Do Padre Ramos na Missa pelos 55 anos da Escola São Francisco: “Não podemos trocar o Evangelho pela ideologia”

Na noite de ontem, 4 de outubro, dedicado a São Francisco de Assis, a Escola São Francisco, com sede em São Paulo do Potengi, e Unidade II em São Tomé celebrou seus 55 anos de existência, com Missa em Ação de Graças (em frente a residência de Zé Miguel) presidida pelo nosso pároco Padre Ramos. Um bom número de alunos, ex-alunos, professores, ex-professores, pais, devotos e devotas de São Francisco participaram da Celebração Eucarística.

No seu sermão, refletindo sobre o Evangelho de São Lucas (capítulo 10, versos 38 a 40) onde Jesus diz a Marta que sua irmã Maria escolheu a melhor parte, nosso pároco falou da importância e do exemplo de vida e santidade do Santo dos Pobres, Ele que radicalmente o Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo, com total dedicação aos menos favorecidos e marginalizados. “O Santo de Assis escolheu a melhor parte”, disse o sacerdote”.

Padre Ramos também citou outros exemplos de homens e mulheres santas, que em vida escolheram a radicalidade do Evangelho para servir a construção do Reino de Deus, com opção preferencial pelos pobres: Monsenhor Expedito Medeiros, Irmã Selma Verena, Frei Damião, Madre Tereza de Calcutá, Irmã Dulce, dentre tantos outros(as), que seguiram Jesus Cristo “escolhendo a melhor parte”.

Nosso pároco também disse que uma das missões mais sublimes desempenhadas pelo ser humano, é a de educador(a) que influencia seus educandos para a vida com dignidade e para a fé, e que a Escola São Francisco vem cumprindo a contento essa missão, há 55 anos.

“Não podemos de forma nenhuma trocar o Evangelho pela ideologia venha ela de onde vier, pois o Evangelho é permanente, ontem, hoje e eternamente (Hebreus, 13:8). Já a ideologia escraviza, e é passageira, de momento e de grupos”. conclamou o Padre.

No final da Celebração, o ex-prefeito José Azevedo Lopes foi até o altar para agradecer a Deus, a São Francisco e a todos e a todas que rezaram pela recuperação de sua saúde. Publicaremos matéria completa sobre Azevedo, ainda hoje.

Ao usar o microfone, o co-fundador e presidente de honra da SESF, senhor José Miguel, agradeceu a presença de todos ali presentes e disse que esse ano por motivo do grave estado de saúde de sua esposa dona Josefa, que está internada num hospital em Natal, não haverá a festa social. “São 51 anos de casados, de lutas e caminhadas juntos. Ela está nas mãos de Deus, que seja feita a vontade do Pai Eterno”, disse o patriarca de forma emocionada.

Todos juntos cantaram os parabéns a você pelos 55 anos da Escola. A Missa foi encerrada com a música de Hugo Tavares, “Monsenhor Expedito, meu amigo, meu irmão”…

Teremos outras informações.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *