A visita de tio Expedito e do amigo Luiz Gomes, ambos potengienses, a familiares em SPP

Foto: da direita pra esquerda: Luiz, Expedito, Júnior meu irmão e o editor do Blog

No final da tarde desta segunda-feira, oito de agosto, tivemos a grata satisfação de receber na residência de minha mãe dona Janete, em São Paulo do Potengi, a visita de nosso tio Expedito Alves, irmão mais novo da matriarca, acompanhado de seu amigo Luiz Gomes, filho do senhor Augusto Gomes (in memorian), ambos potengienses, que residem na capital federal Brasília há muitos anos.

Um reencontro muito agradável para matar as saudades e colocar os assuntos em dia.

Imagens da ceia de Ano Novo na residência da matriarca Janete Alves

Na noite dessa sexta-feira, 31 de dezembro, parte da família do senhor Pedro Raimundo (in memorian) e de dona Janete Alves, reuniu-se na residência da matriarca, em nossa cidade, para celebrar a passagem de ano. Filhos, filhas, noras, genros, irmã, sobrinhas, netos, bisneto… participaram da confraternização que foi abrilhantada pela música de boa qualidade tocada pelo genro Hélder e pelo neto Lenonardo.

Uma beleza de noite abençoada por Deus.

Amigos antigos, potiguares descobrem em promoção que são irmãos separados há mais de 30 anos

Marcela Barbosa e Marco Medeiros, amigos há pelo menos sete anos, descobriram em novembro que são irmãos. Os dois se conheceram em uma casa de praia e depois passaram a fazer parte do mesmo círculo social, em Natal.

A descoberta do parentesco aconteceu após Marcos decidir participar de uma promoção de uma empresa de chocolate. As informações são do G1.

“Para fazer meu cadastro, eu precisava da minha hora de nascimento, que eu não sabia. Foi quando eu fui perguntar para a minha mãe [a adotiva]. Ela me trouxe a pulseirinha do hospital, que marcava 18h50”.

Além do horário e do dia do nascimento, a pulseirinha também marcava o nome completo da mãe biológica: Licélia Barbosa Carvalho. Após tirar uma foto da pulseira, o rapaz conta que decidiu pesquisar o nome da mãe na internet e acabou encontrado um perfil em uma rede social.

“Não tinha informação, mas eu olhei em ‘amigos em comum’ e foi aí que eu vi o perfil de Marcela”. Na sequência, Marco mandou uma mensagem para a amiga.

“Você conhece alguma Licélia Barbosa Carvalho?”, perguntou o rapaz. “É minha mãe, por quê?”, respondeu Marcela. Em seguida, Marco questionou se a mãe da amiga já teve outro filho. “Ela teve mais um e deu para uma família que não podia ter filhos”, respondeu Marcela.

Marco então revelou que o nome da mãe biológica também era Licélia Carvalho. “Eu estou aqui me tremendo todinha”, respondeu Marcela a Marco.

Homem encontra filha depois de 15 anos, após ver anúncio de restaurante

Por 15 anos, Lucas de Moura Souza Lobo Campagnola, de 37 anos, sonhou em conhecer a filha mais velha. Ao G1, ele contou que conseguiu encontrá-la após ver nas redes sociais o anúncio de um restaurante do bairro onde a menina mora, em Guarujá, no litoral paulista. Diante da publicação, ele teve a ideia de pedir para a dona, que já era sua conhecida, tentar informações na região. A mulher jogou no grupo dos funcionários que o pai procurava por Luanna, e minutos depois do pedido, a confirmação veio: ela havia localizado a adolescente.

Lucas conta que, quando a mãe de Luanna Santos engravidou, ambos eram usuários de drogas, e moravam em Guarujá, no bairro Vila Júlia. Pouco depois, a família dele fez uma intervenção e o internou. Ele avisou que a ex-namorada estava grávida, e segundo o editor gráfico, os familiares se propuseram a ajudá-la também. “Ela acabou fugindo e sumiu, foi por isso que ainda não havia encontrado minha filha”, explica. Ele acabou perdendo o contato com a família depois disso.

Prefeitura de São Paulo do Potengi presta homenagem a todos os pais potengienses

Parabéns a todos os pais que se dedicam a proteger e amar os seus filhos como eles precisam e merecem. Feliz dia dos pais!

