Quando o Dia da Paz Renascer

Nesses tempos em que o nosso país está muito dividido, vivendo um radicalismo ‘político’ ímpar, com total falta de respeito ao pensamento contrário, que não nos levará a lugar nenhum, só gerando ódio, separação e dor… pois como nos ensina o próprio Jesus Cristo, o Filho de Deus, ‘violência nunca resolveu nada,’ e porque hoje é domingo, o Dia do Senhor, vale a pena ler, refletir e colocar em prática, o poema transformado em música (que você encontra no Google) do poeta e cantor cearense Zé Vicente.

Quando o dia da paz renascer
Quando o Sol da esperança brilhar
Eu vou cantar

Quando o povo nas ruas sorrir
E a roseira de novo florir
Eu vou cantar

Quando as cercas caírem no chão
Quando as mesas se encherem de pão
Eu vou sonhar

Quando os muros que cercam os jardins
Destruídos então os jasmins
Vão perfumar

Vai ser tão bonito se ouvir a canção
Cantada, de novo
No olhar do homem, a certeza do irmão
Reinado, do povo

Quando as armas da destruição
Destruídas em cada nação
Eu vou sonhar

E o decreto que encerra a opressão
Assinado só no coração
Vai triunfar

Quando a voz da verdade se ouvir
E a mentira não mais existir
Será enfim, tempo novo de eterna justiça
Sem mais ódio, sem sangue ou cobiça, vai ser assim

Vai ser tão bonito se ouvir a canção
Cantada, de novo
No olhar do homem, a certeza do irmão
Reinado, do povo

Zé Vicente

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *