Lula ‘vence’ na Austrália, em nova vitória na Oceania. Petista teve 72,9% na Nova Zelândia

Os números da Austrália, com base nos registros de urnas para votação de brasileiros no país, indicam vitória de Luiz Inácio Lula da Silva. O candidato do PT ganhou em seções de votação de três cidades, Melbourne, Camberra e Sidney, e o presidente Jair Bolsonaro ficou em segundo lugar. O avanço da da maratona eleitoral no exterior está sendo acompanhado atentamente por brasileiros que estão postando cópias das totalizações de votos afixados em locais de votação. Porém, os dados oficiais só serão divulgados ao fim da eleição em todo país pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Primeiro país a concluir a votação para presidente, a Nova Zelândia deu “vitória” a Luiz Inácio Lula da Silva. Dos 451 votos válidos em Wellington, 329 foram para o candidato do PT, que obteve, assim, 72,9% dos votos válidos, sem considerar votos brancos e nulos. Jair Bolsonaro (PL) conquistou 71 votos na cidade, ou 15,7% do total de votos válidos.

Boletim de urna após votação na Nova Zelândia — Foto: Divulgação
Boletim de urna após votação na Nova Zelândia — Foto: Divulgação
Ciro Gomes (PDT) somou 23 votos, ou 5,1% dos votos válidos, enquanto Simone Tebet (MDB) teve oito votos, ou 1,8% dos votos válidos. A senadora, que disputa o terceiro lugar nas pesquisas de sábado, ficou atrás do candidato do Novo em Wellington: Felipe D’ávila somou 11 votos no país (2,4% do votos válidos) e Padre Kelmon (PTB), três votos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *