Vereador de Natal condena cotas para gays após ler notícia falsa

O vereador de Natal Cícero Martins (PTB) deu o que falar após discurso na Câmara Municipal. O político viu uma notícia falsa na internet, acreditou que fosse verdade e se posicionou contra o assunto fictício em questão: cotas para gays em concursos públicos.

A falsa notícia vista pelo vereador circula nas redes sociais. O texto afirma que a Câmara dos Deputados discute a criação de uma cota para homossexuais em concursos públicos. Que o projeto do deputado Marquinhos Freire (PT-BA), que nem existe, será votado ainda neste mês e que já conta com o apoio de 254 deputados federais. Além disso, a informação conta que a Federação Brasileira dos Bissexuais, outro nome inexistente, estaria descontente por não ser incluída.

Se tivesse feito uma simples pesquisa na internet, atentando para fontes seguras, o parlamentar evitaria a gafe, mas não foi o que ocorreu. Ao citar o projeto que acreditou ser verdadeiro, Cícero Martins afirmou: “Não estou conseguindo conviver com esse tipo de coisa”.

Durante o discurso feito nessa segunda-feira, 10, o vereador até mostrou ter ficado desconfiado com a informação, mas não se preocupou em apurar. “Isso aqui, acho que é mentira de quem fez a matéria”, declarou ao citar a suposta aprovação de 254 deputados.

Por ter se posicionado contra o suposto benefício para gays, o político previu, também na oratória, que seria criticado. “Sei que vou levar uma chibatada, o que é natural”, comentou. Ele ainda acrescentou que “a rede social é uma grande arma para quem é covarde”.

Quanto ao sistema de cotas, Cícero Martins se mostra contrário. “Criou-se cotas para negros e agora para homossexuais, e a educação lá em baixo”, contestou.

Ao fim do discurso, a declaração de que apenas opinou: “Esse é meu ponto de vista. Sei que não agrada a alguns, mas não estou aqui para agradar. Estou aqui para fazer a política que acho certo”.

Portal NoAr

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.