TSE “não tolerará” assédio eleitoral, diz Moraes

O ministro Alexandre de Moraes, presidente do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), disse nesta terça-feira (18.out.2022) que a Corte não irá tolerar casos de assédio eleitoral durante a disputa deste ano.

A declaração foi feita na sessão realizada pelo Tribunal na noite desta 3ª. Ele comentava a reunião com o procurador-geral do trabalho, José de Lima Ramos Pereira, e com o procurador-geral eleitoral, Paulo Gustavo Gonet Branco, na parte da tarde.

“O combate à desinformação é completado com o combate ao assédio moral, para que os eleitores possam escolher o melhor candidato sem qualquer interferência ilícita. Eu reitero aqui que o assédio moral é crime e como crime será combatido. E aqueles que praticarem tanto responderão civilmente como penalmente. O TSE não tolerará assédio moral”, afirmou.

Poder360

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *