Por causa da decisão de Bolsonaro, São Paulo do Potengi perderá 2 médicos cubanos

São Paulo do Potengi deve perder 2 médicos cubanos que participam do programa social Mais Médicos no Brasil. Atualmente os médicos cubanos atendem em São Paulo do Potengi no bairro Santa Clara e na comunidade do Cabaço. 

A saída deles é devido a decisão do presidente eleito Bolsonaro de mudar o programa Mais Médicos, que segundo o Ministério de Saúde de Cuba descumprem as garantias acordadas desde o início do projeto, há cinco anos, portanto decidindo não fazer mais parte do projeto. 

De acordo com assessoria de comunicação da Secretaria Estadual de Saúde Pública, ao todo, 282 médicos estão em atividade no RN através do Programa Mais Médicos. Destes, 142 são cubanos e atuam em 67 municípios do RN.

Para sanar a deficiência de médicos na rede pública com a saída dos cubanos o Estado pretende se articular com o Conselho dos Secretários Municipais de Saúde para discutir quais estratégias serão criadas para cobrir esses vazios.

SPPNEWS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *