Há 82 anos, Monsenhor Expedito “disse sim” ao chamado de Deus

Por Silvério Filho

Nosso Senhor Jesus Cristo, ao explicar a dureza do coração dos fariseus e declarar a revogação da antiga lei do divórcio, apresentou uma mensagem que, segundo Ele próprio, não poderia ser recebida por todos, mas apenas por aqueles a quem foi concedido. Disse o Cristo: “Porque há eunucos que assim nasceram do ventre da mãe; e há eunucos que foram castrados pelos homens; e há eunucos que se castraram a si mesmos, por causa do reino dos céus. Quem pode receber isto, receba-o.” (Mt 19:12). Nessa passagem, Jesus apresenta um contraponto ao egoísmo dos fariseus por meio da exaltação ao celibato, posteriormente exaltado também por São Paulo, em I Coríntios 7, e por São João, em Apocalipse 14:4.

Em 19 de novembro de 1939, na Catedral de Nossa Senhora da Apresentação, em Natal, o jovem Expedito Sobral de Medeiros escolheu fazer parte destes que optam por viver o celibato por amor ao Reino Celeste: tornou-se padre, escolhendo morrer para o mundo e vestir o preto da batina, sinal de que já não vivia para si, mas para Deus e para os outros.

Morto para o mundo, mas não alheio a ele, veio a São Paulo do Potengi com a intenção de reconciliar os homens entre si e com Deus, tarefa que cumpriu bem, mas sem deixar de apresentar posicionamentos firmes, quando necessário. Nessa tarefa, embora não fizesse distinção de pessoas, nutria uma opção preferencial pelos pobres, pois sabia que, como padre, não podia rejeitar a súplica de um pobre, nem desviar dos indigentes seu olhar (Eclo 4,4), muito menos despedir-se de um necessitado, sem buscar sanar suas necessidades materiais (Tg 2:14-18).

Falando a língua do povo, conforme lembrado pelo seu compadre Zé Preto, deu testemunho de que a luta social da Igreja faz parte da própria concepção cristã de vida (Mater et Magistra, § 221). Foi assim que, quando entre nós, pregou o Evangelho por palavras e atos, demonstrando, para leigos e instruídos, a necessidade de cultivar a fé, a esperança e o amor. Amor este que deu a ele a compreensão de que o sofrimento pelo Reino de Deus não era para si um fardo, mas uma alegria, conforme já havia constatado o Apóstolo Paulo (Cl 1,24).

Os frutos do seu trabalho social são inegáveis: a criação do Centro Social, das escolas radiofônicas, da maternidade Francisquinha Fonseca (atualmente hospital regional); fundação do sindicato rural; combate à fome, à sede e a desnutrição do nosso povo; luta pelas adutoras etc. A importância é tanta que não dá para falar da história de São Paulo do Potengi sem citar, em diversos momentos, a atuação do padre.

Em 16 de janeiro de 2000, findou sua estadia entre nós, após “pelejar” algum tempo com as fortes dores causadas pela doença, suportadas com amor e resignação. Crendo na vitória de Cristo sobre a morte (I Cor 55-58), o padre passou para a verdadeira vida maneiro, sem nenhuma preocupação material, deixando para aqueles que o conheciam a certeza de que sua existência terrena foi um sacrifício vivo, santo e agradável a Deus (Rm 12,11), tendo lutado o bom combate, encerrado a carreira e guardado a fé.

Obrigado, Monsenhor Expedito, por ter aceitado o chamado de Deus naquele dia 19 de novembro de 1939.

A oração pelos mortos, o Kadish judaico e o pedido de Paulo por Onesíforo

A oração pelos mortos consta no Antigo Testamento, em 2Mc 12:39-45. Narra-se aí que alguns soldados judeus foram encontrados mortos num campo de batalha, tendo debaixo de suas roupas objetos consagrados aos ídolos, o que era proibido pela Lei. Então Macabeus mandou fazer um sacrifício pelos pecados desses soldados, na esperança que poderiam ser perdoados. O sacrifício, conforme relata a própria Escritura, teve como pressuposto a forte crença na Ressurreição.

A oração pelos falecidos foi mantida pelo Judaísmo Rabínico, surgido após a destruição do segundo templo de Jerusalém. É chamada de kadish, e é recitada geralmente por familiares, a fim de facilitar o processo de purificação pelo qual passariam os judeus mortos. Há, nesse ponto, semelhança com o conceito católico de purgatório.

Trazendo a questão agora para o cristianismo, é possível argumentar que Paulo conhecia essa passagem de 2Mc 12, pois em I Cor 15:29 ele  traça possível paralelo:

– I Cor 15:29 – “Que farão os que se batizam pelos mortos, se absolutamente os mortos não ressuscitarem?”.

– 2Mc 12,44 – “Se ele não julgasse que os mortos ressuscitariam, teria sido vão e supérfluo rezar por eles”.

De fato os apóstolos provavelmente utilizavam a Septuaginta, versão grega do antigo testamento, que continha os livros de Macabeus, conforme reconhecido pela SBB, uma das principais editoras evangélicas do país [1].  O autor da carta aos hebreus (11,35), por exemplo,   narra o acontecimento citado em 2Mc 7:1-29, onde irmãos judeus são assassinados por não aceitarem a profanação grega.

Parece-nos, inclusive, que o próprio Paulo praticou a oração pelos mortos.

Em  2Tm, São Paulo lembra alguns eventos de suas viagens. Ao final do 1º capítulo, ele fala de Onesíforo, um cristão de Éfeso que ajudou o apóstolo durante a sua passagem pela cidade. O tom da passagem (2Tm 1,16-18) é de quem lembra com carinho um amigo que morreu. O apóstolo encerra o capítulo orando para que Deus tenha misericórdia da casa de Onesíforo e do próprio Onesíforo  “naquele Dia”, ou seja, no dia do juízo.

Provavelmente Onesíforo estava morto, já que, no final da mesma carta, Paulo enumera as pessoas para quem Timóteo deveria levar os cumprimentos: “Prisca, Áquila e a família de Onesíforo” (2Tm 4:19). Enquanto os outros são citados pessoalmente, apenas a família de Onesíforo, e não o próprio, é citada. Não parece razoável crer que Onesífero poderia estar vivo mas em outro lugar, já que no versículo seguinte, Paulo enumera expressamente os discípulos que estavam em outras cidades, sem citar Onesíforo como sendo um deles (2Tm, 4:20).

De fato, embora esteja escrito que após a morte vem o Juízo (Hb 9:27), também está escrito que, dentre os salvos, uns passarão “pelo fogo” e outros, não (I Cor 3,11-15). Para os católicos, este fogo que atinge aqueles que são salvos não pode ser o inferno, porque no inferno não há salvos; nem pode ser no paraíso, porque no paraíso não há fogo.  Logo, seria um estágio intermediário, onde os salvos que edificaram sobre “madeira, ou com feno, ou com palha” (I Cor 3,12) ainda poderiam se beneficiar da oração dos justos da terra.

Foi o que fez Macabeus em relação aos seus companheiros mortos em batalha. Foi o que provavelmente fez Paulo em relação a Onesíforo. E é o que a Igreja Católica fez desde os primeiros cristãos pós-apóstolos e fará até o final dos tempos.

[1]. Sociedade Bíblica do Brasil: https://www.sbb.org.br/a-biblia-sagrada/destaques-da-historia-da-traducao/?fbclid=IwAR0Uj_IvC_BpNGrfc7JKRy_zBn5T1vZFJiFNCexN2AmVgLA6C7AC-xKUrpE

São Paulo do Potengi: Decreto Municipal altera dia da feira livre

O Decreto Municipal 069/21, publicado ontem (27), altera o dia da feira livre do sábado, 1° de maio, para sexta-feira, dia 30 de abril, devido ao feriado nacional do “dia do trabalhador”.

Isso acontece para que sejam cumpridas as medidas previstas no Decreto Estadual 30.516/21, que mantém a necessidade do “toque de recolher” em domingos e feriados em horário integral.

Sociedade Educadora São Francisco retorna às aulas presenciais nesta quarta (28)

A Direção-geral da Sociedade Educadora São Francisco comunica que, de acordo com autorização emanada através do Decreto Municipal nº 068, de 23 de abril de 2021, em seu art. 3º, as aulas presenciais retornarão nesta quarta-feira, dia 28 de abril de 2021, seguindo todos os protocolos de biossegurança já repassados a alunos e pais desde o início do ano.

A SESF informa que mantém todos os cuidados necessários para evitar o contato físico e aglomerações.

Contamos com o apoio de todos os alunos e pais. Vamos passar por esse momento com fé em Deus!

SESF. A Melhor Educação.

Editor do blog tomou a primeira dose da vacina

Na tarde desta segunda-feira, 26 de abril, o editor deste blog, Silvério Alves, 63 anos, tomou a primeira dose da vacina Oxford contra a Covid-19. No próximo dia 26 de julho, o professor receberá a segunda dose do imunizante

Aniversário do jovem Ewerton Jhonatan

Quem está aniversariando nesta terça, 27 de abril, é o jovem Ewerton Jhonatan completando seus 17 anos de idade.

Ao aniversariante, que Deus ilumine seus caminhos, parabéns e tudo de bom.

O aniversário de Zé dos móveis

Quem está aniversariando nesta terça, 27 de abril, é Zé dos móveis conhecido pela localidade por suas habilidades com a marcenaria.

Atualmente, aposentado, aproveita sua vida junto com sua esposa em um sítio na zona rural de São Paulo do Potengi.

Ao aniversariante, que Deus ilumine seus caminhos, parabéns e tudo de bom.

Número de mortes por Covid-19 no Brasil em 2021 supera todo ano de 2020

O Brasil registrou 1.305 óbitos pela Covid-19 nas últimas 24 horas, de acordo com o Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass). O número de novos casos foi de 32.572.

Com a atualização, 2021 já ultrapassou o total de 2020 em número de óbitos por conta do coronavírus. Só neste ano, o país reportou 195.848 mortes em decorrência da doença, ante as 194.949 vítimas de todo o ano passado.

É um número similar de vidas perdidas em menos da metade do tempo. Com isso, a média diária de mortes deste ano está em mais que o dobro do ano passado. Em 2020, considerados apenas os 290 dias entre o primeiro óbito nortificado (17 de março) e o último dia do ano, morreram, em média, 672,2 pessoas por dia em decorrência do coronavírus no Brasil.

Em 2021, são 1.703 pessoas morrendo a cada dia, em média, pela doença, considerados os 115 dias desde 1º de janeiro até este domingo, 25 de abril. Desde o início da pandemia, o Brasil conta um total de 390.797 mortes e 14.340.787 infectados.

São Paulo, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Paraná e Bahia estão entre os estados brasileiros com índices mais altos de infectados e mortes causadas pela Covid-19.

Abril de 2021 é o mês mais letal desde o início da pandemia

Mesmo antes de terminar, o mês de abril deste ano já contabiliza mais mortes por Covid-19 no Brasil do que qualquer outro desde o início da pandemia, segundo dados do Ministério da Saúde compilados pela CNN. Desde o primeiro dia do mês até o dia 25, foram registradas 69.282 vítimas de coronavírus no país.

Até então, março de 2021 era o mês mais letal, com 66.573 mortes. Somente janeiro deste ano, com 29.555 óbitos, seria o terceiro mês mais fatal em 2020, ficando atrás apenas de julho (32.881) e junho (30.280) do ano passado.CNN Brasil

Suposto ganhador da Mega da Virada vai ao Procon-SP após perder prazo para ter a grana

Um consumidor procurou, nesta quinta-feira (22), o Procon-SP afirmando ser o vencedor da Mega da Virada de 2020, cujo sorteio foi realizado em 31 de dezembro do ano passado. O órgão de defesa do consumidor afirmou que irá notificar a Caixa Econômica Federal para que a empresa confirme a identidade do apostador.

Segundo as regras do concurso, os vencedores têm até 90 dias após a realização do sorteio para retirar o prêmio ou perdem a bolada. Na última Mega da Virada, um dos sortudos, contemplado com R$ 162,6 milhões, não se apresentou dentro do prazo e perdeu a bolada.

O sortudo ou sortuda, que é da capital paulista e fez a aposta pela internet, entrou para a história como a pessoa que esqueceu o maior prêmio das loterias não retirado até hoje. O dinheiro vai para o Fies (Fundo de Financiamento do Ensino Superior). ​

No último concurso, houve dois ganhadores. Uma aposta de Aracaju (SE) e outra feita pela internet tinham direito, cada uma, R$ 162.625.108,22 por acertar as seis dezenas do concurso que teve o maior prêmio da história das Loterias, de R$ 325,2 milhões.

Confira os números sorteados: 22 – 35 – 17 – 41 – 20 – 42.

Para o Procon-SP, mesmo que a empresa afirme que o consumidor perdeu o prêmio por não ter retirado o valor dentro do prazo, é dever da instituição fazer o pagamento. Como a aposta foi feita por meio eletrônico, o órgão de defesa do consumidor diz que há condições de fazer a identificação. “A Caixa tem como identificar quem é o ganhador. E queremos apurar se esse consumidor que nos procurou é efetivamente quem venceu o sorteio”, afirma Fernando Capez, diretor-executivo do Procon-SP, em nota.

Em março, a Caixa já tinha sido notificada a identificar o apostador e fazer o pagamento. Em resposta, informou que a obrigação de reclamar o prêmio no prazo de 90 dias é do vencedor e que o cadastro efetuado no ambiente virtual não tem a finalidade de fazer a identificação, mas de verificar a qualificação do interessado como apostador (maioridade civil, CPF, etc.).

Em nota enviada à reportagem do Agora na ocasião, a Caixa afirmou que, segundo a lei 13.756/2018, “cabe exclusivamente ao apostador solicitar o recebimento de prêmios de loterias em até 90 dias”.

O banco estatal disse ainda que, na internet, assim como nas apostas feitas em casas lotéricas, “a Caixa não grava, junto com a aposta, a identidade do apostador, independentemente do canal de venda”.

Centrais do cidadão reabrem segunda-feira (26) para emissão de carteira de identidade no RN

As Centrais do Cidadão vão reabrir na próxima segunda-feira (26) exclusivamente no setor do Instituto Técnico-Científico de Perícia (Itep) para confecção e emissão de carteiras de identidade. A reabertura foi autorizada em portaria publicada na edição de quarta-feira (21) do Diário Oficial do Estado (DOE).

O atendimento presencial nas Centrais do Cidadão foi suspenso no dia 1º de março por causa do avanço da pandemia no RN.

De acordo com a publicação no Diário Oficial, a partir de segunda (26), os horários de funcionamento são:

  • Central do Cidadão da Zona Norte de Natal: das 09h às 18h;
  • Central do Cidadão da Zona Sul de Natal: das 09h às 18h;
  • Central do Cidadão de Parnamirim: das 08h às 18h;
  • Demais Centrais do Cidadão: das 07h às 13h.

Para ser atendido, será obrigatório fazer um agendamento pela internet, através do site da Central do Cidadão.

A portaria informa que o intervalo de tempo entre os agendamentos será ampliado de 10 minutos para 15 minutos, “de forma a evitar aglomerações na área interna das Centrais do Cidadão”. O agendamento tem que ser obrigatoriamente no nome de quem for atendido.

Também será obrigatório o uso correto e permanente da máscara, assim como todos devem seguir estritamente os protocolos de biossegurança necessários. Não está autorizada a entrada de nenhuma pessoa que não esteja na lista.

Morre terceira vítima de explosão no bairro das Rocas, em Natal

Uma mulher é a terceira vítima fatal da explosão que deixou seis pessoas feridas e destruiu quatro imóveis no dia 9 de abril no bairro das Rocas, na Zona Leste de Natal. Maria do Socorro de Souza estava internada no Centro de Tratamento de Queimados (CTQ) do Hospital Walfredo Gurgel e teve a morte confirmada na noite de quarta-feira (21).

De acordo com médicos do CTQ, ela tinha de 40% a 60% do corpo queimado e chegou a ficar 24 horas intubada. Morreu por complicações causadas pelas queimaduras.

Maria do Socorro era esposa de Antônio José da Silva, de 53 anos, e mãe de Adriano Souza da Silva, 28 anos, que morreram na última sexta-feira (16), também vítimas da explosão. Aparecida de Souza e Silva, de 24 anos, filha de Maria do Socorro, chegou a ser internada e recebeu alta na semana passada.

Uma criança de 4 anos que estava na casa continua internada na UTI pediátrica do Walfredo Gurgel, e, segundo nota do hospital, tem o quadro estável, respondendo bem ao tratamento.

Governo do RN publica novo decreto com toque de recolher menor; veja regras

O governo do Rio Grande do Norte publicou nesta sexta-feira (23) o novo decreto que estabelece as medidas de prevenção à pandemia da Covid-19 no estado até o próximo dia 12 de maio. Entre as mudanças, em relação as normas em vigor até esta sexta-feira (23), está a flexibilização do toque de recolher, que será das 22h às 5h nos dias de semana. Até então, o horário era das 20h às 6h.

Segundo o decreto, o toque de recolher significa proibição de circulação de pessoas em todo o Estado do Rio Grande do Norte, como medida de diminuição do fluxo populacional e aglomerações aos domingos e feriados, em horário integral e nos demais dias da semana, das 22h às 05h da manhã do dia seguinte.

governo anunciou as novas regras nesta quinta-feira (22), após reunião com municípios, mas prefeitos, inclusive o de Natal, Álvaro Dias, afirmaram que iriam publicar decretos próprios com maior flexibilização.

Serviços que podem funcionar mesmo durante o toque de recolher:

  • serviços públicos essenciais;
  • serviços relacionados à saúde, incluídos os serviços médicos, hospitalares, atividades de podologia, entre outros;
  • farmácias, drogarias e similares, bem como lojas de artigos médicos e ortopédicos;
  • supermercados, mercados, padarias, feiras livres e demais estabelecimentos voltados ao abastecimento alimentar, vedada a consumação no local no período do toque de recolher;
  • atividades de segurança privada;
  • serviços funerários;
  • petshops, hospitais e clínicas veterinária;
  • serviços de imprensa e veiculação de informação jornalística;
  • atividades de representação judicial e extrajudicial, bem como assessoria e consultoria jurídicas e contábeis e demais serviços de representação de classe;
  • correios, serviços de entregas e transportadoras;
  • oficinas, serviços de locação e lojas de autopeças referentes a veículos automotores e máquinas;
  • oficinas, serviços de locação e lojas de suprimentos agrícolas;
  • oficinas e serviços de manutenção de bens pessoais e domésticos, incluindo eletrônicos;
  • serviços de locação de máquinas, equipamentos e bens eletrônicos e eletrodomésticos;
  • lojas de material de construção, bem como serviços de locação de máquinas e equipamentos para construção;
  • postos de combustíveis e distribuição de gás;
  • hotéis, flats, pousadas e acomodações similares;
  • atividades de agências de emprego e de trabalho temporário;
  • lavanderias;
  • atividades financeiras e de seguros;
  • imobiliárias com serviços de vendas e/ou locação de imóveis;
  • atividades de construção civil;
  • serviços de telecomunicações e de internet, tecnologia da informação e de processamento de dados;
  • prevenção, controle e erradicação de pragas dos vegetais e de doenças dos animais;
  • atividades industriais;
  • serviços de manutenção em prédios comerciais, residenciais ou industriais, incluindo elevadores, refrigeração e demais equipamentos;
  • serviços de transporte de passageiros;
  • serviços de suporte portuário, aeroportuário e rodoviário;
  • cadeia de abastecimento e logística.

COVID: Mulheres ficam imunizadas por mais tempo depois de infectadas, diz estudo francês

Já havia sido observado em hospitais que mulheres tinham menos probabilidade de sofrer de formas graves da Covid-19. Agora, tudo leva a crer que elas também ficam protegidas por mais tempo depois de contrair o vírus, observa o jornal francês Le Parisien, com base em um estudo realizado pelo Instituto Pasteur, o Instituto Nacional de Saúde e Pesquisa Médica (INSERM) e hospitais de Estrasburgo, no leste do país.

As conclusões do estudo foram publicadas no Journal of Infectious Diseases. Os pesquisadores explicam que o gênero – mulher ou homem – parece influenciar na diminuição do nível de anticorpos que se formam quando o corpo luta contra o vírus, que depois o protege contra uma nova infecção.

“O nível de anticorpos presentes nas mulheres da amostra que acompanhamos diminui muito menos rapidamente do que nos homens”, resume Samira Fafi-Kremer, diretora do Instituto de Virologia do Hospital Universitário de Estrasburgo, que se encontra na origem deste estudo.

Mesmo número de anticorpos seis meses depois

Para chegar a este resultado, foram estudados os casos de cerca de 400 cuidadores e pessoal administrativo dos hospitais de Estrasburgo, que haviam sido infectados sem a forma grave da doença no final de março de 2020. A cada três meses foram realizados testes sorológicos, que permitiram saber se eles desenvolveram anticorpos contra o coronavírus.

Embora os homens desenvolvam mais anticorpos no início, eles os perdem rapidamente. Em contrapartida, depois de seis meses, 38% das mulheres ainda têm o mesmo nível de anticorpos do começo: “Seis meses depois de adoecer, 38% das mulheres não perderam os anticorpos, contra 8% dos homens”, detalha a pesquisadora.

Agora é chegada a hora de analisar o nível de anticorpos de nove meses e um ano após a infecção. “Sabemos que os anticorpos têm uma tendência natural de diminuir. Essa pesquisa adicional nos permitirá ver se esses resultados diferentes entre mulheres e homens se prolongam com o tempo”, explica o professor Olivier Schwartz, chefe do departamento de Vírus e Imunidade do Instituto Pasteur, coautor do estudo.

Hormônios e genética

Dois fatores explicam essa possível proteção imunológica maior em mulheres: hormônios e genética. “Os hormônios sexuais femininos têm a capacidade de estimular melhor a resposta imune. Além disso, o cromossomo X, envolvido na resposta imune, está presente duas vezes nas mulheres, enquanto os homens são XY”, diz Samira Fafi-Kremer.

Este trabalho parece confirmar o que já havia sido observado em hospitais, com a maioria dos homens internados, principalmente em unidades de terapia intensiva, e com maior mortalidade masculina.

Segundo os cientistas, essa proteção permite combater a variante britânica do vírus, mas é menos eficaz contra as variantes da África do Sul e do Brasil. Em qualquer caso, espera-se que os resultados forneçam uma ideia sobre a eficácia das vacinas.

Neoenergia reajusta tarifas em 8,9% na Bahia e no Rio Grande do Norte

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou o reajuste de tarifas de energia das subsidiárias da Neoenergia(NEOE3) na Bahia (Coelba) e no Rio Grande do Norte (Cosern), mostra documento enviado ao mercado nesta quinta-feira (22).

O efeito médio para o consumidor será de 8,98% na Coelba e 8,96% na Cosern.

De acordo com a empresa, o uso dos créditos tributários referentes a exclusão do ICMS da base do PIS/Cofins e a antecipação da reversão para modicidade tarifária das receitas contribuíram para redução do efeito médio para o consumidor.

Veja o documento:

Inmet alerta para chuvas intensas em 113 cidades do RN; veja lista

O Instituto Nacional de Meteorologia emitiu, na manhã desta quinta-feira (22), um alerta de chuvas intensas em 113 municípios do Rio Grande do Norte. O alerta vale até às 11h desta sexta (23). (Confira a lista dos municípios abaixo).

De acordo com o comunicado, há previsão de chuvas com intensidade de 20 a 30 milímetros por hora ou até 50 milímetros por dia, com baixo risco de alagamentos e descargas elétricas.

As instruções gerais para a população, ainda de acordo com o instituto, envolvem, evitar enfrentar o mau tempo, observar alteração nas encostas, evitar uso de aparelhos eletrônicos ligados à tomada e, em caso de urgência, acionar a Defesa Civil (telefone 199) e o Corpo de Bombeiros (telefone 193).

Veja as cidades do RN sob alerta:

  1. Acari
  2. Afonso Bezerra
  3. Alexandria
  4. Almino Afonso
  5. Alto Do Rodrigues
  6. Angicos
  7. Antônio Martins
  8. Apodi
  9. Augusto Severo
  10. Açu
  11. Baraúna
  12. Barcelona
  13. Bento Fernandes
  14. Bodó
  15. Caicó
  16. Caiçara Do Rio Do Vento
  17. Campo Redondo
  18. Caraúbas
  19. Carnaubais
  20. Carnaúba Dos Dantas
  21. Cerro Corá
  22. Coronel Ezequiel
  23. Coronel João Pessoa
  24. Cruzeta
  25. Currais Novos
  26. Doutor Severiano
  27. Encanto
  28. Equador
  29. Felipe Guerra
  30. Fernando Pedroza
  31. Florânia
  32. Francisco Dantas
  33. Frutuoso Gomes
  34. Governador Dix-Sept Rosado
  35. Ipanguaçu
  36. Ipueira
  37. Itajá
  38. Itaú
  39. Jandaíra
  40. Janduís
  41. Japi
  42. Jardim De Angicos
  43. Jardim De Piranhas
  44. Jardim Do Seridó
  45. Jaçanã
  46. José Da Penha
  47. João Câmara
  48. João Dias
  49. Jucurutu
  50. Lagoa De Velhos
  51. Lagoa Nova
  52. Lajes
  53. Lajes Pintadas
  54. Lucrécia
  55. Luís Gomes
  56. Macau
  57. Major Sales
  58. Marcelino Vieira
  59. Martins
  60. Messias Targino
  61. Mossoró
  62. Olho-D’Água Do Borges
  63. Ouro Branco
  64. Paraná
  65. Parazinho
  66. Paraú
  67. Parelhas
  68. Patu
  69. Pau Dos Ferros
  70. Pedra Preta
  71. Pedro Avelino
  72. Pendências
  73. Pilões
  74. Portalegre
  75. Poço Branco
  76. Pureza
  77. Rafael Fernandes
  78. Rafael Godeiro
  79. Riacho Da Cruz
  80. Riacho De Santana
  81. Riachuelo
  82. Rodolfo Fernandes
  83. Ruy Barbosa
  84. Santa Cruz
  85. Santana Do Matos
  86. Santana Do Seridó
  87. Serra Do Mel
  88. Serra Negra Do Norte
  89. Serrinha Dos Pintos
  90. Severiano Melo
  91. São Bento Do Trairí
  92. São Fernando
  93. São Francisco Do Oeste
  94. São José Do Seridó
  95. São João Do Sabugi
  96. São Miguel
  97. São Paulo Do Potengi
  98. São Rafael
  99. São Tomé
  100. São Vicente
  101. Sítio Novo
  102. Taboleiro Grande
  103. Tangará
  104. Tenente Ananias
  105. Tenente Laurentino Cruz
  106. Timbaúba Dos Batistas
  107. Touros
  108. Triunfo Potiguar
  109. Umarizal
  110. Upanema
  111. Venha-Ver
  112. Viçosa
  113. Água Nova

COVID: Brasil registra 2.027 óbitos e 45 mil novos casos nas últimas 24h

O Ministério da Saúde divulgou os dados mais recentes sobre o coronavírus no Brasil nesta quinta-feira (22):

– O país registrou 2.207 óbitos nas últimas 24h, totalizando 383.502 mortes;

– Foram 45.178 novos casos de coronavírus registrados, no total 14.167.973 pessoas já foram infectadas.

Nova remessa de insumos garante produção e entrega de vacinas até junho, diz Fiocruz

Um novo carregamento de IFA (ingrediente farmacêutico ativo) para a produção de vacinas contra covid-19 no Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos Bio-Manguinhos deve chegar da China no próximo sábado (24), com quantidade suficiente para garantir a entrega de imunizantes até 2 de junho, segundo projeção da Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz).

A remessa do insumo será a sétima das 14 previstas e terá o suficiente para produzir 9 milhões de doses. Esse volume se somará ao estoque de IFA para 7 milhões de doses que ainda restarão ao fim de abril, permitindo a produção de 16 milhões de doses até 12 de maio.

A Fiocruz também divulgou as datas previstas para o embarque das próximas seis remessas de IFA: 29 de abril; 12  18, 19 e 26 de maio e 2 de junho. O cronograma ainda pode, entretanto, sofrer revisões.

Até o momento, a Fiocruz recebeu IFA suficiente para produzir 39 milhões de doses. Dessas, 31 milhões já foram efetivamente produzidas e 10,8 milhões foram entregues ao PNI (Programa Nacional de Imunizações). Está prevista para amanhã (23) a liberação de mais 5 milhões de doses para distribuição aos estados e municípios e, para semana que vem, mais 6,7 milhões de doses.

O processo de liberação das doses para o PNI leva quatro semanas. Na primeira, a dose é formulada a partir do IFA, envasada nos frascos e inspecionada. Na segunda e na terceira semanas, ocorrem rigorosos processos de controle de qualidade, além da rotulagem e embalagem. O controle de qualidade é finalizado na quarta semana, quando é fechada a documentação, a liberação e a expedição dos lotes.

O diretor de Bio-Manguinhos, Maurício Zuma, explicou que os métodos de controle de qualidade são estabelecidos cientificamente e seguidos em todo o mundo, de modo que não podem ser abreviados. “Não tem como acelerar esse processo”, disse Zuma, que explicou que uma documentação volumosa é produzida e analisada para cada liberação. “Cada lote gera um dossiê de um livro com centenas de páginas.”

Ele estima que, já na semana que vem, a capacidade de produção de Bio-Manguinhos possa subir das atuais 900 mil doses diárias para 1 milhão de doses por dia, o que ajudará a Fiocruz a aumentar o volume das entregas nos próximos meses. Em abril devem ser liberadas 19,8 milhões de doses, número que deve aumentar para 21,5 milhões em maio, 34,2 milhões em junho e 22,1 milhões em julho.

Bio-Manguinhos também vai trabalhar até o fim de semana na preparação da estrutura que vai produzir o ingrediente farmacêutico ativo no Brasil. É que já está prevista para segunda-feira (26) a inspeção de técnicos da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) para a certificação das condições técnicas operacionais para a produção do IFA.

A partir daí, serão produzidos os lotes de pré-validação e validação do IFA, entre maio e julho. Todo o controle de qualidade do IFA requer um período de 45 dias, para que só então o insumo seja usado no processo de fabricação da vacina, que demora mais quatro semanas entre a formulação e a liberação. Zuma explicou que medidas como o adiantamento da produção serão tomadas para garantir a disponibilidade mais rápida das vacinas:

“Logo após o lote de validação, vamos começar o lote comercial. Normalmente, espera-se para, só após a aprovação da Anvisa, [produzir] os lotes comerciais, porque, se a agência não aprovar, tem-se que jogar fora. Mas nós não vamos esperar. Vamos começar a produzir e estocar, por causa desse momento de urgência.”

IFA adicional

A Fiocruz também está em negociação com a AstraZeneca para o recebimento de quantidades adicionais do ingrediente farmacêutico ativo necessário para a produção da vacina contra covid-19. Já está contratada a importação dos insumos necessários para produzir 100,4 milhões de doses até julho, e a Fiocruz prevê fabricar, com IFA nacional, mais 110 milhões de doses no segundo semestre.

Como os processos necessários para entrega das doses totalmente produzidas no Brasil pode se estender até outubro, as remessas adicionais de IFA poderiam reforçar a produção e as entregas até lá.

