Lula a governadores: “Vocês vieram prestar solidariedade ao país e à democracia”

Lula faz reunião com governadores e vice-governadores das 27 unidades federativas do país, após atos terroristas em Brasília — Foto: Reprodução

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) se reuniu, na noite desta segunda-feira (9/1), com os 27 governadores, vice-governadores ou representantes dos Executivos estaduais do país. A reunião ocorreu no Palácio do Planalto. No encontro, os presentes defenderam a pacificação e a reconstrução do país.

O compromisso desta segunda ocorre um dia após atos antidemocráticos, de violência, terrorismo e vandalismo serem registrados na Praça dos Três Poderes, em Brasília.

É o primeiro encontro que Lula tem com os chefes estaduais desde que tomou posse, em 1º de janeiro, em seu terceiro mandato à frente da Presidência da República. Inicialmente, a primeira reunião com os governadores ocorreria apenas em 27 de janeiro — agenda que está mantida.

Na ocasião, Lula disse a governadores que o intuito do encontro era “prestar solidariedade ao país e à democracia”. O presidente fez diversas críticas à Polícia Militar do Distrito Federal e a generais das Forças Armadas que foram omissos e coniventes com os vândalos bolsonaristas que depredaram prédios públicos.

Lula ainda justificou o decreto de intervenção federal na segurança pública do DF. “Tive que tomar uma atitude forte, porque a Polícia Militar de Brasília negligenciou”, afirmou.

Veja abaixo, os presentes na reunião desta segunda:

  • Acre: vice-governadora Mailza Gomes (PP)
  • Alagoas: governador Paulo Dantas (MDB)
  • Amapá: governador Clécio Luis (Solidariedade)
  • Amazonas: governador Wilson Lima (União)
  • Bahia: governador Jerônimo Rodrigues (PT)
  • Ceará: governador Elmano de Freitas (PT)
  • Distrito Federal: governadora em exercício Celina Leão (PP)
  • Espírito Santo: Renato Casagrande (PSB)
  • Goiás: vice-governador Daniel Vilela (MDB)
  • Maranhão: governador Carlos Brandão (PSB)
  • Mato Grosso: vice-governador Otaviano Pivetta (PDT)
  • Mato Grosso do Sul: governador Eduardo Riedel (PSDB)
  • Minas Gerais: governador Romeu Zema (Novo)
  • Pará: governador Helder Barbalho (MDB)
  • Paraíba: governador João Azevêdo (PSB)
  • Paraná: governador Ratinho Jr. (PSD)
  • Pernambuco: governadora Raquel Lyra (PSDB)
  • Piauí: governador Rafael Fonteles (PT)
  • Rio de Janeiro: Cláudio Castro (PL)
  • Rio Grande do Norte: Fátima Bezerra (PT)
  • Rio Grande do Sul: Eduardo Leite (PSDB)
  • Rondônia: representante Augusto Marques
  • Roraima: Antônio Denarium (PP)
  • Santa Catarina: governador Jorginho Mello (PL)
  • São Paulo: governador Tarcísio de Freitas (PL)
  • Sergipe: governador Fábio Mitidieri (PSD)
  • Tocantins: Wanderlei Barbosa (Republicanos)
  • Metrópoles

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *