas de garimpo foram incendiadas por agentes da Polícia Federal. Eles se locomoviam armados pela água em duas lanchas e lançavam combustível nas estruturas abandonadas pelos garimpeiros, que se esconderam na selva.

O Globo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.