Silvério Alves

Silvério Alves

Reunião detalha ações do Governo do RN visando a preservação da lagoa do Bonfim

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on email

Uma reunião realizada na manhã desta quarta-feira (03), envolvendo o Instituto de Gestão das Águas do Estado do Rio Grande do Norte (Igarn), a Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh), a Companhia de Águas e Esgotos do RN (Caern), o Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente (Idema) e o Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Pitimbu, tratou da atual situação da Lagoa do Bonfim e das ações realizadas pelo Governo do RN, através da Caern, para diminuir a retirada de águas do manancial.

Segundo o diretor de Operação e Manutenção da Caern, Thiago Índio, ainda durante o ano de 2020 foram abertas 15 ordens de fiscalização em que foram identificadas 11 irregularidades no trecho principal da adutora Monsenhor Expedito.

A Caern realizou a manutenção e reativação de 9 poços, localizados na região de Boa Ciça, somente durante o mês de outubro, outros três estão passando por reparos, em um total de 12 poços que irão ajudar a diminuir a retirada de água da lagoa. A expectativa é de que até dezembro de 2021, os atuais 700 m³/h, sejam reduzidos para 350 m³/h.

Já as ações que deverão acontecer a médio prazo também serão concluídos os testes e adequações da adutora de Boa Cica. Já a longo prazo existe ainda em desenvolvimento o projeto da adutora de Nova Cruz, que possibilitará a redução do número de municípios atendidos pela adutora Monsenhor Expedito. BG

Categorias