PODE COMEMORAR: Nordeste é a região do Brasil que mais produziu medalhas de ouro nos Jogos Olímpicos
07/08/2021


Das sete medalhas de ouro do Brasil nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020, quatro foram conquistados por pessoas nascidas na região, são elas:

Ítalo Ferreira, surfe (Rio Grande do Norte)

Ana Marcela Cunha, maratona aquática (Bahia)

Isaquias Queiroz, canoagem (Bahia)

PREDESTINADO: Autor do gol do bi olímpico, Malcom só foi convocado faltando 1 semana para estreia do Brasil na Olimpíada

Malcom, um predestinado! O atacante só foi para a Olimpíada porque um jogador que tinha sido convocado, Douglas Augusto, se machucou durante a preparação e precisou ser cortado. O jogador foi chamado no dia 14 de julho, uma semana antes da estreia do Brasil na Olimpíada. E entrou na prorrogação da final para fazer o gol do bicampeonato olímpico.

Ele até havia sido foi convocado na lista inicial do técnico André Jardine, mas não tinha liberação de seu clube na Rússia, o Zenit, para se apresentar no início da preparação em São Paulo. Naquele momento, a comissão técnica optou por convocar um novo jogador. O cenário mudou com a necessidade de escolher um substituto para a vaga aberta por Douglas Augusto, foi quando Malcom foi chamado.

“Quando Deus tem planos para nossa vida, nos resta orar e esperar a vontade dele. Eu fiquei muito feliz, honrado e motivado com a reconvocação para disputar essa Olimpíada”, afirmou o atleta quando se apresentou à seleção olímpica.

A velocidade do atacante do Zenit, da Rússia, foi fundamental para a seleção na decisão do ouro contra a Espanha. Malcom incendiou o time na prorrogação e fez o gol do título ao receber uma bola de Antony em velocidade e desviar do goleiro Unai Simon.

É OURO! O brasileiro Hebert Conceição vence por nocaute e é campeão olímpico no boxe

O Brasil conquistou mais um ouro no penúltimo dia dos Jogos Olímpicos de Tóquio. Hebert Conceição , de 23 anos, derrotou nesta madrugada o ucraniano Oleksandr Khyzhniak por nocaute técnico na final da categoria até 75kg do boxe masculino e garantiu outra medalha para o país. – IG

O brasileiro Isaquias Queiroz é medalha de ouro na canoagem

Na madrugada deste sábado, nas Olimpíadas de Tóquio, Isaquias Queiroz ganhou a 5ª medalha de ouro para o Brasil, na canoagem.

Brasil vence a Coreia do Sul no volei feminino e vai disputar a final olímpica com os Estados Unidos

Numa partida sensacional onde a seleção brasileira de voleibol feminino, venceu de formar espetacular a Coreia do Sul, pelo placar de 3×0, vai disputar a final olímpica contra os Estados Unidos.

FIM DE UMA ERA: Barcelona anuncia oficialmente a saída de Lionel Messi

O Barcelona anunciou nesta quinta-feira a saída definitiva de Lionel Messi. O jogador estava sem contrato e negociava com o clube blaugrana a renovação. Segundo comunicado divulgado pelos espanhois, o acordo já estava acertado entre as partes, mas “obstáculos econômicos e estruturais” relacionados à La Liga impediram que fosse selado.

“As duas partes lamentam profundamente não ser possível cumprir os desejos do jogador e do clube”, diz trecho da nota.

O principal problema para a permanência de Messi no Barcelona está relacionado ao fairplay financeiro estabelecido por LaLiga. Porém, nas negociações iniciais, o argentino chegou a aceitar reduzir seu salário em 50% para seguir na Catalunha.

Sem Messi, todo o planejamento do Barcelona para a temporada deverá mudar, já que os culés buscavam reduzir a folha salarial em prol da permanência de seu maior jogador.

Messi chegou ao Barcelona com apenas 13 anos, e atuou por 21 deles no clube. O Barça agradeceu os serviços prestados.

“Agradecemos de todo o coração a aplicação do jogador no crescimento da instituição e desejamos o melhor em sua vida profissional e pessoal”, diz o clube.

Para a temporada 2021/22, o clube se reforçou com Agüero, Depay, Eric Garcia e Emerson, e acertou saídas de Junior Firpo, Todibo, Aleñá, Matheus Fernandes e Trincão.

Maior jogador da história do clube catalão, Messi fez 672 gols em 778 jogos em 17 temporadas. Conquistou quatro títulos da Champions, três Mundiais e 10 Espanhóis, entre outros.

Como possíveis destinos do craque, desempregado desde o dia 30 de junho, foram citados anteriormente Manchester City e Paris Saint-Germain como interessados.

O Globo – Foto: Lluis Gene/AFP

A brasileira Ana Marcela é medalha de ouro na maratona aquática nas Olimpíadas de Tóquio

A baiana Ana Marcela, 29 anos, na manhã desta quarta-feira (4), noite de terça no Brasil, ganhou a medalha de ouro na maratona olímpica (10 km) de Tóquio. G1 – Foto: Sátiro Sodré/SPP Press

Atleta alemã rejeita título de mais sexy do mundo para ser a mais veloz no revezamento 4×400 em Tóquio

Sua beleza, claro, é inegável. Mas, aos 22 anos, a velocista alemã Alica Ѕchmidt quer mostrar na Olimpíada de Tóquio que é mais que um rosto bonito. O título de Atleta Mais Sexy do Mundo, eleita por uma revista especializada em esportes no ano passado, ela rejeita. Alica quer mesmo é o título de mais veloz no revezamento 4 X 400 ao lado de suas companheiras. As classificatórias acontecem ao longo da semana e a grande final está marcada para o próximo sábado, dia 7.

Patrocinada por uma grande marca, Alica Ѕchmidt tem mais de dois milhões de seguidores no Instagram, onde mostra seus feitos como atleta e também fatura com plubliposts. Entre suas conquistas no esporte, estão a medalha de prata no revezamento 4 X 400 no Campeonato Europeu Sub-20 de Atletismo, em 2017, e a de bronze no mesmo campeonato, em 2019, na categoria sub-23.

Durante sua preparação para os Jogos Olímpicos, a velocista chegou a ser convidada para posar nua para a “Playboy” alemã, mas recusou o convite, alegando que seu foco é outro.

Extra – O Globo

Olimpíadas: Brasileiro brilha no salto com vara e ganha a medalha de bronze

Thiago Braz conquistou a sua segunda medalha olímpica. Após o ouro na Rio-2016, o brasileiro de 27 anos ficou com o bronze na Tóquio-2020 no salto com vara, ao alcançar 5m87, a sua melhor marca na temporada.

O ouro ficou com o sueco Armand Duplantis, recordista da modalidade, e a prata com o americano Cristopher Nilsen.

Mais uma vez o francês Renaud Lavinellie foi peça importante na disputa. Se na Rio-2016 era o favorito, mas ficou com a prata e se irritou com os brasileiros que torceram contra, na Tóquio-2020 o seu erro garantiu a medalha para Thiago Braz. – IG

Ao vencer o México nos pênaltis Brasil está na final olímpica de futebol

A Seleção brasileira está na final olímpica de futebol. O Brasil que empatou em 0x0 com o México no tempo normal e na prorrogação, venceu a seleção mexicana nos pênaltis. A final será entre a seleção brasileira e o vencedor do jogo entre Espanha e Japão. A final será no próximo sábado.

Brasil: Martine Grael e Kahena Kunze velejam até o ouro e são bicampeãs das Olimpíadas

Cinco anos depois da Baía de Guanabara, foi a vez de a ilha de Enoshima, no Japão, ser o palco da medalha de ouro das velejadoras Martine Grael e Kahena Kunze.

A dupla brasileira conquistou o bi olímpico em Tóquio-2020, nesta terça-feira (3), na regata final da categoria 49er FX, após a prova ter sido adiada em um dia por questões meteorológicas.

As velejadoras terminaram a regata decisiva em terceiro, o suficiente para o título depois de 12 regatas na semana. Alemãs (prata) e holandesas (bronze) completaram o pódio.

Ouro de Ítalo Ferreira na Olimpíada impulsiona comércio em Baía Formosa, no litoral do RN

 A vitória do surfista Ítalo Ferreira nos Jogos de Tóquio não rendeu ao Brasil apenas a primeira medalha de ouro da modalidade em Olimpíadas, mas também ajudou a reaquecer o comércio na região onde ele nasceu.

O ganhador do primeiro ouro olímpico do surfe voltou para o município litorâneo de Baía Formosa, no Rio Grande do Norte, logo após a conquista no Japão, atraindo turistas e jornalistas para sua cidade natal.

Ginasta brasileira Rebeca Andrade é ouro nas Olimpíadas de Tóquio

No início da manhã deste domingo (1º), a ginasta brasileira Rebeca Andrade, 22 anos conquistou mais um feito histórico nas Olimpíadas de Tóquio. Depois de ganhar a medalha de prata no individual geral e se tornar a primeira brasileira medalhista olímpica na ginástica artística, ela foi ouro no salto ao amanhecer deste domingo.

É a primeira vez que uma brasileira sobe duas vezes ao pódio em uma edição de jogos Olímpicos.

Ítalo Ferreira chega ao RN na madrugada para evitar aglomerações: “Momento é delicado”

O campeão olímpico Ítalo Ferreira pousou em solo potiguar na madrugada desta sexta-feira (30). Ele gravou um vídeo no momento em que chegou em casa, às 3:48 da amanhã.

Natural de Baía Formosa, no litoral sul potiguar, Ítalo fez história ao conquistar a medalha de ouro no surf, logo no primeiro ano da modalidade como esporte olímpico.

Ele disse que optou por chegar na madrugada para evitar “tumulto” e “aglomeração”.

“A gente está vivendo um momento delicado, continua ainda, então vamos evitar. Vocês vão me ver pela praia ali, eu vou estar surfando em algum lugar”, disse o campeão, que já inicia ainda hoje os treinamentos para os próximos desafios profissionais. “Já já o pai vai surfar e vai treinar”, finaliza.

Olimpíadas 2020: Brasileira Rebeca Andrade ganha prata inédita no individual geral da ginástica artística

A brasileira Rebeca Andrade conquistou nas Olimpíadas de 2020, nesta quinta-feira (29), uma inédita medalha para a ginástica artística do país. A ginasta ficou com a medalha de prata no individual geral, que premia a atleta com a performance mais completa em quatro aparelhos. Foi, também, o primeiro pódio de uma mulher brasileira na ginástica artística dos Jogos Olímpicos.

Rebeca terminou os quatro aparelhos – salto, barras assimétricas, trave e solo – com 57.298, menos de dois décimos atrás da norte-americana Sunisa Lee (57.433). A russa Angelina Melnikova foi bronze com 57.199.

Rebeca tem chances ainda de levar mais duas medalhas nas Olimpíadas 2020, nas finais do salto, no próximo domingo (1º), e do solo, na segunda (2).

CNN Brasil – Foto: Ricardo Bufolini/Panamerica Press

Mayra Aguiar é a 1ª brasileira com três medalhas olímpicas em esportes individuais

A judoca Mayra Aguiar, 29 anos, conquistou o bronze nas Olimpíadas 2020 nesta quinta-feira (29) e se tornou a primeira brasileira a ganhar três medalhas olímpicas em esportes individuais.

Ela também se consagrou como a primeira atleta do judô do Brasil a conseguir três pódios olímpicos, repetindo o terceiro lugar na categoria até 78 kg que já havia conquistado nos Jogos de Londres-2012 e Rio-2016.

Na disputa do bronze em Tóquio, Mayra venceu a sul-coreana Hyunji Yoon por ippon, com uma imobilização sobre a adversária com apenas 1 minuto e 18 segundos de luta.

A medalha de Mayra é a sexta do Brasil nos Jogos de 2020 — veja o quadro de medalhas.

CNN Brasil

Assembleia Legislativa do RN vai apresentar moção de aplausos a Italo Ferreira

A Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte vai apresentar uma moção de aplausos ao medalhista olímpico Italo Ferreira. A proposta foi protocolada na Casa através do mandato do deputado Albert Dickson (PROS). A moção ao atleta surfista potiguar será pela conquista da medalha de ouro, a primeira do Brasil nas Olimpíadas de Tóquio, e a primeira do esporte dentro da competição.

“É com muita emoção que protocolamos essa moção. O primeiro ouro olímpico do surfe é do Brasil é aqui do nosso estado. Ele já é um exemplo para muitos e um orgulho para todos”, disse Albert Dickson. A proposta já foi protocola e será lida e provada logo após o recesso parlamentar.

O norteriograndense Ítalo Ferreira conquista 1º ouro do Brasil na Olimpíada de Tóquio e faz história no surfe

O Brasil conquistou sua primeira medalha de ouro nos Jogos de Tóquio com o surfista Ítalo Ferreira. Na madrugada desta terça-feira, pelo horário de Brasília (tarde de terça no Japão), ele ganhou do japonês Kanoa Igarashi na final e subiu ao lugar mais alto do pódio na estreia da modalidade no programa olímpico.

O pódio ainda teve o australiano Owen Wright, que ficou com o bronze ao superar o brasileiro Gabriel Medina. “Estou muito feliz. Foi um dia incrível, especial. Trabalhei muito para isso e acreditei. É fantástico ser o primeiro campeão olímpico do surfe”, disse Ítalo.

Ítalo é natural da cidade de Baia Formosa localizada no Rio Grande do Norte.

Imagem do dia: O sorriso da medalhista brasileira de prata, Rayssa Leal

Na madrugada desta segunda-feira, 26 de julho, o mundo vibrou e o Brasil aplaudiu de pé, a bela e carismática atuação da adolescente brasileira, natural do maranhão, Rayssa Leal. A atleta, de apenas 13 anos de idade, ganhou a medalha de prata no Skate, nas Olimpíadas de Tóquio.

Sobre a Fadinha, como é conhecida, o Rei Pelé, maior atleta de todos os tempos, publicou em sua rede social: “Era uma vez uma menina que amava o seu skate e tinha um sonho. E assim começa um verdadeiro Conto de Fadas que fez todos os brasileiros sorrirem hoje. Rayssa, você me enche de orgulho. Você é realmente uma “Fadinha”, que nos faz acreditar que até os sonhos mais difíceis podem se tornar realidade”.

Num momento em que nosso país enfrenta grandes dificuldades políticas, sociais, econômicas e pandêmicas, atitudes e gestos nobres como os de Rayssa, nos renova a esperança de que o Brasil tem jeito, e de que dias melhores virão.

Cotado para medalha, potiguar Italo Ferreira avança para as quartas de final

O potiguar Ítalo Ferreira está nas quartas de final do surfe masculino nas Olimpíadas de Tóquio. O campeão mundial de 2019 venceu sua bateria nas oitavas de final contra o neozelandês Billy Stairmand nesta segunda-feira (26), na praia de Tsurigasaki, em Chiba.

O potiguar terminou com 14.54 pontos no somatório, enquanto seu adversário somou 9.67.

Com o resultado, Ítalo enfrentará Hiroto Ohhara nas quartas de final. O japonês venceu o peruano Miguel Tudela por 10 a 9.63. A bateria, que definirá um dos semifinalistas, acontecerá ainda hoje.

“Estou muito feliz. Sem dúvida isso me dá muita confiança. Estou bem preparado e tenho pessoas que estão sempre comigo e isso me deixa muito feliz e motivado para chegar nessa final”, destacou o surfista à Globo.