A Academia Potengiense de Letras e Artes parabeniza os organizadores do FLIP Potengi, pela organização, sucesso e importância do Festival Literário

Foto da direita pra esquerda: Aluísio Júnior (Coordenador do Festival), Professora Mariquinha (Presidente da APLA), Dona Nini (Madrinha do Festival), Escritora Cleudia (Vice-presidente da APLA)

Texto: Professora Maria do Carmo Dantas, Presidente da APLA

A Academia Potengiense de Letras e Artes – APLA parabeniza o escritor acadêmico Aluísio Azevedo Júnior, membro dessa instituição literária, pela realização do 1º Festival Literário de São Paulo do Potengi/RN – FLIPOTENGI, o maior espetáculo literário já ocorrido nessa cidade.

O citado evento contou com participação especial dos talentos das escolas da Região Potengi, e ainda a presença dos escritores potiguares e nacionais, poetas, cordelistas, artistas plásticos; a atividade envolveu com brilho, a cultura circense –.Registramos aqui a dedicação dos artistas do circo Cebolinha – circo popular literário, e uma das atrações que causou impacto no público foi o monólogo insight insano do poeta/ator/dramaturgo Potengiense Rosinaldo Luna, também acadêmico da APLA. Lembramos com carinho a energia positiva de José Acaci, encantando o público com sua poesia e cantoria., a querida escritora Ozani Gomes brilhando com sua contação de Literatura Infantil e seus encantadores livros infantis, completando o trio maravilhoso com Ivan Pinheiro, grande promotor da Literatura. O evento teve uma riqueza imensa de várias outras atrações.


Como legado dos momentos mágicos vivenciados por todos e todas que participaram da FLIPOTENGI, ficaram as emoções das rodas de conversa que abrilhantaram o festival, desses podemos destacar: Vida e Obra da professora Maria Eugênia, que teve como palestrantes seus filhos: Ana Emília e Gervásio Protásio; A realização de um diálogo interativo dos Escritores Aluisio Azevedo Júnior, o pesquisador Vlademir Alexandre e o escritor poeta Isaias Santa Rosa, falaram sobre Oswaldo Lamartine, nome ilustre no cenário literário e politico potiguar; Como momento emocionante ficaram as palavras do Escritor Aluisio Azevedo Júnior que falou sobre a Vida e Obra de seu pai Aluísio Azevedo, exemplo de superação, um vencedor, de uma nobreza inexplicável! Uma História enaltecida pelo Pesquisador Gutemberg Costa; Momento interessante foi quando Aluisinho dialogou sobre o Plano Municipal do Livro com plena

aprovação do Prefeito de São Paulo do Potengi, Pacelle Souto.O Festival Literário encerrou suas atiividades com uma Roda de Conversa sobre Monsenhor Expedito, tendo como palestrantes Silvério Alves, professor, Jornalista e grande conhecedor da História do Monsenhor Expedito e o Pesquisador Roberto Monte, guardião do Acervo Fotográfico do Monsenhor. Foram momentos especiais das memórias do nosso querido padre, saudoso amigo.


Podemos chamar de Inesquecível o Espetáculo Musical de Matteus Rocha e a emoção da Madrinha do Festival Literário, Professora Maria Nini Araújo Souto, ícone da cultura Potengiense, imortal da APLA, que recebeu a homenagem da professora Maria do Carmo, que declamou o poema denominado Nini Souto. Nós que fazemos a APLA agradecemos por meio dessa nota ao idealizador desse evento tão importante para nós, que fomentamos a literatura na Cidade de São Paulo do Potengi, dizendo que foi de grande importância para nossa Academia, ter tido participação em tão importante evento, onde tivemos a oportunidade de apresentar para a Sociedade Potengiense nossa Instituição Literária e Artística que além de fomentar a leitura e a escrita, também preserva a cultura, estimula a descoberta de dons naturais, dos talentos adormecidos.


Assim sendo queremos ressaltar o quanto é importante conhecer e preservar as raízes culturais, e torná-las vivas na memória das gerações futuras. Sabemos que São Paulo do Potengi é uma terra exuberante ao se tratar de cultura. Nosso povo é criativo! Nossa riqueza cultural é imortalizada pela História dos nossos antepassados. Nesse sentido podemos presumir que hoje, as diversas influências de hábitos, tem modificado a maneira de ser das pessoas. Nos dias atuais nossa cultura é vista com novos olhares. É preciso respeitar as inovações, acompanhar a evolução dos tempos, porém manter a essência, para não perder a identidade cultural.


Vale salientar o apoio da vice-presidente da, Cleudia Pacheco, sempre presente, atuante nas ações da APLA. É um ser humano incrível! Percebe-se a grandeza de sua sensibilidade ao falar de seus livros e de suas memórias.

Destacamos com muita alegria a presença de Ivan Lopes – Sócio Correspondente da APLA, prestigiando o Festival Literário.


Agradecemos a participação dos Acadêmicos, e a você Aluisinho por essa oportunidade tão significativa! Nosso agradecimento a Daniel e toda a equipe do Festival, em especial à professora Nadja, sempre presente.
São Paulo do Potengi, 25/07/2022.


Maria do Carmo Dantas de Souza Presidente da APLA

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.