Covid: Brasil tem maior número de mortes desde 8 de outubro

O Conass confirmou 487 novas mortes por covid-19 no Brasil nesta 3ª feira (25.jan.2022) – o maior número desde 8 de outubro de 2021, quando 615 mortes foram registradas. São 623.843 vítimas da doença no país desde o início da pandemia.

Foram registrados 183.722 novos casos de covid nas últimas 24h no Brasil. São 24.311.317 diagnósticos confirmados no total.

A média móvel de mortes voltou a ficar acima de 200 nesta semana depois de mais de 40 dias abaixo da média. A curva apresenta tendência de alta com uma variação de 172% em relação há duas semanas.

Poder 360

Cresce muito os casos de Covid em São Paulo do Potengi; nos últimos 5 dias foram registrados 122 novos casos

Segundo o Boletim Epidemiológico (semanal) da Secretaria Municipal de Saúde, os casos de Covid-19 voltaram a crescer muito em São Paulo do Potengi. De segunda-feira, 17 de janeiro a sexta-feira (21), foram registrados 122 novos casos da Covid, em nosso município.

Na semana anterior, de 10 a 14 de janeiro, foram registrados apenas 16 novos casos. Portanto, a pandemia em nossa cidade voltou a crescer com força.

Vejamos o que diz o Boletim da Secretaria de Saúde sobre  o aumento da Covid:

“Os casos aumentaram muito nesta semana. Portanto, mais do que nunca, lembre-se! A higienização correta dos ambientes, das mãos, e o uso correto da máscara é obrigação sanitária de todos e pode salvar vidas.
Se sentir algum dos sintomas da Covid-19, procure o Centro de Atendimento para o Enfrentamento da Covid-19, que está localizado na rua General Dantas, nº 124, Centro, ao lado do antigo prédio da Lapac”.

Urgente: 65,5% dos leitos críticos para Covid-19, estão ocupados no RN

A taxa de ocupação de leitos críticos das unidades públicas de saúde no RN é de 65,5%, registrada no início da tarde deste sábado (22). Pacientes com Covid-19 internados em leitos clínicos e críticos somam 136.

Segundo a Sesap, a Região metropolitana apresenta 68,1% dos leitos críticos ocupados, a região Oeste tem 63,9% e a Região Seridó tem 57,1%.

Até o momento desta publicação são 24 leitos críticos (UTI) disponíveis e 78 ocupados, enquanto em relação aos leitos clínicos (enfermaria), são 46 disponíveis e 58 ocupados.

Outros 17 leitos de UTI estão ocupados por pacientes ‘não Covid-19’ e também 21 leitos clínicos também estão ocupados por pacientes ‘não Covid-19’, com outras síndromes gripais.

BG

RN teve maior número de solicitações de leitos covid desde 16 de julho


A pandemia da covid-19 e circulação da variante ômicron tem ampliado o número de solicitações por leitos covid na rede pública do Rio Grande do Norte. De acordo com dados do portal Regula RN, a terça-feira (18) teve 55 solicitações por leitos covid, maior número desde o dia 16 de julho de 2021.

O número ainda está longe do que registrado no pico da pandemia, em maio do ano passado, quando chegaram a ocorrer 156 solicitações por leitos covid na rede pública em um dia. O grande número de contaminações refletiu também na ocupação de leitos destinados à doença.

Tribuna do Norte

De 10 a 14 de janeiro São Paulo do Potengi registrou 16 novos casos de Covid-19

Segundo o Boletim Epidemiológico da Secretaria Municipal de Saúde, de 10 a 14 de janeiro, São Paulo do Potengi registrou 16 novos casos de Covid-19.

Menina de 8 anos é a primeira criança vacinada em Natal

A campanha de vacinação contra a Covid-19 para o público infantil, de 5 a 11 anos, foi iniciada nesta terça-feira (18), em Natal. A abertura do ponto exclusivo da Prefeitura do Natal foi montado no Shopping Midway Mall.

Nina Tavares Marinho, 8 anos, portadora de doença respiratória foi a primeira a ser vacinada na capital.  “Essa vacina representa alívio, estou muito segura para sair, mandar para escola e voltar à rotina”, disse Márcia Marinho, mãe da criança.

Covid-19 matou 25 crianças no Rio Grande do Norte; 12 tinham menos de 4 anos

A Covid-19 matou 25 crianças no Rio Grande do Norte. Os dados são da Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap). Os óbitos compreende o período de março de 2020, quando a pandemia causada pelo coronavírus teve inicio, até a última sexta-feira (14).

O documento, que a reportagem do Agora RN teve acesso, mostra que a maioria das vítimas infantis tinham entre um e quatro anos. Ao todo, 11 crianças dessa faixa etária faleceram pela doença. Outras três tinham entre 10 e 14 anos.

Os dados revelam, ainda, que uma vítima tinha menos de um ano de idade. Outras 7 tinham entre 5 e 9 anos de idade.

Risco de morte por Covid de não vacinados é 11 vezes maior, mostra estudo

Um estudo da Secretaria de Saúde de Minas Gerais comprova, em números, a importância da imunização contra a Covid.

A alegria por uma dose a mais da vacina está na cara da assistente social Romilda Godinho Pinto. E a satisfação está muito bem guardada pela máscara de proteção. A procura pela dose de reforço está enorme em Belo Horizonte.

“Participar da vacinação é contribuir um pouquinho para que todo mundo fique beneficiado com a vacinação”, diz a bibliotecária Diná Marques.
A infectologista Luana Araújo diz que confiar na vacina é fundamental para vencer a pandemia.

“Quando a gente olha melhor quem é que está internado e quem é que está indo a óbito, a gente percebe que essas pessoas são as não vacinadas ou as insuficientemente vacinadas. Quem passa melhor, quem passa mais saudável, quem passa com menos trauma pela doença é a pessoa que foi vacinada. Então, a gente tem dois dados muito claros a favor da vacinação de vida real”, enfatiza.

G1

OMS diz que proteção de vacinas contra covid-19 é de seis meses

A Organização Mundial da Saúde (OMS) confirma que a duração da imunização dada pelas vacinas contra a covid-19 é de seis meses. A estimativa foi por meio do cruzamento de vários estudos já realizados.

Kate o’bryan, especialista em vacinas da OMS, explica que a proteção de até seis meses não desaparece completamente depois desse período. Mas durante meio ano, o risco de doença grave, internação ou morte diminui drasticamente.

As informações de Kate foram dadas hoje (9), em entrevista coletiva.

A OMS indica que o risco de infecção por covid-19 é baixo durante seis meses após a aplicação da vacina.

Agência Brasil

Rio Grande do Norte tem aumento de casos e mortes por Covid em novembro

Rio Grande do Norte registrou um aumento de casos e mortes por Covid neste mês de novembro. Na comparação com outubro, o estado teve um crescimento de 58% na quantidade de pessoas contaminadas confirmadas e de 65% nos óbitos pela doença.

Nos 30 dias de novembro foram registrados 8.019 casos confirmados de Covid – em outubro foram 5.065. Já as mortes chegaram a 99 em novembro contra 60 nos 31 dias do mês anterior.

Os dados constam no boletim epidemiológico e nos dados divulgados diariamente pela Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) no acompanhamento da Covid-19 no RN.

G1RN

Anvisa confirma primeiro caso de brasileiro infectado com Covid-19 vindo da África do Sul

Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) informou neste domingo (28) que identificou o primeiro caso positivo de Covid-19 em um passageiro brasileiro com passagem pela África do Sul, que desembarcou em Guarulhos (SP), no sábado (27). Segundo a Anvisa, não há confirmação se o caso é da variante Ômicron. O paciente, que já está em isolamento, foi vacinado contra a Covid-19. A informação é da CNN Brasil. 

OMS considera nova variante do coronavírus ‘preocupante’ e a batiza de Omicron

A OMS (Organização Mundial da Saúde) classificou como ‘preocupante’ a variante B.1.1.529 do coronavírus causador da Covid-19 e vai chamá-la de Ômicron, informou o órgão após uma reunião do Grupo Consultivo Técnico sobre o Vírus SARS-CoV-2 nesta sexta-feira (26).

Autoridades sanitárias da África do Sul notificaram na quarta-feira (24) a OMS sobre a nova cepa, que é potencialmente mais contagiosa e com múltiplas mutações.

“A situação epidemiológica na África do Sul foi caracterizada por três picos distintos nos casos notificados, o último dos quais foi predominantemente a variante Delta. Nas últimas semanas, as infecções aumentaram abruptamente, coincidindo com a detecção da variante B.1.1.529. A primeira infecção B.1.1.529 confirmada conhecida foi de uma amostra coletada em 9 de novembro de 2021”, diz a OMS em comunicado.

A Pfizer já anunciou que em duas semanas vai saber se a cepa provoca perda de eficácia da vacina desenvolvida por ela em parceria com a BioNTech.

A Ômicron passa a integrar a lista de variantes de preocupação, que é composta pelas variantes Alfa (Reino Unido), Beta (África do Sul), Gama (Brasil), e Delta (Índia).

R7

Na última semana de segunda (8) a sexta (12) São Paulo do Potengi registrou 44 novos casos de Covid-19

Segundo o Boletim Epidemiológico semanal da Secretaria Municipal de Saúde, com data dessa sexta-feira (12), na última semana de segunda (8) a sexta (12) São Paulo do Potengi registrou 44 novos casos de Covid-19. Na semana anterior de 1º a 5 de novembro, o mesmo Boletim registrou apenas 15 novos casos. Em relação a semana anterior o aumento do número de casos foi bastante significativo.

De 1º a 5 de novembro foram registrados 15 novos casos de Covid-19, em São Paulo do Potengi

Segundo o Boletim Epidemiológico semanal da Secretaria Municipal de Saúde, na última semana, de 1º a 5 de novembro, foram registrados 15 novos casos de Covid-19, em São Paulo do Potengi.

Brasil tem semana com menor número de mortes por Covid-19 desde abril de 2020

No total da semana epidemiológica encerrada neste sábado (6), foram 1.694 mortes registradas no país.

É o menor número desde a semana encerrada em 25 de abril do ano passado, no segundo mês da pandemia no Brasil.

É também a primeira vez em que há menos de 2.000 mortes em uma semana pela doença desde então.

O total semanal de novos casos ficou em 70.230, depois de duas semanas em alta – é o menor número desde a semana encerrada em 9 de maio de 2020.

No sábado, o país registrou 328 mortes e 11.866 casos de Covid-19, totalizando 609.388 mortes e 21.874.324 infecções confirmadas desde o início da pandemia, em março de 2020.

CNN Brasil – Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Aulas em Cerro Corá são suspensas após surto de casos de Covid-19

As aulas presenciais em Cerro Corá, no Seridó potiguar, foram suspensas por causa de um surto de nos casos de Covid-19. O Agora RN entrou em contato com o prefeito da cidade, Raimundo Marcelino Borges, mais conhecido como Novinho, que confirmou as informações.

O gestor municipal disse que em uma semana foram notificados 22 casos de coronavírus, 10 em uma só família. O prefeito disse ainda que a maioria do infectados não completou o esquema vacinal.

Todos estão com sintomas leves. O prefeito disse ainda que vai continuar acompanhado a situação do aumento do número de casos na cidade, para identificar a necessidade de adotar medidas mais rígidas de contenção ao avanço da doença.

Desde o inicio da pandemia da Covid-19, a cidade – que tem pouco mais de 11 mil habitantes – registrou 777 casos confirmados da doença, além de 15 óbitos. – Agora RN

Brasil registra 130 óbitos e 6,7 mil casos nas últimas 24h

O Ministério da Saúde divulgou os dados mais recentes sobre o coronavírus no Brasil neste domingo (31):

– O país registrou 130 óbitos nas últimas 24h, totalizando 607.824 mortes;

– Foram 6.761 novos casos de coronavírus registrados, no total 21.810.855.

As médias de casos termina o mês outubro com queda de 31,30% em relação ao dia 1º.

O Brasil finaliza outubro com um total de 10.569 mortes, o 3° mês com menos mortes de toda a pandemia, perdendo apenas para março e abril de 2020. Uma queda de 5.706 (35,06%) mortes em relação a setembro.

O Ministério da Saúde calcula que 20.996.772 pessoas já se recuperaram da covid-19. Outras 206.259 seguem em acompanhamento.

RN registra taxa de ocupação de leitos críticos para covid de 48%

A taxa de ocupação de leitos críticos das unidades públicas de saúde no RN é de 48%, registrada no início da tarde deste sábado (30). Pacientes internados em leitos clínicos e críticos somam 138.

Até o momento desta publicação são 92 leitos críticos (UTI) disponíveis e 85 ocupados, enquanto em relação aos leitos clínicos (enfermaria), são 83 disponíveis e 53 ocupados.

Segundo a Sesap, a Região metropolitana apresenta 49,6% dos leitos críticos ocupados, a região Oeste tem 40,9% e a Região Seridó tem 58,3%.

RN registra taxa de ocupação de leitos críticos para Covid de 47%; enquanto isso mais de 200 mil pessoas não voltaram para tomar a 2ª dose da vacina

A taxa de ocupação de leitos críticos das unidades públicas de saúde no RN é de 47%, registrada no início da tarde desta sexta-feira (29). Pacientes internados em leitos clínicos e críticos somam 141.

Até o momento desta publicação são 96 leitos críticos (UTI) disponíveis e 85 ocupados, enquanto em relação aos leitos clínicos (enfermaria), são 80 disponíveis e 56 ocupados.

Segundo a Sesap, a Região metropolitana apresenta 48,8% dos leitos críticos ocupados, a região Oeste tem 38,6% e a Região Seridó tem 58,3%.

É lamentável presenciar a pandemia voltando a crescer em nosso estado, enquanto isso cerca de 206 mil pessoas, em todo RN, ainda não voltaram para tomar a 2ª dose da vacina.

RN registra dois óbitos por Covid nas últimas 24 horas; Novos casos são 107

A Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) atualizou os números do coronavírus nesta quarta-feira (27). São 372.502 casos totalizados. Na terça (26) eram contabilizados 372.219, ou seja, 283 novos casos em comparação com o dia anterior, destes, 107 confirmados nas últimas 24 horas.

Com relação aos óbitos no Rio Grande do Norte, são 7.388 no total. Dois óbitos (Canguaretama e Natal) foram registrados nas últimas 24 horas. Na terça (26) eram 7.381 mortes. A Sesap não registrou mortes após resultados de exames laboratoriais de dias ou semanas anteriores. Óbitos em investigação são 1.303.

Recuperados são 260.484. Casos suspeitos somam 181.010 e descartados são 753.243. Em acompanhamento, são 104.630.