Zuma informou que o recebimento de mais carregamentos de IFA já está acertado com a AstraZeneca, mas disse que ainda é preciso definir quando os insumos poderão chegar, devido à alta demanda internacional e aos compromissos da AstraZeneca com órgãos internacionais, como o consórcio Covax.

“Já temos um acordo com a AstraZeneca para conseguir mais IFA, mas, neste momento, eles não conseguem confirmar para nós que esse IFA vai chegar antes de agosto ou setembro. Vamos receber IFA, sim, mas não sabemos em que mês exatamente será”, afirmou Zuma.

O diretor de Bio-Manguinhos apontou mais alternativas para garantir entregas nos meses de agosto e setembro, como as doses prontas da Índia. O acordo com o Instituto Serum prevê mais 8 milhões de doses para o Brasil, mas o agravamento da pandemia no país asiático tem dificultado a definição de um cronograma para a exportação. “Esse cronograma não chegou ainda, mas a gente continua discutindo com eles”, disse Zuma.

Há também cerca de 40 milhões de doses da vacina Oxford/AstraZeneca que estão contratadas para chegar ao Brasil pelo consórcio Covax. Zuma lembrou que há outras vacinas em negociação e que a vacina produzida pela Fiocruz, em casos de extrema necessidade, pode ser administrada com apenas uma dose.

A vacina Oxford/AstraZeneca tem eficácia de 76% 20 dias após a primeira dose. Com a segunda aplicação, o percentual sobe para 82%.

João Santana fecha com PDT para campanha de Ciro em 2022

O publicitário João Santana retorna à cena política para 2022, desta vez contratado pelo PDT para fazer a campanha de Ciro Gomes à Presidência da República.

O anúncio da contratação foi feito nesta quinta-feira (22/4) pelas redes sociais de Ciro e do presidente do PDT, Carlos Lupi.

“Reunião de trabalho com Carlos Lupi, presidente do PDT, e com o publicitário João Santana, que nos ajuda a partir de agora na comunicação do partido”, escreveu.

Ex-marqueteiro de campanhas presenciais do PT, tanto do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva quanto de Dilma Rousseff, Santana também orquestrou campanhas vencedoras na Venezuela, de Hugo Chávez, em 2012, e Nicolás Maduro, em 2013.

O publicitário e sua esposa, Mônica Moura, foram condenados pela operação Lava Jato a mais de 7 anos de prisão por lavagem de dinheiro envolvendo negociações entre a empreiteira Odebrecht e o ex-ministro da Casa Civil Antônio Palocci.

Recentemente, em entrevista ao programa Roda Viva, Santana sugeriu, como chapa imbatível para vencer o presidente Jair Bolsonaro, Lula como vice de Ciro.

Suspeição de Moro é mantida pelo STF, e processos contra Lula serão julgados de novo no DF

O plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu nesta quinta-feira (22/4) que os quatro processos criminais da Operação Lava Jato que tramitaram contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na 13ª Vara Federal de Curitiba serão enviados para o Distrito Federal para serem julgados novamente.

Os processos devem recomeçar do zero, já que a corte manteve suspeição do juiz Sergio Moro para julgar Lula — portanto as provas produzidas em Curitiba não podem ser usadas novamente, já que ficam “contaminadas” por sua conduta suspeita, ou seja, são consideradas ilegais.

Na semana passada, a Corte já havia mantido o entendimento que a Justiça de Curitiba não não tinha competência para julgar os casos de Lula. Com isso foi mantida anulação de todas as decisões tomadas pela 13ª Vara nos processos contra Lula — inclusive as condenações no caso do tríplex no Guarujá e no do sítio de Atibaia.

Os processos precisavam, então, ser enviados para julgamento na comarca competente. A decisão desta quinta-feira, por seis votos a quatro, foi de que a Justiça do Distrito Federal é quem tem essa competência.

Isso porque Lula estava em Brasília quando os supostos fatos teriam acontecido. Se houve crime de corrupção, ele teria sido consumado em Brasília, explicou o ministro Gilmar Mendes.

Três pessoas de Florânia morrem de covid em menos de 12 horas

Prova do descontrole da pandemia.

O município de Florânia, no Seridó do Rio Grande do Norte, tem pouco mais de 9 mil habitantes.

Só da noite de segunda para a manhã da terça-feira morreram 3, vítimas da covid.

Pessoas que entram na estatística da dor, e não dos números.

Pessoas que tem nomes: Francisco das Chagas, Dona Matilde, Dona Mariquinha…

*

Com informações dos blogs de Ricardo Morais e da Thaisa Galvão