Prefeito Pacelli Souto

Mensagem do ex-prefeito Naldinho aos pais potengienses

Hoje é o Dia dos Pais. Parabéns a todos os Pais do Mundo!… E, em especial, a todos os nossos queridos Pais que moram em São Paulo do Potengi!…

Que o dia de hoje seja pra vocês um momento de reencontro com a felicidade de ser um verdadeiro PAI.

Parabéns a todos!…

Forte abraço e fiquem com Deus!…

Do amigo de vocês, Naldinho.

A visita a Arthur e Pérola

No último sábado, 24, juntamente com sua esposa, Vera Lúcia, o editor do Blog, Silvério Alves, esteve em Jaçanã/RN, para um evento familiar.

Na oportunidade, passou por Nova Floresta/PB, para visitar os sobrinhos-netos Artur e Pérola, filhos de Jaderson e Celina (sobrinha de Vera).

A visita proporcionou essa bela foto, que merece o nosso TBT.

“A casa onde vovô morou”, uma homenagem a Pedro Raimundo

Por Silvério Filho

Nesta casa, na comunidade rural de Boa Vista dos Raimundos, São Paulo do Potengi, o Senhor Pedro Raimundo e a Senhora Joana Alves tiveram boa parte dos seus 12 filhos, sendo o primogênito o meu pai, Silvério Alves, o chefe .

Agricultor, meu avô Pedro Raimundo foi um dos fundadores do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de São Paulo do Potengi, 2º do Brasil, num tempo em que os donos do poder, acostumados a explorar os trabalhadores rurais, acusavam de comunistas aqueles que propunham a sindicalização.

Mas Pedro Raimundo não tinha nada de comunista. Homem honrado e de moral irrepreensível, educou os 12 filhos no catolicismo de base, proclamando, a partir da família e da sua vida pessoal, o Evangelho do Nosso Senhor Jesus Cristo.

Embora fosse simples e sem erudição, nutria profundo interesse pela palavra de Deus, sendo discípulo dos ensinamentos da “teologia das realidades terrestres” de Monsenhor Expedito Sobral de Medeiros, como meu pai foi depois dele e hoje eu sou, depois de meu pai.

Em 06/03/2015, partiu, mas nos deixou um legado simples, sólido e bonito como o alpendre da foto.

Hoje, 15 de maio, é o Dia Mundial da Família

A família tem a sua origem naquele mesmo amor com que o Criador abraça o mundo criado, como se afirma já «ao princípio», no livro do Génesis (1, 1). Uma suprema confirmação disso mesmo, no-la oferece Jesus no Evangelho: «Deus amou de tal modo o mundo que lhe deu o seu Filho unigénito» (Jo 3, 16). O Filho unigénito, consubstancial ao Pai, «Deus de Deus, Luz da Luz», entrou na história dos homens através da família: «Pela sua encarnação, Ele, o Filho de Deus, uniu-Se de certo modo a cada homem. Trabalhou com mãos humanas, (…) amou com um coração humano. Nascido da Virgem Maria, tornou-Se verdadeiramente um de nós, semelhante a nós em tudo, excepto no pecado» (3). Se é certo que Cristo «revela plenamente o homem a si mesmo» (4), fá-lo a começar da família onde Ele escolheu nascer e crescer. Sabe-se que o Redentor passou grande parte da sua vida no recanto escondido de Nazaré, «submisso» (Lc 2, 51) como «filho do homem» a Maria, sua Mãe, e a José, o carpinteiro. Esta sua «obediência» filial não é já a primeira manifestação daquela obediência ao Pai «até à morte» (Fil 2, 8), por meio da qual redimiu o mundo?

O mistério divino da Encarnação do Verbo está, pois, em estreita relação com a família humana. Não apenas com uma — a de Nazaré —, mas de certo forma com cada família, analogamente a quanto afirma o Concílio Vaticano II do Filho de Deus que, na encarnação, «Se uniu de certo modo com cada homem» (5). Seguindo a Cristo que «veio» ao mundo «para servir» (Mt 20, 28), a Igreja considera o serviço à família uma das suas obrigações essenciais. Neste sentido, tanto o homem como a família constituem «a via da Igreja». ” A Família vai Salvar a Humanidade”

São João Paulo II

Do Blog: Daqui a nossa homenagem a todas as famílias do Planeta Terra.