Presidente do STF derruba liminar que poderia soltar o ex-presidente Lula

AFP

O presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), Dias Toffoli, derrubou na noite desta quarta-feira (19) a decisão do ministro Marco Aurélio que suspendia, em caráter liminar (temporário), a execução de pena após a condenação em segunda instância. A liminar poderia beneficiar, entre outros presos, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).



UOL

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.