Admin

Admin

Artigo: A história ainda não contada do Coronavírus

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on email

O mundo já teve inúmeras quarentenas forçadas. Foram guerras, revoluções e doenças. O toque de recolher já soou inúmeras vezes na humanidade. Ampliando o sentido da palavra, tivemos que ficar em casa em situações bem mais tensas que a atual.

Londres foi bombardeada pelos nazistas por dias a fio provocando incêndios imensos que duravam dias… e a tristeza com as vidas que não duravam nada. A cidade ficava nas trevas com os moradores escondidos nas estações de metrô – todos no escuro para não serem alvos, cantando de mãos dadas e tomando sopa. Incrível como em momentos de grande adversidade são propícios a gestos de solidariedade e engrandecimento.

O desafios eram enormes. As crianças foram evacuadas para o campo em vagões de trens que poderiam ser atingidos pelos alemães. Era angústia com saudade e ainda não existia Rivotril nessa época. Mas os ingleses contaram com os ingleses. Se uniram e formaram uma enorme resistência ora dividindo um abrigo ora multiplicando gentileza ou somando esforços para reconstruir casas destruídas.

Uma das principais diferenças deste isolamento forçado para o nosso é a perspectiva. Deus quando fecha uma porta sempre abre uma janela – e essa janela hoje é a internet – a tela do seu computador ou smartphone. A internet consegue abrir inúmeras outras. Abre a janela para o seu vizinho, abre para seu trabalho, abre para uma conversa com seu parente que mora longe mas tá sempre perto no pensamento.

O mundo digital pode ser a cura para diversos efeitos colaterais da quarentena. A depressão, a solidão, a falta de dinheiro, o stress, o sedentarismo e muito mais. São diversos cursos online grátis, conferências de trabalho, vídeos de treinamentos, tutoriais de meditação, aulas com personal trainer, lives com seus amigos ou com bandas. É muita informação. Tem pra você ficar ansioso e para se acalmar; tem para sorrir e para chorar.

Você faz a sua programação.

Escolha construir um cenário melhor do que o antes da pandemia – tanto na vida pessoal como na profissional. É nos períodos mais difíceis que nascem as melhores soluções. Depois da idade média veio o renascimento. Tivemos uma explosão criativa nas artes, na filosofia, nas ciências, na economia, cultura, política e na sociedade. O que vem pela frente será uma renovação impulsionada pelo sonhos represados e pela energia acumulada. E se através da solidariedade você conseguir ajudar alguém – basta uma pessoa – ainda poderemos deixar o mundo pós-pandemia muito melhor.

Assim como os ingleses nós também estamos numa guerra – pelo nosso emprego, pela nossa saúde e pela nossa sanidade mental. Vamos à luta – juntos. Winston Churchill no discurso “We shall fight on the beaches” falou: “Lutaremos nas praias, nos terrenos, nos campos e nas ruas”- nós também – com nossa arma mobile 4G/Wifi nas mãos e a máscara no rosto vamos lutar ao lado de todos os brasileiros até o dia da grande vitória. Nossa batalha contra o corona também vai entrar para a história.

Marcus Aragão

Publicitário

(Instagram: @aragao01

Categorias