Hoje (2) o presidente Temer passa por prova de fogo na Câmara dos Deputados, em Brasília

Resultado de imagem para fotos do presidente temer

Nesta quarta-feira, 2 de agosto, todos os holofotes e olhares do Brasil e de grande parte do mundo, estão voltados para a Câmara dos Deputados, em Brasília, que possivelmente votará hoje um pedido da Procuradoria Geral da República para que a Câmara Federal permita ao Supremo Tribunal Federal,processar o presidente Temer por corrupção passiva,  como deseja a PGR.

Para que a votação aconteça são necessários no mínimo 342 deputados no plenário da Casa. O presidente e seus aliados acreditam  que a solicitação da PGR não será aprovada, a oposição pensa o contrário.

Se o pedido da Procuradoria-Geral for aprovado  pela Câmara, Temer será afastado do cargo por até 180 dias  e o presidente da Câmara dos Deputados Rodrigo Maia assumirá interinamente a presidência da república, até que o caso seja resolvido pelo STF. Se o pedido não for aprovado, a questão será encerrada e Temer seguirá governando o país.

Teremos outras informações.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.